Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Futsal

Foto César Santos

"Os meus jogadores estiveram extraordinários"

Por Jornal Sporting
22 Mar, 2017

Nuno Dias mostrou-se muito satisfeito com a exibição dos leões ao longo dos 40 minutos

Nuno Dias mostrou-se muito contente com a prestação da equipa do Sporting CP na goleada frente ao Futsal Azeméis (7-1). "Só com uma excelente organização como a que tivemos e com os jogadores a encararem todos os lances com a máxima seriedade como o fizeram é que era possível obter um resultado destes. Não há nada a apontar, os meus jogadores estiveram extraordinários. Continuamos num excelente momento e queremos prolongá-lo", assinalou ao Jornal Sporting.
 
Os leões dispararam no marcador no segundo tempo e o técnico explicou o que fez a diferença. "O Cristiano teve algumas excelentes intervenções na primeira parte. Foi uma altura do jogo em que o Azeméis defendeu muito bem as nossas situações. No segundo tempo ainda conseguiram reduzir para 2-1, mas o nosso ritmo e a nossa qualidade facilitaram-nos as coisas e dificultou-as para o adversário, que a partir de uma certa altura, e com o avolumar do resultado, foi quebrando. Às vezes, as pessoas confundem intensidade com qualidade e dizem que a nossa equipa tem muita intensidade. Eu acho é que nós temos muita qualidade porque corremos depressa, mas para os sítios certos. Eu conheço formações que têm muita intensidade, mas correm de forma errada. Não abrem espaços, nem se movimentam para os sítios que deviam. E a nossa equipa é rápida a executar, movimenta-se com agressividade em direcção à baliza adversária e, se calhar, é por isso que dizem que temos muita intensidade. Acima de tudo, o que fazemos é jogar depressa e bem", assinalou.
 
Merlim e Diogo voltaram à competição com um golo cada um, mas o técnico dos campeões nacionais realça que o mais importante é que ambos adquiriram ritmo competitivo. "Nesta altura precisam de ritmo. O golo pela qualidade que têm iria acabar por aparecer naturalmente. Mais importante do que marcarem, era jogarem. Em relação ao Merlim, queremos que volte ao nível extraordinário que apresentou na Taça da Liga. E ele vai lá chegar no momento certo. Está melhor, já está a treinar connosco há semana e meia. O Diogo parou menos tempo e também está a voltar. O Leo também está praticamente recuperado e o João Matos já deve jogar no fim-de-semana. Agora cabe-me a mim decidir quem vai a jogo", concluiu.
Foto César Santos

Segunda parte de enorme nível arrasou o Azeméis

Por Jornal Sporting
22 Mar, 2017

Sporting CP continua imparável na liderança do campeonato, tendo vencido por 7-1, com cinco golos no segundo tempo

A equipa de futsal do Sporting CP continua a arrasar os adversários que lhe aparecem pela frente. Esta quarta-feira, a vítima foi o Futsal Azeméis, em jogo antecipado da 25.ª jornada do Campeonato Nacional.
 
O encontro começou numa toada calma, com o equilíbrio como nota dominante. O Sporting CP tinha dificuldades para arranjar espaço no ataque e foi mesmo o Futsal Azeméis a criar a melhor chance. Apesar da ausência de oportunidades flagrantes, os leões conseguiram inaugurar o marcador a 12 minutos do intervalo, numa jogada em que tiveram alguma sorte. Pedro Cary rematou e a bola tabelou no experiente Israel, traindo o antigo guarda-redes do Sporting CP, Cristiano. Logo a seguir os visitantes podiam ter restabelecido a igualdade após uma boa iniciativa individual de Luís Miguel, mas André Sousa defendeu com os pés.
 
Aos 12 minutos foi Cavinato quem tentou a sorte de longe, mas Cristiano desviou para canto. A qualidade individual dos verdes e brancos iria fazer a diferença um minuto e meio depois, com Diogo, regressado de lesão, a rematar forte e colocado sem hipóteses para Cristiano. O Sporting CP podia mesmo ter chegado ao terceiro golo na jogada seguinte, mas Fortino surgiu ligeiramente atrasado ao passe de Paulinho.
 
