Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Sporting Olympics - Rio 2016 - Tóquio 2020

Pedro Pinotes

  • 30 Anos Natação
  • Data de nascimento 30 setembro 1989 189 cm | 78 kg
  • País Portugal

Está aqui

Biografia
Pedro Miguel Alves Pinotes

Pedro Pinotes nasceu em Viana, Angola, mas de lá pouco se recorda. De Moçambique, sim, tem muitas memórias. Das duas nações, retira grande parte daquilo que é hoje. “Deixei Angola com apenas dois anos e alguns meses. Vim para Portugal e, pouco menos de dois anos depois, regressei a África, desta vez a Moçambique, onde vivi até aos sete anos e de onde tenho imensas recordações. Apesar de já estar em Portugal há muitos anos, continuo a ter hábitos e influências da cultura africana, principalmente na música e na gastronomia”, afirma Pinotes, internacional angolano desde 2008 – depois de, quatro anos antes, ter regressado ao país natal de férias. “Regressei a Angola pela primeira vez em 2004 para passar férias e rever alguns amigos dos meus pais e familiares. Nessa ocasião, acabei por ir treinar ao Clube Náutico da Ilha de Luanda, a convite desse clube, e desde então fiquei referenciado para representar a selecção angolana uns anos depois, o que acabou por acontecer a partir de 2008”, explica.

Competir por Angola é, para Pinotes, seguir a ordem natural das coisas. “Tenho um grande orgulho em representar o meu país, com o qual me identifico muito, embora não passe lá tanto tempo como gostaria. Espero ir para lá viver quando terminar a minha carreira de nadador”, revela, ainda que por vezes seja inglório representar o seu país, tendo em conta os contratempos de competir em África. “Participo em todas as grandes competições angolanas e africanas e desloco-me propositadamente a Angola durante pouco mais de um mês, para esse efeito. Por vezes acontecem imprevistos que prejudicam toda a minha preparação e isso é o ponto mais negativo de representar uma selecção africana. Por exemplo, em 2008, nos Campeonatos Africanos de Natação, cancelaram algumas provas do calendário”, explica o atleta ‘leonino’.

No Campeonato do Mundo de Piscina Curta realizado em Doha, nos Emiratos Árabes Unidos, um jovem que há poucos dias tinha defendido a sua tese de mestrado integrado em Engenharia Civil Hidráulica, no Instituto Superior Técnico de Lisboa, bateu dois novos recordes, um pessoal e outro nacional, nos 400 metros livres e 100 metros estilos, respectivamente. Recordes na natação, boas notas escolares e uma boa dose de convívio e música africana – uma junção das raízes do atleta ‘verde e branco’, adquirida pelo exemplo de uma postura rigorosa mais levada pelo pai, José Manuel Pinotes, e uma outra social, tida principalmente pela mãe, Maria da Graça Pinotes, também ela apaixonada pelo mar. E, de facto, a água está sempre presente. Na faculdade, em que a área que estuda está com ela relacionada; na sua vida desportiva, com a natação; e no lazer, com o barco do pai que gosta de conduzir no rio Tejo, quando há tempo para tal. É caso para dizer: ‘Água de manhã à noite’.

Das três opções aquáticas, uma parece estar a dar os seus últimos passos. Mas só o tempo o dirá. “Vai sempre depender da opção dele. Mais tarde ou mais cedo, terá um desafio profissional e cabe-lhe pensar naquilo que pretende e se é possível conciliar ou não”, avança o técnico Sportinguista Carlos Cruchinho. De qualquer forma, Pedro Pinotes terá sempre a opção de seguir as braçadas da antiga glória ‘verde e branca’, António Bessone Basto – de quem já recebeu um cachecol com o seu nome – que, frequentemente, vai nadando pelas águas do Tejo.

No Mundial, em cinco categorias disputadas, Pedro Pinotes ficou longe das medalhas em todas elas. Uma mão cheia de teses complicadas, ou não fosse um Campeonato do Mundo. O atleta representa a selecção de Angola desde 2008. Agora, nos Jogos Olímpicos, o nadador do Sporting CP enfrentará novos desafios, mas a piscina de que partiu e aquela em que mergulhará já serão suficientes motivos para que se sinta orgulhoso do seu trajecto.

Clubes anteriores
2002-2007 Évora Clube de Natação
Prémios

- 30.º lugar na prova de 400m Estilos nos Jogos Olímpicos de Londres

- Obtenção do mínimo B de qualificação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro aos 200m e 400m Estilos

- Obtenção do mínimo B de qualificação para os Jogos Olímpicos de Londres aos 400m Estilos

- Prémio 'Angola 35 Graus' na Categoria Desporto – 2015

- Atleta MVP masculino pela AAOA – Associação de Atletas Olímpicos de Angola – 2015

- Medalha de prata na prova de 400m Estilos nos All African Games - 2015

- Porta-Estandarte de Angola na Cerimónia de Abertura nos All African Games – 2015

- Medalha de bronze na prova de 200m Mariposa nos All African Games - 2011

- Medalha de bronze na prova de 1.500m Livres no Campeonato Africano – 2012

- Medalha de bronze na prova de 4x100m Estilos no Campeonato Africano – 2008

- Melhor atleta global masculino no Campeonato Zonal 3&4 de África – 2015

- Melhor atleta global masculino e no escalão 17-29 anos no Campeonato Zonal 3&4 de África – 2014

- 10 Medalhas de Ouro no Campeonato Zonal 3&4 de África - 2015

- 9 Medalhas de Ouro no Campeonato Zonal 3&4 de África – 2014

- 1 Medalha de Prata no Campeonato Zonal 3&4 de África - 2014

- Presença em quatro finais na Taça do Mundo de Natação

- Capitão da equipa absoluta masculina do Sporting Clube de Portugal desde 2008

- Pentacampeão Nacional de Clubes da 1.ª Divisão de Portugal – 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016

- Vencedor da Taça de Portugal Rendimento – Época 2013/2014

- Campeão Nacional de Clubes da 2.ª Divisão de Portugal – 2008 e 2011

- Campeão Nacional individual absoluto por 33 vezes em Portugal e 112 vezes em Angola

- Actual Recordista Nacional absoluto em piscina longa nos 4x200m Livres em Portugal e em 17 das 22 distâncias em Angola

- Actual Recordista Nacional absoluto em piscina curta em 18 das 23 distâncias em Angola

- 7.º classificado na prova de 5km do Campeonato Africano de Águas Abertas – 2010

- Vencedor do Circuito de Águas Abertas do Algarve em 2009, 2010, 2012, 2013 e 2014