Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Taxonomy term

Português, Portugal
Foto César Santos

Leões goleiam e apuram-se para as meias-finais da Taça da Liga

Por Jornal Sporting
23 Fev, 2017

Sporting CP dominou completamente a partida e venceu por 6-1, com um bis de Diogo, um golo de Merlim, de Cavinato, Dieguinho e Anilton

O Sporting CP venceu o Braga por 6 a 1 e apurou-se para as meias-finais da Taça da Liga de Futsal, competição está a decorrer no Pavilhão Multiusos de Gondomar.

Nas bancadas, que se foram compondo com o decorrer do jogo, destaque para a presença das claques oficiais leoninas, que, como já é habitual, deram um apoio constante à equipa. Os leões foram sempre superiores e acabaram por golear os minhotos por 6-1, com um bis de Diogo, um golo de Merlim, outro de Cavinato, Dieguinho e, por fim, Anilton a fechar o marcador.

A partida começou com os leões a dominarem e a encostarem a equipa minhota ao seu reduto defensivo. Uma atitude que teve rapidamente repercussões no marcador, com o primeiro golo a surgir logo aos três minutos. Tradicional jogada individual de Merlim, a encarar o adversário directo e a fazer uma curta diagonal da esquerda para o meio, rematando de pé direito, sem hipóteses para Vasco Ribeiro.

Os comandados de Nuno Dias continuaram a impor um ritmo intenso e foram coleccionando oportunidades, com Cavinato a ter no pé esquerdo a mais flagrante. Como se costuma dizer quem não marca, sofre, e foi isso mesmo que aconteceu. Numa das poucas vezes que se aproximou da baliza de Marcão, o Braga marcou. Jogada de contra-ataque dos minhotos, com André Coelho a aparecer isolado no lado direito e a rematar com sucesso, embora Marcão ainda tenha tocado na bola.

Os verdes e brancos não sentiram o golo sofrido e mantiveram o domínio do encontro, com Merlim, numa jogada semelhante à do golo, e Diogo, num cabeceamento à trave após grande passe de Deo, a terem grandes oportunidades para devolver a vantagem. Mas os leões tanto pressionaram que acabaram mesmo por chegar ao segundo golo. Mais uma vez as bolas paradas ofensivas da equipa orientada por Nuno Dias a fazerem a diferença, com Deo a assistir Cavinato, que ao segundo poste rematou de primeira para o fundo das redes. Logo a seguir podia ter surgido o terceiro tento através de mais uma grande jogada individual de Merlim, mas Vasco Ribeiro evitou. O Sporting CP não tirava o pé de acelerador e já dentro dos últimos dois minutos Vasco Ribeiro voltou a ser chamado a trabalhos evitando o golo a Diogo.

O intervalo chegou mesmo com uma vantagem leonina pela margem mínima, num resultado justo já que os comandados de Nuno Dias foram sempre superiores. A segunda parte começou praticamente com novo golo dos verdes e brancos. Mais um lance estudado de bola parada, com Deo novamente a destacar-se no capítulo das assistências, desta feita para Diogo, que de primeira e sem deixar a bola cair, fez um grande golo.

Pouco depois, Deo apostou na jogada individual e à saída de Vasco Ribeiro picou a bola com muita classe, mas esta saiu a rasar a trave. O Braga tentou reagir, mas sem conseguir incomodar Marcão, tendo mesmo sido o Sporting CP a ficar perto do quarto golo por intermédio de Dieguinho. A pressão alta dos leões resultou e o internacional brasileiro rematou ao poste. Não foi à primeira, foi à segunda que o pivot colocou o seu nome na lista dos marcadores. Passe longo de Marcão para Diogo, que de primeira colocou a bola em Dieguinho e este isolado não perdoou, num grande lance colectivo dos campeões nacionais. A perder por três golos de diferença, o Braga utilizou o guarda-redes avançado em campo e a 10 minutos do fim colocou mesmo a bola no fundo das redes da baliza de Marcão, mas o golo foi invalidado já que André Coelho, antes de rematar, fez a recepção com o braço.

Os minhotos continuaram a arriscar e acabaram mesmo por sofrer o quinto golo. Recuperação de bola de Anilton, com o ala leonino a fazer uma bela jogada individual e à saída do improvisado guarda-redes André Coelho a não ter dificuldades para marcar. Os leões, como é seu apanágio, defendiam muito bem o 5 para 4 e em mais uma recuperação ficaram a centímetros do sexto, com Cavinato de baliza aberta a rematar a rasar o poste. O Braga insistia na vantagem numérica no ataque e Marcão respondeu a altíssimo nível, com uma dupla defesa. Na sequência do lance, o Sporting CP saiu num contra-ataque, de 3 para 2, com Merlim e Diogo a combinarem na perfeição e o ala brasileiro bisou no encontro.

