Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Roller Hockey

Foto César Santos

Regresso às vitórias carimbada com forte reviravolta

Por Jornal Sporting
22 Abr, 2017

Vitória por 5-1 perante a Sanjoanense com bis de Ferran Font e Pedro Gil

O Sporting CP reagiu da melhor forma ao empate caseiro diante do Óquei de Barcelos ao vencer fora a Sanjoanense, por 5-1. A partida, referente à jornada 20 do Campeonato Nacional de hóquei em patins, até começou a favor dos visitantes, claramente premiados pela ineficácia dos leões. Tuco e Sergi Miras, no primeiro e terceiro minuto, respectivamente, não converteram grandes penalidades que poderiam abrir o marcador.

O Sanjoanense acabou por iniciar a contagem com um golo de Diogo Casanova (14'), mas André Centeno não tardou a responder, conseguindo o empate aos 16'. Aos 21, Ferran Font deu a cambalhota no marcador, resultado com que finalizaria o primeiro tempo.

O espanhol prosseguiria o caminho, alcançando o bis aos 32', já depois de Luís Oliveira não ter aproveitado um livre directo.

Pedro Gil 'roubaria' o protagonismo ao compatriota e chegaria também ele a dois golos. Aos 37' e 47', o dianteiro leonino dissipou dúvidas que houvessem e carimbou o regresso às vitórias, permitindo a chegada aos 45 pontos, a quatro do terceiro classificado, FC Porto, ainda com um jogo à menor.

Foto César Santos

"Resultados passados não garantem futuro"

Por Jornal Sporting
21 Abr, 2017

Paulo Freitas desvalorizou o resultado da primeira volta (7-2) frente à Sanjoanense

A 20.ª jornada do campeonato de hóquei em patins volta a colocar frente a frente Sporting e Sanjoanense, desta feita em São João da Madeira. Na jornada 7, os leões venceram por 7-2, mas Paulo Freitas, técnico verde e branco, garantiu que esse resultado não dá nenhuma vantagem aos verdes e brancos.

"Resultados passados não garantem futuro se não formos sérios e competentes e se não respeitarmos a Sanjoanense iremos ter claros problemos. Estamos a falar de um adversário que não ocupa um bom lugar na classificação, mas com jogadores valorosos, que recebem um enorme apoio em casa", começou por dizer o treinador.
 
No seguimento da antevisão, Paulo Freitas falou também da paragem para os compromissos internacionais. "Não gostamos muito, até porque os três jogadores chegaram fatigados [Pedro Gil, André Centeno e João Pinto], principalmente o André e o João, que disputaram cinco jogos em cinco dias, mais treinos e viagens. Temos de saber preparar estas coisas e agora estamos desejosos de voltar à pista", vincou. 
 
Por último, a mensagem para o que ainda falta disputar do campeonato: "Desde que cheguei que seguimos uma linha: a da coerência. O objectivo é actuar sempre na causa. Desta vez, a causa é o encontro com a Sanjoanense. Em termos classificativos, vamos continuar a pensar que no final é que se fazem as contas". 
 
A partida disputa-se às 18h de sábado entre o último (11 pontos) e o quarto (42 pontos) classificados. 
Foto César Santos

"Sabemos que temos qualidade para mais"

Por Jornal Sporting
20 Abr, 2017

Na antevisão ao jogo da 20.ª jornada, frente à Sanjoanense, Pedro Gil vincou que a equipa quer subir na classificação

O quarto lugar na tabela classificativa que os leões ocupam neste momento, com 42 pontos, não deixa satisfeitos os jogadores do Sporting CP. Nesse sentido, Pedro Gil abordou a partida da 20.ª jornada contra a Sanjoanense como mais uma hipótese de encurtar distâncias para as formações do topo da classificação. 

"Não nos sentimos bem no quarto lugar porque sabemos que temos qualidade para mais. Todas as deslocações à Sanjoanense são complicadas, mas o objectivo é trazer os três pontos", vincou.
 
Na primeira volta, os verdes e brancos superaram a equipa de São João da Madeira por 7-2, um conjunto "jovem e irreverente" na opinião do avançado leonino. Antes de concluir a antevisão, Pedro Gil aproveitou ainda para projectar o que falta disputar do campeonato.
 
