Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Sporting Olympics - Rio 2016 - Tóquio 2020

Gonçalo Carvalho

Está aqui

Biografia
Gonçalo Miguel Carvalho Conchinhas

Natural de Lisboa teve desde sempre um contacto muito próximo dos cavalos, fruto da ligação da família ao mundo equestre e também à competição. O avô materno e o tio foram ambos profissionais na variante de obstáculos mas durante alguns anos essa possibilidade não se perspectivava para Gonçalo Carvalho. A asma obrigou a um interregno na sua ligação com os cavalos, entre os oito e os dezasseis anos, momento em que decide ir contra as indicações médicas e retoma, inicialmente às escondidas, esse contacto. A verdade é que o problema desapareceu e desde 2004 que entrou no mundo da alta competição, sendo por várias vezes campeão nacional da disciplina de ensino (dressage).

Atingiu o auge em 2012, marcando presença na final olímpica de Londres (16.º lugar), com Rubi, o seu cavalo de sempre. Foram a dupla revelação da prova e uma forte afirmação do cavalo lusitano no panorama internacional, tendo competindo em conjunto por mais um ano e meio, momento em que Gonçalo Carvalho passa a montar a égua Batuta, também ela um puro sangue lusitano.

É entre 2014, momento em que passa a integrar o projecto olímpico do Sporting CP, e 2016 que o cavaleiro leonino obteve os melhores resultados de sempre, sendo finalista do Campeonato da Europa de 2015 e medalhado em várias provas de nível internacional. A presença no Rio de Janeiro era quase certa mas acabou por não acontecer, naquela que é a maior desilusão da sua carreira. Alguns países aproveitaram o último fim-de-semana de qualificação para marcar concursos com patrocinadores e juízes contratados e apareceu a possibilidade de outros atletas fazerem pontuações altas, fruto das alterações no sistema de qualificação, que contabilizava as quatro melhores marcas em vez das oito exigidas no ciclo olímpico terminado em Londres. Foi o primeiro suplente para os Jogos do Rio de Janeiro mas acabou por não marcar presença e pensou mesmo em desistir da competição.

Hoje, com mais um ciclo olímpico a entrar na fase decisiva, surge mais motivado do que nunca a atingir em Tóquio aquilo que não foi possível há quatro anos atrás.

Clubes anteriores

2004-2014: Escola Portuguesa de Arte Equestre
2014: SPORTING CP

Prémios

MEDALHAS DE OURO (4)
4 - Campeonato de Dressage de Portugal (2010, 2012, 2015 e 2016)