Até final, a equipa orientada por Paulo Tavares tentou reduzir a diferença, mas encontrou pela frente um Marcão intransponível. 6-1 foi o resultado final, com os actuais detentores da competição a medirem agora forças com o Modicus nas meias-finais. O jogo está marcado para o próximo sábado às 16h45.

Foto César Santos

Sp. Braga é o adversário nos quartos-de-final da Taça da Liga

Por Jornal Sporting
10 Jan, 2017

Competição vai decorrer em Gondomar de 23 a 26 de Fevereiro

O sorteio da Taça da Liga de futsal, realizado esta terça-feira na sede da Federação Portuguesa de Futebol, competição em que participam os primeiros oito classificados no final da primeira volta do campeonato, ditou que os leões defrontassem o Sp. Braga. 

A equipa do Sporting CP é a actual detentora do troféu, tendo ganho na época de estreia, e ficou ainda a saber que caso elimine a equipa minhota irá defrontar o vencedor do encontro entre o Modicus e os Leões de Porto Salvo nas meias-finais. 

A segunda edição da prova vai ser disputada em Gondomar, entre os dias 23 e 26 de Fevereiro. 

Foto César Santos

Arbitragem polémica atira leões para fora da Taça da Liga

Por Jornal Sporting
04 Jan, 2017

Penálti assinalado por Rui Oliveira no último minuto de jogo selou a derrota do Sporting CP no Bonfim

O Sporting CP foi esta quarta-feira derrotado pelo Vitória de Setúbal no Bonfim (2-1), num jogo em que o árbitro Rui Oliveira decidiu ser o protagonista do encontro, mas pelas piores razões, ao assinalar um penálti no último minuto de jogo que sentenciou o afastamento dos leões da Taça da Liga.

Polémico, no mínimo, uma vez que nem as imagens televisivas permitem perceber o que se passou na cabeça do juiz da partida, ao assinalar uma falta inexistente dentro da área leonina já perto do apito final. Na conversão da grande penalidade, numa altura em que o último e decisivo duelo do Grupo A estava empatado (1-1), Edinho aproveitou para fazer a festa sadina (2-1).

Em contraste, a desilusão leonina era total. E com razão: a igualdade no marcador servia na perfeição as ambições do Sporting CP, líder na tabela antes da deslocação a Setúbal, uma vez que apenas um ponto era suficiente para carimbar o apuramento para a próxima fase da competição.

Os comandados de Jorge Jesus até nem começaram o jogo da melhor maneira, já que Frederico Venâncio abriu o marcador para o Vitória logo aos 19', mas conseguiram equilibrar a balança no segundo tempo, após um golo de Elias aos 79'. Oportunidades não faltaram até ao final para os leões sentenciarem a partida, mas André revelou-se sempre pouco pragmático em zonas de finalização.

Como quem não marca sofre, o Sporting CP acabou por ver fugir o bilhete para a final-four da Taça da Liga no último suspiro, como já aqui referimos. Fora daquilo que se passou dentro das quatro linhas, a explicação é simples: em igualdade pontual no topo do Grupo A, com seis pontos em três jogos, a diferença na média de idades (critério de desempate) sorriu à formação de Setúbal.

Um sorriso amarelo, diga-se.

Convocados para o Vit. Setúbal-Sporting CP

Por Jornal Sporting
04 Jan, 2017

Lista de jogadores convocados para o confronto desta noite no Estádio do Bonfim

A lista de jogadores convocados por Jorge Jesus para o confronto desta noite, pelas 20h15, no Estádio do Bonfim, frente ao Vit. Setúbal e referente à 3.ª partida da Taça da Liga é a seguinte:

26-Azbe Jug
34-Beto
3-Markovic
4-Jefferson
7-Campbell
10-Bryan Ruiz
11-Bruno César
13-Coates
14-William Carvalho
15-Paulo Oliveira
16-André Felipe
19-Douglas
20-Castaignos
22-Elias
23-Adrien
28-Bas Dost
47-Ricardo Esgaio
77-Gelson Martins

"Equipa tem dado boa resposta"

Por Jornal Sporting
03 Jan, 2017

Jorge Jesus analisou a próxima partida, frente ao Vit. Setúbal, e reafirmou a vontade de ganhar a competição

Na véspera do terceiro e último encontro dos leões na Taça da Liga, Jorge Jesus afirmou que a equipa verde e branca está preparada para o embate frente aos sadinos e para conseguir o resultado de que precisa para se apurar para a final four da competição, que se disputará no Estádio Algarve.

