Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Club

Nota de condolências

Por Sporting CP
17 Out, 2018

Luto por Pacheco Nobre

É com profundo pesar que o Sporting Clube de Portugal informa a morte do ex-jogador de futebol Pacheco Nobre, Sócio nº 1.323. Pertenceu à equipa principal na época 1945/46, tendo-de sagrado campeão nacional de leão rampante ao peito nas temporadas de 1950/51 e 1951/52.

O corpo encontra-se na Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, na Avenida de Berna, em Lisboa, local onde será realizada a missa de corpo presente, hoje, pelas 19h30.

À família e amigos enlutados, o Sporting Clube de Portugal endereça as mais sentidas condolências.

Alteração de horários para o Dia de Sporting

Por Jornal Sporting
11 Out, 2018

Três equipas leoninas jogam em casa este domingo e contam com o apoio dos Sportinguistas

 O Sporting Clube de Portugal informa que os três jogos do próximo domingo, dia 14 de Outubro, sofreram alterações nos seus horários, de modo a que possam estar encadeados da melhor forma, para mais um verdadeiro #DiaDeSporting e para que todos eles tenham transmissão na Sporting TV.

Os novos horários são:

15h, no Pavilhão João Rocha: Sporting-SL Benfica (hóquei em patins);

17h, no Estádio Aurélio Pereira: Sporting-Estoril (futebol feminino);

19h, no Pavilhão João Rocha: Sporting-Famalicense AC (voleibol masculino).

“O empréstimo obrigacionista é uma realidade”

Por Jornal Sporting
10 Out, 2018

Presidente do Sporting Clube de Portugal, Frederico Varandas, garantiu ainda à margem da cimeira destinada aos 32 presidentes de SADs das ligas profissionais: "O tempo do circo acabou"

O Presidente do Sporting Clube de Portugal, Frederico Varandas, esteve presente na cimeira destinada aos Presidentes das 32 SAD’s dos clubes das duas ligas profissionais, que decorreu esta tarde, no Convento de São Francisco, em Coimbra. Em conjunto com outros 26 líderes, o Presidente verde e branco discutiu temas da actualidade do futebol português, como a violência, as apostas e os seguros. Ainda antes da reunião de trabalhos, Frederico Varandas falou aos jornalistas e prometeu que as necessidades estão a ser resolvidas. "Sei que há muitas pessoas que se habituaram ao Sporting CP ser um circo, a ser um produto televisivo de chacota. Esse tempo acabou. Será uma tristeza para alguns, mas o empréstimo obrigacionista é uma realidade e o refinanciamento será em Novembro, como prometemos. O caso das rescisões será resolvido, defendendo sempre o interesse do Sporting CP. Para tristeza de alguns, o Sporting CP não está em pré-falência nem vai falir", afirmou.

Ainda sobre esta questão, explicou o motivo pelo qual não veio prestar esclarecimentos anteriormente. “O processo das rescisões é muito sensível e não interessa ser discutido na praça pública. Garanto aos Sportinguistas que defenderei o interesse do Sporting CP e, depois, vou apresentar o que é essa defesa”, prometeu.

Com pouco mais de um mês decorrido após as eleições, Frederico Varandas mantém as mesmas prioridades e a confiança no projecto que delineou. “Esta direcção tomou posse a 8 de Setembro, com a época a decorrer, com o mercado fechado, com o caso das rescisões a decorrer, com o empréstimo obrigacionista a precisar de refinanciamento para dois meses. Todos esses casos estão a ser ultrapassados. Temos uma equipa muito competente e com credibilidade. Quero aproveitar esta oportunidade para agradecer a todos os parceiros com quem o Sporting CP tem negociado nestas 4 semanas. Confiam em nós não apenas por competência e credibilidade, mas porque acreditam que a nossa direcção vai mudar o Sporting CP e o futebol português”, garantiu.

A nível desportivo, e apesar de a equipa de futebol vir de uma derrota, o líder leonino dispensa alarmismos. “Vamos ser objectivos. Estamos a quatro pontos do líder, já jogámos com Benfica e com o Braga fora. Se era possível fazer melhor? Era. É uma realidade que me preocupa? Não. Em Portimão, perdemos, fomos inferiores ao nosso adversário. Não perdemos por causa de cansaço nem da arbitragem, perdemos porque não fomos melhores. É preciso melhorar e eles sabem melhor do que eu”, rematou.  

