Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Sporting Olympics - Rio 2016 - Tóquio 2020

Sara Moreira

  • 34 Anos Atletismo
  • Data de nascimento 17 outubro 1985 1,68m | 49kg
  • País Portugal

Está aqui

Biografia
Sara Isabel Fonseca Moreira

Sara Moreira começou a praticar atletismo no NA Roriz, tendo posteriormente representado o FC Porto e o Estreito, onde esteve até 2007. Durante a sua formação, a atleta foi quatro vezes consecutivas vice-campeã nacional de Corta Mato – duas em juvenis e duas em juniores – e campeã nacional juvenil nos 1.500 e nos 3.000 metros. O seu primeiro grande título chegou quando se sagrou campeã de Portugal nos 3.000 metros obstáculos, depois de obter os mínimos necessários para os Mundiais de Osaka. Os seus excelentes registos transferiram-na para o Maratona, onde se tornou numa das melhores fundistas portuguesas e tem construído uma carreira invejável: dois títulos de campeã de Portugal nos 5.000 metros (2014 e 2015); um dos 10.000 metros (2015, com a segunda melhor marca de sempre); quatro nos 3.000 metros obstáculos (2007, 2008, 2009 e 2011); e dois nos 1.500 metros (2010 e 2012). Em pista coberta, foi seis vezes campeã de Portugal nos 3.000 metros (2007, 2008, 2009, 2010, 2013 e 2016) e duas vezes nos 1.500 metros (2011 e 2013). No ano de 2008, bateu o recorde nacional dos 3.000 metros obstáculos e, em Pequim, estreou-se nos Jogos Olímpicos. É importante referir a conquista da medalha de ouro nos Jogos da Lusofonia, em 2009, na categoria dos 5.000 metros. Conquistou a medalha de bronze no Campeonato da Europa realizado em Barcelona, em 2010 e, mais recentemente, a medalha de ouro na meia maratona do Campeonato da Europa de Amesterdão.

Tinha como grande objectivo terminar a maratona de Nova Iorque, realizada em 2014, mas a boa preparação que teve para a prova pregou-lhe uma surpresa e conquistou a medalha de bronze. “Senti que não podia deixar escapar esta oportunidade de participar numa das melhores provas do Mundo. Vinha numa altura boa porque ainda estávamos longe dos Jogos Olímpicos e, se algo corresse mal, tinha tempo para recuperar”, explicou Sara Moreira, atleta que, nessa semana, baptizou o filho Guilherme, assinou pelo Sporting CP e arrecadou o pódio na maratona de Nova Iorque.

A atleta ‘leonina’ tinha estado muito tempo sem competir, devido à gravidez, e as condições do dia da maratona não adivinhavam uma classificação tão boa. “No dia da maratona estava muito desagradável para correr, os próprios membros da organização diziam que nunca tinham tido um clima tão mau como aquele em dias de maratona. Foi o dia mais frio em Nova Iorque depois do Verão. Penso que acabou por dar ainda mais valor à minha prestação”. Para Sara, o nascimento do seu filho foi um grande salto para o fim de um mito. “Havia muito esse estigma no mundo do atletismo e em Portugal ainda se mantém, se bem que menos, se compararmos com o que acontecia há alguns anos. Não existe nenhum caso como o meu no nosso País. Já houve quem tivesse um filho e corresse de novo mas foi por muito pouco tempo e sem qualquer objectivo de continuar ao mais alto nível. Eu pretendo correr muito mais tempo”, revelou. Se em Portugal é um exemplo único, no estrangeiro há já vários casos de sucesso de atletas que engravidaram e que, não só voltaram ao mais alto nível, como também venceram provas. Sara Moreira já faz parte dessa lista visto que, depois da excelente marca que alcançou em Nova Iorque, participou na maratona da República Checa, em maio passado, terminando em segundo lugar e batendo um recorde pessoal. Neste momento, e já qualificada para os Jogos Olímpicos Rio 2016, o horizonte afigura-se risonho para a atleta de Roriz, terra onde nasceu. 

Clubes anteriores

2004-2007: Grupo Desportivo do Estreito

2008-2010: Maratona

2010-2014: Individual

2014: SPORTING CP

Prémios

- 1 Taça dos Clubes Campeões Europeus (2016)

- 2 Campeonatos Nacionais de Clubes de Pista (2015 e 2016)

- 2 Campeonatos Nacionais de Clubes em Pista Coberta (2015 e 2016)

- 2 vezes campeã de Portugal dos 5.000 metros (2014 e 2015)

- 1 vez campeã de Portugal dos 10.000 metros (2015)

- 4 vezes campeã de Portugal dos 3.000 metros obstáculos (2007, 2008, 2009 e 2011)

- 2 vezes campeã de Portugal dos 1.500 metros (2010 e 2012)

- 6 vezes campeã de Portugal em Pista Coberta dos 3.000 metros (2007, 2008, 2009, 2010, 2013 e 2016)

- 2 vezes campeã de Portugal em Pista Coberta dos 1.500 metros (2011 e 2013)

- Medalha de ouro na meia maratona do Campeonato da Europa (2016, Amesterdão)

- 13.º lugar no Campeonato do Mundo de 2007, 3.000 metros obstáculos

- 10.º lugar no Campeonato do Mundo de 2009, 5.000 metros

- Medalha de bronze no Campeonato da Europa de 2010, 5.000 metros

- 6.º lugar no Campeonato do Mundo em Pista Coberta de 2010, 3.000 metros

- Medalha de prata no Campeonato da Europa em Pista Coberta de 2009, 3.000 metros

- Medalha de ouro no Campeonato da Europa em Pista Coberta de 2013, 3.000 metros

- Medalha de bronze no Campeonato da Europa Sub-23 de 2007, 3.000 metros obstáculos

- 16.º lugar no Campeonato do Mundo de Corta-Mato de 2009

- Medalha de bronze por equipas no Campeonato do Mundo de Corta-Mato de 2009

- 9.º lugar no Campeonato da Europa de Corta-Mato de 2010

- 10.º lugar no Campeonato da Europa de Corta-Mato de 2009

- 3.º lugar na maratona de Nova Iorque de 2014

- 2.º lugar na maratona de Praga de 2015

- 4.º lugar na maratona de Nova Iorque de 2015