Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Futsal

Foto César Santos

Triunfo no dérbi vale apuramento para a final da Taça de Portugal

Por Jornal Sporting
12 maio, 2018

Decisão com o Fabril disputa-se amanhã

Tão importantes como os jogos que valem troféus são aqueles que garantem o bilhete para os jogos decisivos. Numa meia-final de alta intensidade, o Sporting CP derrotou o rival Benfica por 4-2 e marcou encontro com o Fabril, que antes tinha vencido o Modicus, na final da Taça de Portugal.

Decididos a chegar rápido à vantagem, os leões conseguiram criar alguns lances de perigo logo no início do encontro e marcaram o golo inaugural por intermédio de Diogo, que enganou Roncaglio na marcação de um livre directo. Depois disso, o Benfica reagiu e ameaçou a baliza de André Sousa, sempre seguro na forma como abordou os lances. Fez várias defesas que impediram o empate. Do outro lado, os campeões nacionais nunca deixaram de tentar ampliar a vantagem, mas faltou pontaria para acertar nas redes encarnadas. Ao intervalo, ia valendo o golo de Diogo.

O dérbi ganhou emoção nos primeiros minutos da segunda parte, com o Benfica a conseguir chegar ao empate - Robinho ganhou espaço e rematou ao ângulo da baliza de André Sousa. Num momento de desconforto, os leões aumentaram a agressividade defensiva e voltaram à liderança no marcador. Em apenas 30 segundos, Dieguinho recuperou a bola, conduziu e assistiu Cavinato para o 2-1; depois, Deo desarmou um adversário e fez o 3-1 na cara de Cristiano (que tinha substituído o lesionado Roncaglio).

A partir daqui, o jogo ficou à medida da equipa de Nuno Dias. Mais serena e confiante, manteve a organização defensiva e teve oportunidades para poder marcar mais golos. Na melhor ocasião, Cardinal perdoou – a centímetros da baliza - após um truque de magia de Merlim. Ficou o aviso para o que viria pouco depois. Canto na direita do ataque verde e branco, tiro de Cary e João Matos a marcar no ressalto.

Com o tempo a esfumar-se, o Benfica apostou no 5x4 e ainda marcou o 4-2, por Tiago Brito. O último esforço do rival foi travado pelas pernas dos jogadores de Alvalade ou pelas mãos de André Sousa, confirmando a presença na quarta final da temporada. Terminado o dérbi lisboeta, ficámos com a certeza de que a Taça de Portugal de futsal será verde e branca – as cores do Sporting CP e do GD Fabril.

João Matos e Pedro Cary chamados por Jorge Braz

Por Jornal Sporting
18 Set, 2018

Jogadores do Sporting CP integram estágio de preparação entre os dias 23 e 25 de Setembro, em Rio Maior

Jorge Braz, seleccionador nacional de futsal, divulgou, esta terça-feira, a lista de convocados para o estágio de preparação, a decorrer entre os dias 23 e 25 de Setembro no Centro de Estágios de Rio Maior. No lote de eleitos entram os jogadores do Sporting CP João Matos e Pedro Cary. 

Depois do título europeu, a Selecção Nacional apenas disputou dois jogos particulares frente à Sérvia, que terminaram com duas vitórias lusas (3-1 e 3-2).
 
Confira a lista completa de convocados: 
Guarda-redes - Eduardo Filipe Sousa (Osasuna), João Azevedo (Burinhosa) e Rui Pedro (Modicus)
Fizos - João Matos (Sporting CP) e Nilson (Sp. Braga/AAUM)
Ala - Bruno Coelho (Benfica), Fabinho (Modicus), Márcio (Fundão), Mário Freitas (Fundão), Pedro Cary (Sporting CP), Ricardinho (Inter), Tiaguinho (Sp. Braga/AAUM), Tiago Cruz (Rio Ave) e Gonçalo Sobral (Quinta dos Lombos)
Pivô - Tunha (Os Belenenses) 
Foto César Santos

“É importante que possamos sentir o Clube noutras modalidades”

Por Jornal Sporting
16 Set, 2018

Capitão da equipa principal de futebol esteve a apoiar os colegas do futsal

Houve um espectador especial no dérbi de futsal entre o Sporting CP e o Belenenses. Nani, que não foi convocado para o jogo frente ao Marítimo, marcou presença no Pavilhão João Rocha para incentivar os tricampeões nacionais. No final, não se arrependeu. “É fantástico. Foi a primeira vez que tive a possibilidade de vir ao Pavilhão João Rocha e de apoiar a nossa equipa de futsal, que esteve muito bem. É uma modalidade de que gosto muito e que faz parte do meu passado. Foi uma tarde fantástica”, revelou.