À saída da cimeira, Frederico Varandas não falou sobre as conclusões das quatro horas de encontro. 

Super-tetra

Por Jornal Sporting
04 Out, 2018

Editorial do director interino do Jornal Sporting para a edição n.º 3696

O início de Outubro, que marca o regresso de várias modalidades às competições, poderá ser recheado de mais conquistas, como de resto já o havia sido o final de Setembro. Em três dias, entre esta sexta-feira e o próximo domingo, a equipa de râguebi feminino, a de  voleibol masculino, de hóquei em patins e ténis de mesa poderão contribuir com mais quatro troféus para o Museu Sporting, com as respectivas Supertaças. Qualquer uma destas equipas ostenta com mérito as quinas de campeãs nacionais, sendo 'apenas' quatro das muitas que superaram todos os adversários internos, culminando com a melhor época desportiva dos 112 anos de história. Quatro locais espalhados ao longo do território nacional (Póvoa do Varzim, Cinfães, Mealhada e Caldas da Rainha), em mais uma oportunidade de afirmação para a família leonina no acompanhamento que faz a todas as modalidades, reconhecido pelos próprios atletas como uma força extra. Além disso, que melhor plano haverá para o fim-de-semana do que o de fazer parte de mais um pedaço de história do Sporting?

Tudo isto no mesmo fim-de-semana em que a super-equipa de futsal recomeça a sua caminhada, no Kosovo, para o que pode ser a terceira presença consecutiva na final da mais importante prova da modalidade à escala planetária. Para já, a ronda principal não deverá constituir grande obstáculo aos leões de Nuno Dias, mas sabemos que o técnico tricampeão nacional só descansa depois de alcançado o objectivo.

A equipa principal de futebol, sempre tão mais escrutinada pela sua força mediática, continua a gerar as mais diversas leituras, dependendo dos factos que cada um deseje destacar. Na frieza dos números, e a uma jornada de se voltar a registar nova paragem na Liga NOS, os leões de José Peseiro seguem a três prontos do líder da classificação, sendo que à entrada para a sétima ronda, já se cumpriram as viagens à Luz e a Braga e nenhum dos outros rivais se defrontou entre si, o que irá acontecer este fim-de-semana, com o clássico entre águias e dragões. Um cenário, convenhamos, bem mais simpático para quem tem de olhar para a frente... e não para trás.

Antes ainda da deslocação a Portimão, no próximo domingo, o Sporting entra hoje, quinta-feira, em acção na Liga Europa. Depois da primeira jornada vitoriosa, na recepção ao Qarabag, a missão é manter a invencibilidade na Ucrânia, perseguindo a liderança do grupo E. Os condicionalismos de gestão a que o plantel se tem visto obrigado – a ausência prolongada do goleador da equipa ao qual se juntou Mathieu, um dos esteios da defesa, e Battaglia – não facilitam a tarefa, mas se assim não fosse, não seria para nós. 

Destaque nesta edição à entrevista de Marco Chagas, novo consultor das modalidades para o ciclismo, o último leão a vencer uma Volta a Portugal – a quarta do seu currículo com as cores do Clube – e que apresenta agora o seu projecto para a equipa. Não apenas no plano nacional mas também internacional. Falou do sonho de voltar a ter o leão rampante entre os maiores do pelotão mundial na mais emblemática prova, o Tour, no que deverá ser o reencontro perfeito da modalidade no Sporting com a sua história. Basta, para isso, lembrar a curva 14 da mítica etapa de Alpe d' Huez, que a partir de Julho de 2006 – ano do nosso Centenário – passou a ostentar o nome de Joaquim Agostinho. Isto é o Sporting!