"Precisamos do resultado para estar na final four, como todos sabem. Temos duas vitórias e precisamos de um resultado que permita chegar ao fim e disputar a final e por isso temos feito alguns treinos em função da paragem. Sentimo-nos confiantes, a equipa tem dado uma boa resposta durante os trabalhos. Estamos convencidos de que vamos disputar um jogo difícil, mas com a convicção de que vamos passar este obstáculo", afirmou o treinador leonino, que relembrou que do outro lado estará uma equipa que ainda se pode apurar e que o Sporting CP aborda o futuro a pensar apenas jogo a jogo.

"O Vitória de Setúbal também tem esperança de ser apurado, embora dependa de terceiros ao contrário de nós, mas temos todas as capacidades para sair com um resultado favorável. Estamos a entrar numa fase importante, como é normal numa equipa que está em todas as frentes em Portugal, mas é o que nós queremos e é para isso que trabalhamos.Vamos jogo a jogo e competição a competição. O futuro é importante, mas o presente é ainda mais", voltou a sublinhar o técnico, que não deixou de apelar à presença da Onda Verde, ainda que admite que  "a competição ainda não apaixonou" os adeptos.

Foto José Cruz

“O nosso objectivo é chegar à final da Taça da Liga”

Por Jornal Sporting
29 Dez, 2016

Jorge Jesus fez a antevisão do jogo do Sporting CP frente ao Varzim da segunda jornada do Grupo A da Taça da Liga

O treinador dos leões, Jorge Jesus, fez a antevisão do jogo frente ao Varzim da 2.ª jornada do Grupo A, da Taça da Liga, e destacou que o objectivo esta época é vencer a competição. “Amanhã vamos ter uma partida numa prova que o Sporting CP nunca ganhou. Este ano, o objectivo é chegar à final e para isso é preciso passarmos esta fase de grupos e ganhar ao Varzim. Nestas competições, as equipas de menos nomeada têm sempre como sonho chegar a uma final. Estão sempre com a motivação no máximo, mais motivados que as equipas grandes porque acham que é aqui que podem ter uma hipótese de discutir títulos. Estamos preparados para um jogo muito competitivo, uma partida em que podemos ter alguns momentos de dificuldade. Depois das férias de Natal senti a equipa muito feliz e amanhã no jogo isso vai ser demonstrado”,  afiançou, antes de explicar como foi feita a preparação para o encontro, com as férias de Natal pelo meio. “Somos as duas equipas com vitórias no grupo. É muito importante vencermos este encontro, preparámo-nos para isso, sabendo que houve férias para todos agora no Natal. Por isso, não houve muitos dias de treino para nós, mas também não houve para o adversário. Vamos apresentar-nos dentro de um registo normal e com muita vontade de vencer. Como já disse, este troféu é um dos que ainda podemos vencer e queremos conquistá-lo”, disse o técnico à Sporting TV.
 
Por fim, Jorge Jesus deixou mais uma vez uma palavra de apreço pelo apoio dado pelos Sócios e adeptos Sportinguistas. “Os adeptos têm sido fantásticos no apoio à equipa. É verdade que também temos feito por isso. Agora temos que olhar para a frente e temos a responsabilidade de chegar à final nesta prova. Os nossos adeptos vão estar connosco, como sempre, e trabalhamos sempre para lhes dar alegrias e se possível com qualidade de jogo”, completou. 

Bilhetes do Sporting CP-Varzim já estão à venda

Por Jornal Sporting
26 Dez, 2016

Jogo referente à 2.ª jornada do grupo A da Taça da Liga será o último do ano em Alvalade

Os bilhetes para a segunda jornada do grupo A da Taça da Liga, entre o Sporting CP e o Varzim já estão à venda nas bilheteiras do Estádio José Alvalade. A venda dos ingressos decorre de 26 a 29 de Dezembro, das 10h00 às 20h00, e a 30 de Dezembro (dia do jogo), das 10h00 até ao intervalo da partida. 