Os campeões nacionais começaram a empurrar a equipa visitante para dentro de área e, no espaço de 15 segundos, criaram mais duas soberanas oportunidades. Deo, após jogada individual, rematou ao poste e Fortino, em excelente posição, rematou ao lado após assistência de Cavinato. Já em cima do intervalo foi o artilheiro do campeonato, Diego Cavinato, a tentar um golo muito bonito, picando a bola por cima de Cristiano, mas o guardião conseguiu responder à altura. O antigo guarda-redes dos verdes e brancos estava inspirado e logo a seguir voltou a evitar o terceiro tento com uma extraordinária defesa a remate de Diogo.
 
Quinze segundos do segundo tempo e nova chance para os leões, com Varela a rematar ligeiramente ao lado. Sem que nada o fizesse prever, aos quatro minutos da segunda parte o Futsal Azeméis reduziu a diferença e reentrou na luta pelo resultado. Remate forte e colocado de Porfírio Leitão, na cobrança de um livre, a surpreender André Sousa.
 
Dois minutos volvidos e os pupilos de Nuno Dias tiveram uma grande oportunidade para colocar a vantagem novamente em dois golos. Bela jogada colectiva, com Deo na ala esquerda a colocar a bola no meio onde apareceu Cavinato, livre de oposição, a rematar ligeiramente por cima. O internacional italiano estava com vontade de cimentar ainda mais o estatuto de goleador e logo a seguir só não o fez devido a um corte 'in extremis' do defesa da equipa que veio de Oliveira de Azeméis. Não marcou Cavinato, marcou um dos seus compatriotas (29'). E que golo de Fortino! Trabalho individual de grande qualidade do pivot transalpino, seguido de um remate indefensável. Passou apenas um minuto e os leões fizeram o quarto golo, acabando com as dúvidas quanto ao vencedor do encontro. Lance habitual de bola parada da formação orientada por Nuno Dias, com o ala Paulinho a finalizar com um remate cruzado após assistência de Merlim.
 
O Azeméis sentia muitas dificuldades e Merlim, que não jogava desde os quartos-de-final da Taça da Liga, mostrava muita vontade de deixar a sua marca no regresso à quadra. Primeiro, numa curta diagonal, jogada habitual do seu reportório técnico, deixou as mãos de Cristiano a arder. Depois fez levantar o pavilhão com um enorme golo, numa jogada individual onde espalhou magia (32'). Os verdes e brancos fizeram uma segunda parte de excelente nível, não abrandando o ritmo, e no mesmo minuto Diogo, também ele de regresso às opções de Nuno Dias, fez o sexto golo.
 
A equipa visitante apostou no guarda-redes avançado e na jogada praticamente a seguir ia sofrendo o sétimo tento. Diogo recuperou a bola e rematou para a baliza deserta, mas falhou por pouco. Os campeões nacionais estavam imparáveis e aos 36 minutos registaram mais um remate certeiro. Belo trabalho de Paulinho, que depois assistiu Anilton e o ala, com alguma sorte à mistura, também colocou o seu nome na lista de marcadores.
 
Até final, o Sporting CP ainda podia ter feito mais golos, mas tanto Anílton, como Gonçalo Portugal, não tiveram a melhor pontaria. O resultado final foi então de 7-1, com os leões a decidirem a partida com quatro golos entre os 29 e os 32 minutos, após o Azeméis ter reduzido a desvantagem para um golo.
Foto José Cruz

"Vamos entrar num ciclo de jogos complicados"

Por Jornal Sporting
21 Mar, 2017

Raúl Oliveira lembrou o exigente calendário do Sporting CP na antevisão ao duelo com o Futsal Azeméis

Pedro Cary já tinha relembrando e Raúl Oliveira, treinador de guarda-redes da equipa de futsal leonina, reforçou: "Esperamos um encontro complicado contra o Futsal Azeméis, tal como o da primeira volta [vitória do Sporting CP por 4-3]. Não vão existir facilidades". 

