Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Taxonomy term

Português, Portugal
Foto César Santos

Juventude Leonina celebra 41.º aniversário

Por Jornal Sporting
18 Mar, 2017

Grupo organizado realizou jantar em que estiveram presentes, entre outros, Bruno de Carvalho e Jorge Jesus

Foi nesta sexta-feira à noite que o grupo organizado verde e branco Juventude Leonina realizou o jantar corresponde aos festejos do seu 41.º aniversário. Num evento realizado no Parque das Nações, com muitos Sportinguistas, o ambiente foi de festa e foram consagrados vários membros do grupo de adeptos mais antigo de Portugal, bem como alguns Núcleos da mesma.

Entre os presentes, destaque para o Presidente Bruno de Carvalho e para Jorge Jesus, bem como para Gilberto Borges (dirigente de hóquei em patins do Clube), Hugo Canela (treinador da equipa leonina de andebol), Miguel Albuquerque (director-geral do futsal do Sporting), Leo, Djô, Merlim (todos jogadores de futsal) e para Mama Baldé e Gelson Dala (da equipa B).

Em declarações aos órgãos de comunicação do Sporting CP, o líder do grupo, Nuno Vieira Mendes (mais conhecido como Mustafá), mostrou-se muito satisfeito com a evolução do grupo e explicou a importância do jantar que reúne, ano após ano, cada vez mais Sportinguistas. "O nosso trabalho é meter a Juventude Leonina mais acima, com muito trabalho, porque só assim conseguimos apoiar mais o Sporting CP. Não descobri o segredo, mas não é fácil liderar uma claque como esta, com 6.000 Sócios, no entanto dá-me gosto fazê-lo. Neste ano chegaram 700 novos Sócios, mesmo estando nós na posição em que estamos, e reina a união", sublinhou ele que, no decorrer do jantar, foi um dos homenageados pelo trabalho desenvolvido no seio do grupo.

Foto José Cruz

"Viemos à Academia para os apoiar. Estamos unidos"

Por Jornal Sporting
20 Dez, 2016

Juventude Leonina marca presença no treino desta terça-feira e reitera apoio incondicional à equipa

O líder da Juventude Leonina Nuno Vieira Mendes, conhecido como Mustafá, garantiu que a presença do grupo organizado de adeptos no treino da equipa principal de futebol do Sporting CP foi uma manifestação de crença e suporte aos jogadores: "Estamos unidos. Não viemos aqui criticar ninguém. Quando está mal, estamos todos mal. Não é o caso. Estávamos a dois pontos do Benfica, quando fomos à Luz, mas, aí toda a gente viu o que se passou. Estaríamos à frente. O jogo frente ao Braga foi um percalço."

A torcida tinha cerca de 50 adeptos e teve a possibilidade de expressar ao capitão, Adrien Silva, e ao treinador, Jorge Jesus, algumas considerações sobre o momento da equipa. Mustafá elogiou a disponibilidade dos responsáveis leoninos para receber os Adeptos, reforçando a motivação para a ida à Academia de Alcochete: "Estamos aqui para mostrar que estamos unidos como sempre. Não estamos aqui só nas vitórias. A equipa merece o nosso apoio. Nós continuamos a acreditar e temos a certeza que a equipa também acredita em todos os objectivos que tem para vencer".

Jorge Jesus esteve em conversa prolongada com a massa adepta e valorizou a presença e o apoio dado pela Juventude Leonina, reconhecendo uma tristeza geral com os últimos resultados.

"Ninguém anda feliz. Daí que seja importante sentir a força dos Adeptos. É sempre bom ter-vos atrás da baliza, a dar motivação aos jogadores. Há muita coisa para ganhar. Só se trabalha com vontade e com confiança se tivermos apoio dos nossos mais próximos. Fico satisfeito pela vossa atitude", reitera o técnico, após conversa tranquila e em ambiente de diálogo entre Sócios e jogadores. 