O jogo que será disputado na 6.ª feira, dia 30 de Dezembro, no Estádio José Alvalade (21h15), sendo o último do ano de 2016 em casa, e não está incluído na Gamebox.

Os preços são desde os 3€ para Sócios com Gamebox, 6€ para Sócios e, por fim, 9€ para adeptos. Importa ainda referir que apenas a bancada inferior (bancada A) vai estar aberta e que a quota necessária para os Sócios adquirirem o bilhete é a de Novembro de 2016.

 

Foto José Cruz

“Os objectivos foram cumpridos”

Por Jornal Sporting
30 Nov, 2016

Jorge Jesus destacou a conquista dos três pontos e os minutos dados a jogadores menos utilizados

O treinador do Sporting CP, Jorge Jesus, mostrou-se satisfeito com o triunfo por 1-0 frente ao Arouca e com a resposta dada pelos jogadores menos rodados. “Todos os jogadores no plantel são importantes e por isso é que tomámos a decisão de lançar outros que não têm jogado tanto. Os objectivos para este jogo foram cumpridos. Ganhar e pôr estes jogadores a jogar, porque é diferente a intensidade que têm em competição do que a que encontram nos treinos. Foi muito positivo. Nos últimos quinze minutos a intensidade de jogo baixou, pois já se notava muito cansaço físico nas duas equipas. Notou-se em alguns lances que colectivamente podíamos fazer melhor, mas isso faz parte do processo de crescimento desta equipa”, afirmou.

Sobre o lance que originou a lesão do avançado Luc Castaignos, Jesus disse que só vai saber da gravidade depois dos exames médicos. “Foi um choque com o guarda-redes e ele bateu com o joelho. O diagnóstico vai ser feito amanhã pelo Doutor Frederico Varandas, que é um médico de grande qualidade. Naquele lance, o Castaignos teve receio do contacto, acabou por não fazer golo e acabou por se lesionar”, disse o técnico leonino.

Jorge Jesus explicou ainda o porquê de ter apostado em jogadores com menos minutos nas pernas e aproveitou para lançar um repto para dar mais competitividade à Taça da Liga. “Quando acreditamos num plantel com 25 jogadores e com várias competições, se não damos oportunidades a outros jogadores isso desmotiva. Sabendo que o Arouca podia fazer o mesmo estava equilibrado. Nunca ganhámos a Taça da Liga. O vencedor desta competição devia ter acesso à Liga Europa para a prova ter mais competitividade. Um pouco como a Liga Europa fez. Uma proposta que fui eu que lancei há três anos no fórum de treinadores da UEFA, do vencedor se apurar directamente para a Liga dos Campeões. Por isso, agora lanço esta proposta e gostava que a ouvissem, senão acho que esta competição vai acabar por desaparecer”, concluiu.

Foto José Cruz

Sporting CP entra com o pé direito na Taça da Liga

Por Jornal Sporting
30 Nov, 2016

Alan Ruiz apontou o único golo do duelo frente ao Arouca, em Alvalade, que vale a liderança repartida do Grupo A com o Varzim

"Força Chapecoense". A frase multiplicou-se pelas bancadas de Alvalade em homenagem à equipa brasileira que seguia no avião que se despenhou na Colômbia, na madrugada desta terça-feira, com 81 pessoas a bordo. Entre várias tarjas, uma destacou-se das demais: "Força Marcelo Boeck! És um de nós!", referente ao guarda-redes leonino emprestado ao emblema canarinho, que acabou por escapar à tragédia por ter pedido dispensa do embate da Copa Sul-americana.

Um momento que não passou indiferente a nenhum Sportinguista. Assim como o minuto de silêncio respeitado pelas três equipas em campo: a do Sporting CP, a do Arouca e a de arbitragem, ao qual se juntou o 12.º jogador. "Unidos pela dor e pela cor", dizia outra mensagem simbólica na Curva Sul. Cumprida a homenagem, a bola passou para o relvado, com um arranque dos leões a todo o vapor, que daria a primeira vitória no Grupo A da Taça da Liga. Elias, logo aos três minutos, ficou perto de abrir o marcador, mas Rui Sacramento, com uma palmada na bola, afastou o perigo da área do Arouca. No lance seguinte, Sancidino respondeu na mesma moeda, isolando-se, mas o remate embateu nas redes da baliza à guarda de Beto.