De facto, as facilidades não vão existir durante nem depois da partida antecipada da 25.ª jornada da Liga SportZone, isto porque os actuais campeões nacionais enfrentam um calendário exigente na recta final desta fase da competição. Ciente do compromisso, mas pronto para encarar o que aí vem, o técnico afirmou que os leões têm de suar a camisola.
 
"Vamos entrar num ciclo de jogos complicados. Jogamos com o  Azeméis, visitamos o Fundão, recebemos o Pinheirense, de seguida temos o dérbi na Luz e ainda nos deslocamos ao terreno do Modicus. Não podemos vacilar. Há que assumir as responsabilidades e estou certo de que com estes jogadores podemos atingir os nossos objectivos", vincou. 
 
Em relação à última partida, frente ao Vinhais, o treinador verde e branco assumiu os erros, ainda que tenha explicado que se tratou de um "encontro atípico". 
 
A antevisão não terminou sem que Raúl Oliveira passasse uma mensagem clara a todos os Sportinguistas que se têm questionado quanto ao estado físico de Leo. "Está a recuperar, como todos os outros. Os adeptos podem ficar tranquilos, pois os atletas vão estar ao mais alto nível para aquilo de que necessitamos", concluiu.
Foto DR

Seis leões convocados para a seleção sub-17

Por Jornal Sporting
20 Mar, 2017

Portugal tem dois encontros frente à Rússia agendados para os dias 28 e 29 de março

O seleccionador nacional, Pedro Palas, divulgou esta segunda-feira a lista de convocados da Selecção Nacional sub-17 para os dois jogos frente à Rússia, agendados para os dias 28 e 29 de Março, em Angra do Heroísmo, nos Açores.

O Sporting CP é o clube mais representado na equipa das quinas com 6 dos 14 atletas convocados:

Confira a convocatória:
ABC de Nelas: Rui Moreira;
ADCN Tenões: Ricardo Lopes;
ADCR Caxinas Poça Barca: Gustavo Rodrigues;
Associação de Moradores da Granja: Miguel Ribeiro e Tiago Silva;
Centro Social São João/Urgicentro: Daniel Costa;
G.D.C. Cohaemato: João Fonseca;
SL Benfica: Iuri Barros;
Sporting CP: Bernardo Paçó, Célio Coque, Hugo Silva, Ricardo Pinto, Tomás Paçó e Tomás Reis.

Foto César Santos

"Queremos manter-nos invictos"

Por Jornal Sporting
20 Mar, 2017

Disputa-se um Sporting CP-Futsal Azeméis na 25.ª jornada e Pedro Cary fez a antevisão do desafio

Aproximam-se os momentos das grandes decisões e a equipa de futsal do Sporting CP parece não saber o que é tirar o pé do acelerador. Os leões têm a melhor defesa, o melhor ataque e são a única equipa da Liga SportZone sem qualquer derrota. O que dizer sobre estas estatísticas? "São números que nos enchem de orgulho", afirmou Pedro Cary, que voltou à competição na última jornada, frente ao Vinhais (10-3), e perspectivou o duelo da 25.ª ronda, sendo que agora os verdes e brancos vão ter o Futsal Azeméis pela frente. 

"Vamos jogar contra um adversário difícil, que nos criou muitas dificuldades na primeira volta [triunfo leonino por 4-3 na jornada 12], por isso estamos preparados para um Azeméis forte", vincou, lembrando depois aqueles que têm empurrado os comandados de Nuno Dias para os bons resultados.
 
"Atravessamos um grande momento de forma. Está aos olhos de todos, mas principalmente aos nossos olhos e aos daqueles que nos têm acompanhado ao longo dos tempos: os Sportinguistas. Também por eles, queremos manter-nos invictos no campeonato", continuou.
 
Para último, ficou a análise individual, isto porque Pedro Cary tem atravessado alguns períodos de paragem devido a lesões e espera agora não ter "mais nenhum percalço". 
 