"Para o Sporting ter força, preciso de vocês"

Por Jornal Sporting
16 Set, 2018

Frederico Varandas deslocou-se este sábado até à Invicta para marcar presença na primeira visita oficial, no Solar do Norte

De trás do púlpito ouviu-se, na voz do presidente leonino: "Viva o Sporting Clube de Portugal" ao qual, instantaneamente, as 140 pessoas presentes no restaurante da fundação AEP se apressaram a corresponder: “Viva!”. Passava pouco mais das 20h30 quando, Frederico Varandas, presidente do Sporting Clube de Portugal, atravessou os portões da fundação para aquela que seria a primeira visita oficial da nova Direcção, para comemorar o vigésimo oitavo aniversário do Núcleo e, ainda, o jantar anual.

"O Solar ficará, para sempre, na história da minha equipa, deste mandato. É a primeira visita oficial desta Direcção. É com muito orgulho que esta é a nossa primeira visita. É com muito orgulho de que aqui estamos. É com muito orgulho que marcamos presença numa grande cidade, como é o Porto. Local cheio de leões e que cada vez irá ter mais", começou por dizer o presidente leonino.

A exercer funções desde o passado dia 8 de Setembro, revelou não estar arrependido da candidatura. "Tenho recebido enes mensagens e chamadas de pessoas próximas, que me perguntam se já estou arrependido. Não, não estou arrependido. Não só não estou arrependido como estou muito mais optimista do que estava no dia 8 de Setembro. Quando me candidatei, sabia para o que vinha. Hoje, tenho a certeza de que ainda vamos fazer uma melhor missão do que aquela que planeei. Há tanto para fazer, há tanto para melhorar. É um desafio tão grande, mas que sinto que a minha equipa é tão capaz, como eu ser do Sporting Clube de Portugal", assegurou.

No processo de tornar o leão (novamente) saudável, garante que, para isso, precisa da ajuda de todos os sócios. "Estamos na fase de tornar o Sporting forte. Este é o nosso trabalho, vamos continuar todos os dias durante o nosso mandato. Para o Sporting ter força, preciso de vocês. Preciso da vossa militância. Preciso da vossa presença nos estádios e pavilhões. Preciso da vossa voz sempre a gritarem pelo Sporting CP. Preciso, não só de 70 mil sócios, como preciso que haja mais de 80 mil sócios pagantes. Esta é a nossa luta. Preciso de vocês – eu, a minha equipa, o Sporting CP. A força do Sporting Clube de Portugal não está no treinador, equipa técnica, nem em nenhum presidente, está em vocês", terminou.

Com a ausência de Filipe Lima, Presidente do Núcleo do Solar do Norte, devido a problemas de saúde, coube a Luís Pinho da Costa – vice – fazer o discurso de agradecimento. "Contamos consigo. Contamos consigo para um Sporting de valores, respeito e de elevação. Contamos consigo para um Sporting que se orgulhe do seu ecletismo. Contamos consigo para um Sporting que valoriza o desporto, defendendo intransigentemente a verdade desportiva e que se afirme como a maior potencial desportiva nacional. Não queremos ganhar a todo o custo, mas contamos consigo para triunfar em todas as modalidades. A partir de domingo passado, não está sozinho. Conte connosco que nós contamos consigo para unir o Sporting CP", declarou.

Num dia histórico para a nova Direcção do Sporting Clube de Portugal, destacar, ainda, a presença de grandes nomes do desporto verde e branco: Nelson Alves e António Chambel. "Neste momento, face ao período que o Sporting tem atravessado, é a altura para nos juntarmos no sentido de podermos ajudarmos a Direcção eleita a poder, finalmente, lutar pelos objectivos do Sporting CP", afirmou o antigo lateral direito leonino. "Isto é o Sporting e é algo que nos transporta para a vida e faz de nós homens e desportista diferentes. Não é fácil transcrever, mas há uma coisa que faz de nós únicos: reconhecimento e gratidão. São as duas palavras que gostava de deixar aqui hoje. Reconhecimento ao Solar do Norte e deixar uma palavra de estímulo às pessoas que estão nestas organizações porque isto é o Sporting CP", corroborou o antigo guarda-redes hoquista.

Foto César Santos

Acções sobem 18%

Por Jornal Sporting
10 Set, 2018

Mercado reagiu da melhor maneira à eleição de Frederico Varandas como 43.º Presidente leonino

No primeiro dia de transacções a seguir ao acto eleitoral do Sporting Clube de Portugal, que elegeu Frederico Varandas como o 43.º Presidente do Conselho Directivo, os títulos verdes e brancos na bolsa valorizaram quase 18% (17,86), nas duas chamadas a que estiveram sujeitos. Recorde-se que os títulos da Sporting SAD, independentemente das ordens serem dadas durante toda a sessão, só às 10h30 e 15h30 são efectivadas as transacções.