"Restam poucas jornadas até final. Contudo, vamos jogar com todas as equipas que estão à nossa frente. Há que trabalhar para demonstrarmos que somos melhores", rematou.
 
A partida entre Sanjoanense-Sporting disputa-se às 18h de sábado.

Kyllian Gil marca e dá a Lisboa a 41.ª edição do Inter-Regiões

Por Jornal Sporting
11 Abr, 2017

Jogador leonino fez o golo da vitória no encontro com a Associação do Porto em sub-15

O jogador de hóquei em patins dos sub-15 do Sporting CP Kyllian Gil marcou o tento da vitória da Associação de Lisboa sobre a homóloga do Porto.

O 1-0 valeu a conquista da 43.ª edição do Inter-Regiões, prova em que Lisboa superou na final a equipa vencedora das últimas duas edições.

Na fase de grupos, Lisboa somou quatro triunfos, eliminando depois Coimbra na meia-final. 

Na competição estiveram mais quatro leões: Rodrigo Vieira, Gonçalo Gomes, João Abreu e Martim Leite.

 

Foto César Santos

"O que aconteceu foi mau demais"

Por Jornal Sporting
08 Abr, 2017

Paulo Freitas mostrou-se naturalmente insatisfeito com os últimos minutos dos leões em que sofreram quatro golos

O Sporting CP empatou este sábado à tarde frente ao Óquei de Barcelos (6-6), depois de ter estado, a três minutos do fim, a vencer por 6-2. Estes últimos minutos que evitaram os leões de somar três pontos foram duramente criticados por Paulo Freitas, treinador verde e branco, que considerou inaceitável a postura de alguns dos seus jogadores. 

"O que aconteceu foi mau demais. Não gostei de muitas coisas. Houve falta de atitude de alguns jogadores e vamos ter de resolver isso internamente. O que costumo dizer é que o contágio tem de se dar pela positiva, nunca pela negativa. E houve jogadores que talvez tenham contagiado os colegas pela negativa. Isso não pode acontecer. Nós somos o Sporting CP e temos de ter uma postura completamente diferente. Parabéns à equipa adversária, que tem qualidade e carácter", analisou o técnico português, deixando a receita do que deveria ter sido feito pelos seus jogadores.

"Temos de olhar para dentro e perceber que estes últimos minutos foram impensáveis. Temos de entender que a partir de determinado momento o jogo tinha que ter terminado, tínhamos de alongar os nossos períodos de posse e não o conseguimos. Tivemos alguns bons momentos do jogo, mas também vários momentos de intranquilidade. O resultado parece-me justo pelo que eles conseguiram fazer", disse, explicando que o foco da sua equipa não está na classificação, mas na preparação para os sucessivos embates.

"A classificação é algo que não nos preocupa. Sempre dissemos que o nosso foco está no próximo jogo e a tabela é algo que vem apenas por consequência", finalizou Paulo Freitas.

Foto César Santos

Últimos minutos trágicos evitam vitória leonina

Por Jornal Sporting
08 Abr, 2017

Sporting CP esteve a vencer por quatro até três minutos do fim, mas o Óquei de Barcelos chegou ao 6-6 nos últimos segundos

Foi um daqueles jogos difíceis de explicar e de compreender aquele que se passou neste sábado à tarde, em Alverca, e que terminou com um 6-6 entre Sporting CP e Óquei de Barcelos. É que a três minutos do final, os leões venciam por 6-2, fruto de uma exibição muito positiva, mas nos últimos instantes a equipa visitante acreditou que era possível e surpreendeu todo o colectivo leonino, chegando ao empate a segundos do apito final.

A partida começou da melhor forma para a equipa da casa, que chegou ao golo logo aos 53 segundos por intermédio de Pedro Gil que, a par de Ângelo Girão, foi o melhor dos leões. A equipa forasteira reagiu, viu o golo ser negado pelo guarda-redes leonino na primeira tentativa, mas marcou-o na segunda, por Joca, numa transição rápida. Daí em diante, e até final da primeira parte, Ângelo Girão, a partir da baliza, empurrou a equipa de Alvalade para a vantagem ao defender tudo o que havia para defender. Sergi Miras, aos 5', e Tuco, aos 15', marcaram e levaram para o balneário uma vantagem de 3-1.