"Sinto-me bem. Foram dois meses difíceis. No entanto, com a ajuda dos meus colegas e da equipa técnica tudo se revolveu. Espero poder ajudar no que for preciso até final", finalizou.
 
O encontro entre Sporting CP-Futsal Azeméis realiza-se na quarta-feira às 20h30.
Foto César Santos

“O que fizemos hoje não nos chega”

Por Jornal Sporting
19 Mar, 2017

Apesar da robusta vitória frente ao Vinhais (10-3), Nuno Dias realçou que o Sporting CP é capaz de fazer mais

O treinador do Sporting CP, Nuno Dias, destacou a importância de mais um triunfo no campeonato, mas assinalou alguns pontos menos positivos do encontro frente ao Vinhais. “Todas as vitórias são importantes. Mas mais importante ainda é continuarmos a crescer e a melhorar as nossas prestações. Temos que melhorar e corrigir algumas coisas. Nem está tudo bem quando se dá uma goleada, nem está tudo mal quando se perde. Há sempre aspectos a melhorar e hoje apesar de termos feito 10 golos a nossa finalização podia ter sido melhor. Quanto ao lado defensivo não podemos sofrer golos da forma que sofremos. Dois deles em transições, com erros na nossa posse de bola e o outro em que após o drible do jogador do Vinhais não houve cobertura da nossa defesa. O que fizemos hoje não nos chega, queremos sempre fazer mais”, começou por dizer, em declarações ao Jornal Sporting, antes de realçar o apoio dos adeptos Sportinguistas.

“Quero deixar uma palavra de agradecimento para os nossos adeptos. O nosso papel é fazer boas exibições e bons resultados para lhes dar alegrias. O facto de o jogo ser realizado a uma hora tão tardia às vezes deixa-nos na dúvida se vão comparecer em grande número, mas felizmente isso voltou a acontecer. Acho que o merecemos e que fazemos por isso. Os adeptos gostam daquilo que vêm ver e continuam a aparecer em grande número e nós vamos continuar a fazer o que nós sabemos, que é oferecer-lhes boas exibições e bons resultados”, finalizou. 

Foto César Santos

De goleada em goleada, os leões seguem demolidores

Por Jornal Sporting
19 Mar, 2017

Sporting CP venceu de forma expressiva o Vinhais por 10-3, com Cavinato em destaque ao fazer um póquer

Antes de falar do encontro que colocou frente a frente o Sporting CP e o Vinhais, em jogo da 20.ª jornada do Campeonato Nacional, importa realçar a bonita iniciativa que o Gabinete de Apoio do Clube teve. Este domingo celebra-se o dia do pai e por isso os filhos dos jogadores leoninos quiseram surpreender os pais e entrarem com eles em campo. Só que o árbitro da partida, por ser algo que não estava previsto, decidiu não autorizar para desilusão dos jovens. Uma iniciativa que acabou mesmo por acontecer no final da partida. 

Quanto ao encontro começou com uma enorme surpresa. Cerca de 15 segundos decorridos no Pavilhão Multiusos de Odivelas e já o Vinhais estava em vantagem. Recuperação de bola da equipa visitante e Ivo Oliveira isolado não desperdiçou.

Os primeiros minutos do Sporting CP não foram famosos, com alguma precipitação no momento da finalização. Apesar disso, os leões foram coleccionando oportunidades, com Cavinato em evidência. Primeiro, em excelente posição, rematou por cima após uma boa combinação com Paulinho e logo a seguir, de novo em posição favorável, voltou a rematar para fora. A equipa orientada por Nuno Dias pressionava à procura da igualdade e no lance imediatamente a seguir foi Dieguinho a não ter também a melhor pontaria.

O conjunto leonino tanto insistiu que acabou mesmo por conseguir empatar a partida a 12 minutos do intervalo. Remate cruzado de Dieguinho, com Cavinato muito oportuno a desviar à boca da baliza. Logo a seguir, os verdes e brancos ficaram muito perto de ganhar vantagem no marcador com Deo a rematar com violência à trave. Não marcou o Sporting CP, voltou a marcar o Vinhais por intermédio do capitão de equipa Zezito após um bom desenho ofensivo.