Hoje, segunda-feira, pelas 10h30 – primeira chamada –, os títulos verdes e brancos valorizaram sete por cento, disparando para uma valorização de praticamente 18% pelas 15h30 – segunda chamada –, cotando-se nos 0,825 euros.

Uma boa reacção do mercado à eleição do novo líder leonino, que vê as acções chegarem aos maximos registados em Março e 13 de Agosto deste ano, quando atingiram o valor unitário de 0,89 euros.

Foto César Santos

“Respiro Sporting CP, mas não sou o Sporting CP"

Por Jornal Sporting
09 Set, 2018

Frederico Varandas e Órgãos Sociais investidos este domingo

Frederico Varandas e os recém-eleitos Órgãos Sociais do Sporting Clube de Portugal foram, este domingo, investidos nos respectivos cargos. O novo Presidente leonino foi mesmo o último a subir ao palco no Auditório Artur Agostinho e mostrou-se emocionado, num momento em que fez questão de voltar a sublinhar a necessidade união no Clube.

"Em primeiro lugar, obrigado aos funcionários que mantiveram o Clube a funcionar. Foi com espírito de missão que estes senhores se candidataram e vão desempenhar as suas funções e sobretudo com a noção do privilégio que é servir o melhor Clube do Mundo. Nasci Sporting CP, cresci Sporting CP, respiro Sporting CP, mas não sou o Sporting CP. A missão é servir o Sporting CP. A minha prioridade é unir o Sporting CP. Ontem, começámos a vencer o adversário mais terrível da nossa história: o Sporting CP fracturado. Já começámos a vencer e esta é uma nova era, de um Sporting CP unido. Enquanto Presidente, tenho de dar o exemplo. Se consigo unir um Sócio que possa ter discordado, então vocês conseguem unir quem quer que seja. Enquanto não formos unidos, não nos vamos conseguir bater com os nossos adversários. É um dia emocionante para mim. Por muito que estivesse preparado, é sempre diferente”, referiu.

Frederico Varandas foi recebido com cânticos de amor ao Clube por todos os associados que decidiram marcar presença, tornando este em mais um dia de extrema importância na história verde e branca. A cerimónia deu início com uma passagem de testemunho entre Jaime Marta Soares e Rogério Alves, recém-Presidente da Mesa da Assembleia Geral (MAG). O primeiro, cessando funções no Clube, fez questão de deixar um agradecimento a todos os que com ele se cruzaram ao longo destes anos.

"Agradeço aos Sócios do Sporting CP do fundo do coração. Até aqui o percurso não foi fácil, mas tive ao meu lado pessoas extraordinárias. É um momento de tristeza para quem parte mas com alegria porque ontem os sócios falaram e disseram o que queriam. Quero dizer a Varandas que é o meu, o nosso Presidente, e todos vamos ajudá-lo”, salientou.

De seguida, foram investidos os membros da Mesa da Assembleia Geral, liderada por Rogério Alves, os membros do Conselho Fiscal e Disciplinar, liderado por Joaquim Baltazar Pinto e os membros do Conselho Diretivo, liderado por Frederico Varandas, tendo o actual Presidente leonino apenas último apenas subido ao palco depois de algumas palavras do actual responsável pela MAG. 

"Agradeço a vossa presença aqui, por dar a primeira garantia de que o lema de candidatura será a nossa divisa comum. Esta união que faz a força, os Sportinguistas querem que seja assim e o Sporting CP precisa que seja assim. Estamos a construir o primeiro dia do resto das nossas vidas. Agradeço, na pessoa de Marta Soares, Torres Pereira, Sousa Cintra e João Duque, estas pessoas tiveram a coragem de segurar o Clube num momento dificílimo. Temos de estar-lhes agradecidos por isso. Junto a este reconhecimento uma palavra justíssima - demos um exemplo de civismo ao mundo - aos funcionários do Sporting, são admiráveis. A minha terceira e última palavra vai para o que falta empossar. Não queremos nunca mais viver aquelas horas e por isso fizemos as eleições. Tivemos umas eleições que disseram a quem manda, os sócios, que decidam quem fica a dirigir o clube. O escolhido foi o resiliente Varandas”, vincou Rogério Alves.