O jogo recomeçou na segunda parte praticamente com um cartão azul para Tuco, mas o suspeito do costume evitou, com duas defesas consecutivas o golo de Reinaldo Ventura, mesmo depois de o árbitro da partida mandar repetir o livre directo. Ainda assim, no decorrer do período em inferioridade numérica, o mesmo Reinaldo acabou por conseguir, através de um remate fortíssimo, o golo. Os leões, a vencer apenas por um, demoraram pouco tempo a reagir, repondo a vantagem de dois com Caio a marcar aos 5' do segundo tempo. Aos 9', as duas figuras do Sporting CP voltaram a aparecer: Girão, com mais uma excelente intervenção, evitou o golo do Barcelos e Pedro Gil, no contra-ataque, dilatou o marcador com uma bomba de longe.

Num registo parecido, quatro minutos depois, Poka efectuou também ele um golaço, colocando o resultado num 6-2 que, teoricamente, já não oferecia dúvidas quanto ao vencedor da partida. Ainda assim, o conjunto de Barcelos não se rendeu e, com três minutos até ao fim, Alvarinho e Hugo Costa, com dois golos cada um, despejaram um autêntico balde de água gelada no Pavilhão de Alverca, estabelecendo em 6-6 o resultado final.

Foto César Santos

"Não podemos cometer os mesmos erros"

Por Jornal Sporting
07 Abr, 2017

Paulo Freitas fez a projecção do jogo da 19.ª ronda frente à sua antiga equipa (Óquei de Barcelos)

Foi sob o comando técnico de Paulo Freitas que, na primeira volta, o Óquei de Barcelos venceu o Sporting CP por 7-3. Quase cinco meses depois, as duas formações voltam a encontrar-se para a 19.ª jornada do Campeonato Nacional, sendo que, deste vez, o treinador português já equipa de leão ao peito, tendo ingressado no Clube de Alvalade a 14 de Março de 2017. Quanto à ligação com o próximo adversário dos verdes e brancos, Paulo Freitas passou uma mensagem clara.

"Espero uma motivação adicional [do Óquei de Barcelos] pelo facto de terem deste lado um amigo. No entanto, independentemente dos laços, vamos ser adversários e cada conjunto irá lutar pelos seus interesses. Queremos ganhar", vincou, abordando também o duelo da primeira volta de forma a explicar o que é que não pode voltar a acontecer.
 
"Fundamentalmente, não podemos cometer os mesmos erros. Tivemos oportunidade de analisar esse encontro e o Sporting CP deu vantagem ao Óquei de Barcelos, que nesse jogo esteve a um nível irrepreensível", explicou. 
 
Antes de terminar a antevisão, Paulo Freitas aproveitou ainda para falar aos Sportinguistas e referir o actual momento dos leões. "O nosso trajecto tem vindo a ser construído com tranquilidade. A única preocupação que temos é com a partida seguinte. Quem representa este Clube tem de ter essa postura. Desde já, quero deixar uma palavra aos adeptos leoninos: gostaríamos que estivessem em peso a apoiar-nos porque vão poder assistir a uma entrega total da equipa", salientou. 
Foto César Santos

"Vamos acreditar nas nossas competências"

Por Jornal Sporting
06 Abr, 2017

Tuco fez a antevisão da 19.ª jornada frente ao Óquei de Barcelos e garantiu um Sporting CP com ambição

"Não podemos estar a pensar no resultado da primeira volta", vincou Tuco na antevisão ao desafio da 19.ª jornada. Na verdade, nenhum Sportinguista quer que o resultado frente ao Óquei de Barcelos se repita, isto porque os leões perderam fora de portas por 7-3. As circunstâncias alteraram-se e o então treinador do adversário, Paulo Freitas, está agora ao serviço do Sporting CP. Posto isto, o defesa/médio verde e branco, garantiu que a equipa está preparada para conseguir outro desfecho.

"O objectivo é apresentarmos em jogo o trabalho que temos vindo a fazer ao longo da semana.Temos de acreditar nas nossas competências", sublinhou, acrescentando ainda a importância de poder contar com o apoio do 12.ª Jogador. 
 