Novamente em desvantagem, os leões criaram várias oportunidades para empatar, com o guarda-redes Tiago a aparecer em grande destaque na baliza do Vinhais. Mas o ataque do Sporting CP não abrandou e teve o resultado desejado, voltando a igualar o resultado num lance de bola parada. Fortino, ao primeiro poste, desviou de calcanhar e a bola chegou aos pés do capitão João Matos que não perdoou.

Os campeões nacionais não diminuiram a intensidade e acabaram por completar a reviravolta no marcador a sete minutos do intervalo. Jogada individual de Paulinho, com o ala a apostar no remate cruzado e a ser bem sucedido. Um minuto volvido e o Sporting CP aumentou a vantagem. Bela jogada de entendimento entre Dieguinho e Cavinato, com o artilheiro do campeonato a bisar na partida. O internacional italiano estava imparável e pouco depois completou o hat-trick, num bom gesto técnico, em mais um lance de bola parada.

Antes do intervalo ainda houve tempo para a formação orientada por Nuno Dias chegar ao sexto golo. Mais um excelente lance ofensivo, com Fortino, ao segundo poste, a empurrar para a baliza deserta. O descanso chegou então com 6-2 no marcador, com os leões a dispararem para um resultado volumoso depois de um início atípico em que estiveram em desvantagem por duas vezes.

O segundo tempo começou praticamente da mesma forma que o primeiro. Ou seja com um golo do Vinhais. Recuperação de bola do guarda-redes Tiago, que criou o desequilíbrio na defesa leonina, com a bola a chegar a Dário e o número 20 a não desperdiçar. Apesar da vantagem volumosa os leões responderam e voltaram a marcar pouco depois, com Fortino a bisar na partida após um excelente passe de Deo.

Depois de muitos minutos sem golos, os verdes e brancos fizeram mais dois num curto espaço de tempo. Primeiro foi Anilton a fazer um belo golo num remate de longe e pouco depois foi Cavinato, novamente com instinto matador, a chegar ao póquer e a fazer o nono golo dos leões. Até ao final houve ainda tempo para os campeões nacionais chegarem às duas mãos cheias de golos, com um auto-golo do defesa da equipa visitante.

Depois de ter ganho por 10-2 ao Vinhais na primeira volta, o Sporting CP voltou a atingir os dois dígitos e manteve a sua campanha goleadora no Campeonato Nacional, tendo atingido o número impressionante dos 116 golos em 20 jogos.

Destaque para a entrada em campo no final do jogo dos filhos dos jogadores leoninos, que depois de terem sido impedidos de entrar lado a lado com os seus pais antes do apito inicial puderam oferecer a tão desejada prenda do dia do pai.

 

Foto César Santos

"Vestir a camisola do Sporting CP é um desafio"

Por Jornal Sporting
17 Mar, 2017

Alex Merlim renovou contrato com os leões e reforçou a ambição e o sonho de conquistar a UEFA Futsal CUP

"Estou feliz". Quem o afirmou foi Alex Merlim, esta sexta-feira, depois de renovar o contrato que o liga à equipa de futsal do Sporting Clube de Portugal.

"Acho que é fruto de um trabalho do ano passado, em que fizemos uma época maravilhosa. Conseguimos vencer todos os títulos que disputámos e esta temporada estamos a perseguir os nossos objectivos. Vencemos a Taça da Liga e faltam mais três provas em que temos totais condições para conquistar", explicou ao Jornal Sporting o ala leonino, de 30 anos, determinado em conquistar cada vez mais títulos pelo emblema verde e branco.

"Vim para o Sporting para ganhar o maior número de troféus possível. A expectativa é boa. Vestir a camisola do Sporting CP é um desafio porque aqui temos que ser campeões em todas as provas que disputarmos. E eu não fujo disso", garantiu.