Foto José Cruz

Sporting CP e claques de mãos dadas para a nova época

Por Jornal Sporting
25 Jul, 2018

Conferência de imprensa no Auditório Artur Agostinho reforça relações próximas entre o Clube e os GOA

A poucos dias da apresentação oficial do plantel profissional de futebol em Alvalade, Artur Torres Pereira, Sousa Cintra e os quatro líderes dos grupos organizados de adeptos (GOA) leoninos surgiram lado a lado, demonstrando a união que pretendem ao longo da temporada que se avizinha.

Afirmando que as claques fazem parte da história e do património do Sporting CP, Torres Pereira destacou a existência de um protocolo que define os direitos e deveres da Juventude Leonina, do Directivo Ultras XXI, da Torcida Verde e da Brigada Ultras Sporting. O Presidente da Comissão de Gestão do Clube verde e branco aproveitou ainda para salientar a legalidade de todos estes grupos, o que os identifica e responsabiliza, tanto a nível interno como externo.



Sousa Cintra, que recordou o antigo relacionamento “impecável” com as claques, garantiu que os acontecimentos de Alcochete “fazem parte do passado” e pediu “liberdade com responsabilidade”. Já Artur Torres Pereira explicou que “os comportamentos individuais são minoritários e censurados pelos próprios grupos organizados de adeptos”.

O Presidente da Comissão de Gestão e o Presidente da SAD asseguraram que o Sporting CP vai competir para ganhar no futebol e nas modalidades, reforçando que o entusiasmo positivo das claques é indispensável. Samico, líder da Juventude Leonina, frisou que a conferência foi um “sinal de união” e ‘Pibe’, representante do Directivo, apelou para “que se olhe mais para o futuro do que para o passado”. Paulo Barros, da Torcida Verde, reiterou que “esta convergência passa pelo apoio incondicional ao Clube”, enquanto Pedro Ferreira, da Brigada Ultras Sporting, justificou a entrada neste acordo com a necessidade de um clima positivo para a nova temporada. Para o jogo com o Marselha, todas as claques têm coreografias preparadas, dando o pontapé de saída numa época em que se espera um apoio constante do 12.º jogador. 

Comunicado da Comissão de Gestão do Sporting Clube de Portugal

Por
26 Jun, 2018

A Comissão de Gestão do Sporting Clube de Portugal, reunida hoje, dia 26 de Junho, nas instalações do Clube no Estádio de Alvalade, deliberou:

1. Aprovar a sua estrutura de funcionamento;

2. Tomar as iniciativas indispensáveis para uma rápida recomposição do Conselho de Administração da Sporting SAD;

3. Adiar para data oportuna a realização da Gala Honoris Sporting;

4. Convocar para a manhã de amanhã, dia 27, uma reunião de todos os funcionários e colaboradores.

 

Lisboa, 26 de Junho de 2018

 

A Comissão de Gestão

Foto Mário Vasa

Carlos Nascimento atinge a quarta marca portuguesa de sempre nos 100 metros

Por
21 Jun, 2018

Atleta do Sporting CP venceu, esta quarta-feira, o Meeting de atletismo de São João com o tempo de 10,13 segundos

Carlos Nascimento venceu, ontem, os 100 metros do Meeting de atletismo de São João, em Braga, com o tempo de 10,13 segundos - nada mais, nada menos, do que a quarta marca portuguesa de todos os tempos, que apurou o atleta do Sporting CP para os Campeonatos da Europa ao Ar Livre, em Berlim (Agosto).

O brasileiro derrotou José Lopes, do Benfica, melhorando substancialmente o seu recorde pessoal. De referir, ainda, que, com este resultado, Carlos Nascimento foi convidado a entrar no Meeting de Madrid, a realizar-se esta sexta-feira.

O Metting disputou-se no estádio 1.º de Maio e contou com a participação de um elevado número de atletas portugueses e internacionais.

Páginas

Subscreva RSS - Clube