Fundação Sporting e Juventude Leonina em acção de solidariedade

Por Jornal Sporting
08 Jul, 2016

Três membros da claque e Francisco Tavares, do andebol, visitaram Cercisa em iniciativa efectuada em conjunto com a Fundação

Esta foi uma manhã diferente para os jovens da Cersisa - Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Seixal e Almada -, que foram surpreendidos pela visita de Francisco Tavares, jogador do plantel verde e branco de andebol, bem como de três membros da Juventude Leonina e de alguns dos responsáveis pela Fundação Sporting. A acção organizada pela claque, em conjunto com a Fundação leonina, teve como objectivos proporcionar um dia distinto aos jovens da Cercisa e distribuir alguns presentes e bens alimentares pelos mesmos. Foi clara a satisfação geral ao ver as cores leoninas que os membros da claque foram exibindo, ora através de alguns cachecóis, livros, ora até pela camisola que ostentavam.

Perante as variadas demonstracções de carinho que foi recebendo, o andebolista mostrou-se também ele feliz pelo reconhecimento das crianças e adolescentes. Sobretudo pela oportunidade de interacção que, de outra forma, dificilmente teriam possibilidade de conhecer os jogadores: “Quando somos destacados para este tipo de iniciativas ficamos sempre muito contentes. São pessoas que não têm tantas possibilidades de ir aos estádios, neste caso aos pavilhões, e assim vimos nós até elas e demonstramos um bocadinho do que é o Sporting. Saio daqui com uma outra visão de um lado que não é tão bom, mas ao qual queremos dar o nosso contributo”, afirmou Francisco Tavares.

Graça Marques, presidente da direcção da Cercisa, que guiou a visita pelas instalações e pelas diversas salas e grupos de jovens, revelou que este tipo de actividades são fundamentais para os jovens que vivem muitas vezes de acordo com uma rotina rígida. “É sempre diferente e óptimo receber pessoas que trazem emoção e uma dinâmica diferente ao dia-a-dia deles. Aqueles que já eram do Sporting estavam felicíssimos e ansiosos pela visita mas mesmo os que não são gostaram muito do gesto das pessoas que cá vieram. É muito importante para eles”, declarou a presidente da associação.

Na rua, no Estádio... ou num jantar de Natal

Por Jornal Sporting
12 Dez, 2015

Juventude Leonina realizou hoje o seu jantar de Natal, com a presença de figuras ilustres do Clube

Ontem, marcaram presença no Estádio e ajudaram a equipa a conseguir o desejado triunfo e consequente passagem aos 16-avos-de-final da Liga Europa. Hoje, com a missão já cumprida, voltaram a reunir-se, mas por outras razões: o jantar de Natal do Grupo Organizado de Adeptos Juventude Leonina realizou-se, esta noite, na Quinta das Laranjeiras, Fernão Ferro.

“Para nós, é sempre importante reunirmo-nos, ainda para mais nesta época natalícia, uma época para as famílias. Como isto é uma grande família Sportinguista, juntamo-nos sempre no nosso convívio de Natal. Este ano, bem organizado, com a presença de vários jogadores e Presidente. No fundo, queremos realçar que o espírito entre nós não acontece só nesta altura do ano, mas sempre. Sentimos um crescimento a nível de Juventude Leonina muito grande e vemos um Sporting cada vez mais forte, com uma grandeza cada vez maior no panorama nacional”, afirmou Samico, um dos líderes da Juventude Leonina, corroborado pelo veterano Fernando Mendes: “É um grande orgulho ver esta sala cheia. Já sou da Juventude Leonina há 35 anos, desde os meus onze anos, fiz parte da Direcção e é um orgulho enorme ver esta renovação. Há malta da minha geração que está cá com os filhos, que também pertencem à Juventude Leonina. Isso mostra que há vitalidade e renovação. A união faz a força e todos juntos não deixamos morrer o Sporting”.

Ao todo, foram quase 300 os Sportinguistas que se deslocaram até à margem sul do Tejo para celebrarem mais uma quadra natalícia passada com a família que escolheram – a ‘leonina’. E não poderiam faltar alguns dos representantes máximos do Clube, com o Presidente Bruno de Carvalho a marcar presença no evento, acompanhado por André Geraldes, Oficial de Ligação aos Adeptos, e pelos jogadores da equipa de futebol profissional João Pereira, Ricardo Esgaio, Marcelo Boeck e André Martins e o treinador de guarda-redes Nélson Pereira.