Aos 10 minutos, Alan Ruiz aproveitou um livre à entrada da área para apontar a mira à baliza arouquense, mas sem sucesso. Cinco minutos depois, nova vaga do ataque leonino, após uma iniciativa de Markovic. A bola sobrou para Alan Ruiz que, prontamente, abriu no corredor esquerdo para Joel Campbell, com o costa-riquenho a tirar um cruzamento a meia altura que 'morreu' (novamente) nas mãos de Sacramento.

A resposta não tardou. E chegou de canto directo, de Vítor, que passou por quase todos os jogadores na área leonina sem um último toque. A bola acabou por sobrar para Elias, que cortou o lance para alívio dos Sportinguistas nas bancadas. À passagem pela meia hora de jogo, um livre estudado possibilitou a Douglas surgir em plena área adversária solto de marcação, mas o cabeceamento saiu sem perigo. Aos 34', Campbell voltou a ter uma nova oportunidade, mas o remate, como o pior pé, passou ao lado do poste. À beira do intervalo (44'), novo contra-ataque do Arouca, iniciado por Crivellaro, após uma perda de bola dos leões, com Beto a negar o golo novamente a Vítor. Como quem não marca sofre, como se diz na gíria do futebol, Alan Ruiz estreou-se logo a seguir na ficha de marcadores com a listada verde e branca através de um remate colocado (1-0).

Uma vantagem que poderia ter sido aumentada no segundo tempo por André, que na recarga a um cabeceamente do Petrovic atirou à figura de Sacramento. Mais atrevido no ataque, o Arouca subiu no terreno e permitiu a Markovic, por duas vezes, lançar cruzamentos venenosos para a área contrária. Em ambas as ocasiões valeu a atenção do guardião arouquense.

Aos 75', Matheus, lançado em velocidade no corredor esquerdo por Campbell, serviu na perfeição Castaignos, já dentro da área, que não conseguiu dar seguimento à jogada. Dez minutos depois, foi a vez de Markovic assistir Elias, que na cara de Sacramento também atirou para fora.

Sem conseguir concretizar as oportunidades criadas, o Sporting CP acabou por chegar ao apito final com apenas um golo de vantagem, num jogo em que fez o suficiente para chegar a um resultado mais dilatado. Nada que tenha preocupado os 10698 Sportinguistas nas bancadas de Alvalade, que aplaudiram entusiasticamente o triunfo leonino que vale a liderança do Grupo A da Taça da Liga com três pontos, os mesmos amealhados pelo Varzim em Setúbal (1-0).

"Queríamos ter passado mas não conseguimos"

Por Jornal Sporting
26 Jan, 2016

Análise de Jorge Jesus à vitória dos 'leões' em Arouca na Taça da Liga

Jorge Jesus, treinador do Sporting, destacou a vitória e a entrada de novos elementos na equipa para ganharem mais ritmo competitivo como os pontos positivos do triunfo em Arouca por 1-0, na terceira e última jornada do grupo C da Taça da Liga, mas também lamentou o afastamento de uma competição “muito importante”.

“O balanço tem dois aspectos positivos: a vitória e o facto de alguns jogadores terem entrado na equipa e jogado, porque por muito que se treine só os jogos dão confiança, ritmo competitivo e intensidade de jogo para se prepararem para aquilo que vem aí, que é o final do Campeonato onde precisamos de todos. Fizemos essa gestão em Portimão e com isso chegámos a Paços de Ferreira com uma intensidade e uma qualidade de jogo enormes. Queríamos passar às meias-finais, numa competição que para nós é importantíssima, e fizemos tudo para isso. Ainda assim, também é verdade que existe uma prova mais determinante que é o Campeonato”, comentou o técnico ‘leonino’, antes de reforçar a ideia de que a equipa nunca desvalorizou a competição.

“A Taça da Liga é uma prova muito importante no calendário português, que já ganhei cinco vezes. Tem uma final que é uma festa bonita mas o Sporting, e a maioria das equipas, têm como prioridade o Campeonato. Queríamos ter passado à próxima fase mas não conseguimos”, voltou a salientar.

Por fim, Jorge Jesus falou também de todo o ruído sobre o mercado de transferências que tem vindo a público nos últimos dias. “Não vou especular. Disse que o Sporting queria um central, a prioridade ia para o regresso do Ruben Semedo, chegou-se a acordo com o V. Setúbal e hoje já treinou na Academia. Esse é o jogador de que posso falar. Todos os outros nomes que aparecem e possam aparecer são especulação e não falo de jogadores que não sejam do Sporting”, concluiu o treinador ‘verde e branco’.

Páginas

Subscreva RSS - taça da liga