A pouco mais de um mês da disputa da UEFA Futsal Cup (finais de Abril), Alex Merlim reforçou ainda a ambição dos leões na prova... e não só. "É o sonho do Clube e de qualquer jogador, um dos principais campeonatos do mundo. Vai ser um sonho conseguir não só esse objectivo, como todos os outros. Temos que jogar sempre para vencer", sublinhou o jogador, que conta ajudar a equipa com a sua experiência nestas andanças, uma vez que apresenta já no currículo um troféu de campeão europeu ao serviço da selecção de Itália.

"Ajuda um pouco, mas todos os jogadores do plantel são experientes e a maioria de selecções. Posso ajudar, tal como eles a mim. O nosso grupo é muito unido", rematou.

Foto César Santos

"Jogo vai depender da forma como o encararmos"

Por Jornal Sporting
17 Mar, 2017

Nuno Dias projectou o duelo frente ao Vinhais, afirmando que assume o favoritismo, mas também a seriedade da equipa

A postura de Nuno Dias não muda conforme os adversários. Isso, os Sportinguistas já sabiam. Mais uma vez, o técnico esclareceu, na antevisão ao desafio da 20.º jornada, frente ao Vinhais, que o "jogo vai depender da forma como o encararmos", afastando as típicas 'facilidades teóricas'. Com isto, quer o treinador dizer que, apesar do favoritismo recair sobre os actuais campeões nacionais, desvalorizar o opositor não é sequer uma ideia que passe pela cabeça dos jogadores leoninos. 

"Assumimos o favoritismo. Nem podia ser de outra maneira, até porque estamos a falar de duas formações que estão em lados opostos da classificação. No entanto, é bom relembrarmos que o Vinhais deslocou-se ao Fundão há relativamente pouco tempo e perdeu pela margem mínima (4-3), o que significa que temos de manter a mesma seriedade de maneira a não sermos surpreendidos", começou por defender, referindo depois aquelas que acredita serem as motivações de todos os adversários do Sporting CP. 
 
"Se jogar contra nós já é uma motivação extra, claro que esse sentimento acresce por sermos o único conjunto que ainda não perdeu na Liga SportZone. Todas as equipas vão querer ser a primeira a conseguir essa proeza. No entanto, o que importa são as nossas ambições: a nossa responsabilidade advém de vestirmos uma camisola e um emblema de um Clube que é ganhador", prosseguiu. 
 
Na sétima jornada, quando os leões visitaram o Vinhais, o marcador assinalou 10-2 no final da partida. Quando questionado se seria bom repetir o resultado, Nuno Dias deixou um comentário interessante: "Não, porque sofremos dois golos".
 
O desafio Sporting-Os Vinhais disputa-se este sábado às 21h no Pavilhão Multiusos de Odivelas.
Foto César Santos

"Preparámos o jogo como se o Vinhais fosse líder"

Por Jornal Sporting
16 Mar, 2017

Marcão fez a antevisão da 20.ª jornada da Liga SportZone e garantiu que o lugar do adversário não influencia os leões

A formação d'Os Vinhais é o adversário do Sporting CP na 20.ª jornada da Liga SportZone. Com 11 pontos somados até ao momento, o adversário dos leões ocupa a última posição da tabela classificativa, algo que Marcão, guarda-redes dos líderes do campeonato, garante que não influencia o trabalha semanal da equipa. 

"Encaramos todos os encontros da mesma maneira. Preparámos o jogo como se o Vinhais fosse o primeiro classificado, pois de certeza que iremos encontrar dificuldades. Vamos estar concentrados", vincou, acrescentando ainda que não existe nenhuma formação que não queira ganhar ao Sporting CP.
 
"Todas as equipas querem dar tudo contra nós, até porque estamos na liderança há algum tempo, o que significa que nos estudam  bem. Estamos a chegar aos momentos das grandes decisões e queremos mostrar confiança", prosseguiu, finalizando com uma frase que Nuno Dias, técnico verde e branco, também costuma utilizar: "Lutaremos pelos três pontos. Se for com uma boa exibição, ainda melhor".

Páginas

Subscreva RSS - Futsal