“É sempre importante estarmos aqui e estarmos ligados aos adeptos não só no Estádio mas também fora dele. O Sporting é uma nação, não podíamos deixar de marcar presença aqui, tal como eles não deixam de ir a todo o lado onde nós vamos. Para eles e para nós, é importante estarmos perto uns dos outros, porque no Estádio existe um espaço enorme entre nós. Ao estarem connosco, eles percebem o quão é importante o apoio deles para nós e nós sentimos ainda mais de perto o que é o amor de um adepto pelo Sporting”, explica o guardião Marcelo Boeck.

 As modalidades não se fizeram rogadas e também colocaram o seu nome na lista de participantes, com os atletas André Sousa e Caio Japa a representarem o futsal ‘verde e branco’, ao passo que o andebol levou até à Quinta das Laranjeiras o director Jorge Sousa e o jogador Pedro Portela. De realçar que o hóquei em patins não pôde estar presente já que se encontra na Alemanha, onde amanhã irá defrontar o Cronenberg, em partida a contar para a primeira mão dos oitavos-de-final da Taça CERS.

“É um prazer enorme poder estar num evento destes, estar mais perto daqueles que sofrem connosco e vibram com as nossas conquistas. É muito bom estar mais próximo deles, que constituem a grande família do Sporting. É a maneira que temos de lhes retribuir todo o apoio que nos dão nos momentos bons e menos bons e tudo aquilo que fazem por nós dentro de campo”, atira Caio Japa, em sintonia com Pedro Portela: “É uma retribuição de tudo o que nos dão ao longo do ano inteiro, como nos deram, por exemplo, nas finais do ano passado, contra o FC Porto, ou há cinco anos atrás, na final da Taça Challenge, que ganhámos com o apoio deles. É muito importante tê-los connosco nos jogos e nos pavilhões porque são um jogador a mais dentro de campo e deixo já o apelo para que apareçam ainda mais em massa nos pavilhões. São muito importantes para nós”.

Antes do jantar, tempo para um momento, no mínimo, emocionante, prova de que os Grupos Organizados de Adeptos ‘leoninos’, à imagem do Sporting, são e proporcionam mais do que aquilo que fazem dentro dos estádios e pavilhões. A Juventude Leonina, em colaboração com o Sporting e a equipa profissional de futebol, ofereceu ao jovem Gonçalo, Sportinguista que nasceu com uma deficiência motora, uma cadeira de rodas indispensável à sua locomoção, no valor de quase 12 mil euros. Mustafá, um dos líderes do Grupo Organizado de Adeptos ‘leonino’, teve a honra de entregar em mãos a cadeira de rodas ao pequeno Gonçalo e à sua mãe, visivelmente emocionada com o gesto.

“Esta iniciativa deu-se porque tivemos um jantar de aniversário, vimos a situação do Gonçalo e ficámos chocados com o que se passava. Falámos com os pais dele e dissemos-lhe que, pelo Natal, íamos tentar fazer os possíveis para entregar uma cadeira de rodas ao Gonçalo. Não foi fácil, é uma cadeira de 12 mil euros. Mas a Juventude Leonina entre todos os seus Sócios e com a ajuda do Sporting tornou possível entregar esta cadeira ao Gonçalo provando que o prometido é devido”, explicou Mustafá.

Os cânticos ‘verde e brancos’, esses, não faltaram. Antes, durante e depois da refeição, o espaço que acolhia o jantar transformou-se numa pequena bancada de Alvalade, sem espaço para acolher todos aqueles que semanalmente se deslocam ao Estádio. Com direito a espectáculo musical no final, o jantar terminou em beleza com o desejo de um Natal repleto de vitórias do Sporting Clube de Portugal e de um Estádio Alvalade cada vez mais cheio, jogo após jogo. “O 12.º jogador é muito importante, o público tem sido fundamental e queremos cada vez mais apoio. Espero que contra o Moreirense consigamos mostrar o excelente momento que estamos a atravessar e comecemos a encher o Estádio com essa força adicional que faz com que os nossos jogadores se superem. A bancada das claques está sempre cheia, têm sido fundamentais porque o ser humano tem tendência a superar-se quando sente um apoio grande e os Sportinguistas têm essa força adicional” constatou o Presidente Bruno de Carvalho, concluindo: “Temos cada vez mais Sócios, as pessoas sentem cada vez mais orgulho e vontade de se tornarem Sócias e isso é muito importante na aproximação da família Sportinguista”.

Subscreva RSS - Juventude Leonina