"Jogar em casa é importante, até porque os adeptos do Óquei de Barcelos também conseguiram criar um ambiente adverso à nossa formação. Em relação à partida, sabemos que não podemos desperdiçar tanto", finalizou. 
 
Os verdes e brancos vêm de uma vitória por 5-1 no terreno do Paço de Arcos e recebem este sábado o conjunto de Paulo Pereira. O encontro está marcado para as 16h em Alverca.

Leões decisivos no 41.º Torneio Inter-Regiões

Por Jornal Sporting
06 Abr, 2017

Lisboa venceu a selecção do Ribatejo por 3-0, sendo que os três golos foram marcados por atletas do Sporting CP

Começou esta quinta-feira, na Mealhada, o 41.º Inter-Regiões de hóquei em patins. A prova, que decorre até ao dia 9 deste mês, coloca selecções de várias zonas de Portugal em disputa, sendo que a equipa de Lisboa está inserida no mesmo grupo de Ribatejo, Açores, Porto e Madeira. Existe ainda um segundo conjunto, constituído por Coimbra, Leiria, Alentejo, Minho, Setúbal e Aveiro.
 
Os cinco hoquistas sub-15 do Sporting CP que foram convocados para a competição - Rodrigo Vieira, Kyllian Gil, Gonçalo Gomes, João Abreu e Martim Leite - participaram na partida de estreia da formação lisboeta, que venceu o Ribatejo por 3-0. De referir, também, que todos os golos tiveram cunho leonino, já que João Abreu (13' primeira parte), Kyllian Gil (2' da segunda parte) e Gonçalo Gomes (14' da segunda parte) foram os autores dos remates certeiros. 
 
A próxima jornada disputa-se sexta-feira frente à selecção dos Açores, que derrotou a Madeira por 4-1. 
 
Jornadas da AP Lisboa:
AP-Lisboa-AP Ribatejo, 3-0;
RA Açores-AP Lisboa (14h, sexta-feira);
AP Lisboa-AP Porto (21h, sexta-feira);
AP Madeira-AP Lisboa (13h, sábado)
 
Acompanhe a competição aqui
Foto César Santos

Plantel de hóquei trocou patins pelas raquetes

Por Jornal Sporting
31 Mar, 2017

Foi um dia diferente aquele que toda a equipa de hóquei em patins passou, experimentando a modalidade de padel

Esta manhã de sexta-feira foi diferente das demais para o plantel de hóquei em patins do Sporting CP. Desde logo porque não incluiu patins. Os jogadores e respectiva equipa técnica dirigiram-se até ao Lx Indoor Padel, em Loures, para experimentar a modalidade. Com um pouco menos talento do que nos rinques, mas boa disposição durante toda a actividade, os leões competiram entre si e, no final, Paulo Freitas, treinador da equipa leonina, analisou a performance dos seus pupilos.

"Claramente o Tuco é o melhor. O João Pinto aproveitou as suas valências para poder também ganhar, mas o Tuco está acima dos restantes", opinou, meio em jeito de brincadeira, fazendo de imediato o paralelo para a modalidade de que faz parte. "Aquilo que é fundamental no hóquei em patins é entendermos que não podemos estar à espera que o nosso vizinho do lado resolva. Por outro lado, por norma um mau desempenho individual afecta o colectivo", considerou o técnico, explicando melhor o porquê da opção pelo padel.

"Tirámos os jogadores do contexto habitual, dos patins, dos sticks, das luvas, das joelheiras, e criámos uma actividade diferente, com um carácter muito lúdico, onde se criam algumas dinâmicas de grupo e onde se fomentam sentimentos de partilha, de grupo e de coesão. Sempre disse que respeito o passado, mas entendo que este tipo de coisas são permanentemente necessárias. Teremos de o fazer de forma constante e não só pelo facto de eventualmente termos sentido que pudesse faltar. Não é disso que se trata. É apenas porque entendemos que é fundamental para o processo este tipo de actividades", justificou, Paulo Freitas, ressalvando não ter encontrado qualquer tipo de problemas no seio do balneário verde e branco.

Páginas

Subscreva RSS - Hóquei em Patins