O Capitão da equipa orientada por José Peseiro deixou rasgados elogios aos companheiros do futsal. “É uma excelente equipa, uma equipa vencedora, como todos sabemos. Fez um grande jogo e estão todos de parabéns”, afirmou.

Apesar de estar habituado ao apoio verde e branco, Nani ficou novamente impressionado. “É um ambiente fantástico. Adorei ver os adeptos a cantarem e a puxarem pela equipa do início ao fim. É um factor muito importante em todas as modalidades do Sporting CP”, admitiu.

O internacional português prometeu voltar ao Pavilhão João Rocha noutras ocasiões. “É importante que possamos sentir o Clube noutras modalidades. Hoje foi o futsal, amanhã pode ser outra modalidade”, rematou. 

Foto César Santos

“Nem parecia o primeiro jogo do campeonato”

Por Jornal Sporting
16 Set, 2018

Técnico verde e branco saiu satisfeito com o desempenho dos seus jogadores

No rescaldo do dérbi, Nuno Dias elogiou a resposta colectiva dada pelos leões. “Gostamos sempre de resultados sem golos, mas acho que a exibição foi muito boa. Nem parecia o primeiro jogo do campeonato. As rotinas estão cada vez melhores e demos um bom espectáculo. Esperemos que quem veio assistir também tenha gostado”, começou por dizer.

Apesar das mudanças no plantel, o Sporting CP já leva duas vitórias e o técnico verde e branco ficou agradado com os reforços. “Os atletas fizeram um jogo extraordinário. Para mim, o Erick foi o melhor em campo. O Alex fez um bom jogo também. O Leo, defensivamente e naquilo que são as características dele, também esteve muito bem. São jogadores novos, que chegaram e estão a entrosar-se”, afirmou.

No que diz respeito às caras novas, Alex foi um dos que teve maior notoriedade, especialmente pelos dois golos que marcou. O reforço brasileiro não escondeu a satisfação pelo rendimento individual. “Estou feliz pela estreia e pelo golo, mas o mais importante foi começarmos bem. O Pavilhão João Rocha é um dos melhores em que já joguei e os adeptos são fantásticos. Esperemos que esta sinergia entre jogadores e adeptos continue até ao final da época”, desejou.

Finalmente, Nuno Dias agradeceu a presença dos adeptos e pediu continuidade. “É bom sentir o apoio deles e é bom perceber que gostam daquilo que fazemos. O que lhes pedimos é que continuem. Na próxima semana, no Pinheirense, e depois aqui com o Modicus, antes de irmos para o Kosovo”, apelou.  

Foto César Santos

Novas caras, velhos hábitos

Por Jornal Sporting
16 Set, 2018

Estreia dominadora e com muitos golos por parte dos tricampeões nacionais

Se não soubéssemos que houve várias saídas e entradas, diríamos que tudo estava igual na equipa de futsal do Sporting CP. Depois de um troféu a abrir a época, os leões voltaram ao Pavilhão João Rocha e venceram o Belenenses por 7-2 na primeira jornada da Liga SportZone.



A goleada começou a desenhar-se bem cedo, como é apanágio do conjunto de Nuno Dias. Ao segundo minuto, Alex, um dos reforços, apareceu para desviar um cruzamento de Pany Varela e fazer o primeiro. Num início de jogo louco, a resposta do Belenenses demorou apenas 20 segundos, com Yulian a desviar um remate e a enganar Gonçalo Portugal. A bola foi ao meio e demorou mais 20 segundos até entrar na baliza do Belenenses, novamente empurrada por Alex. Foram dois minutos de sonhos para o ala brasileiro. A partir daqui, o Sporting CP começou a recuperar bolas em zonas adiantadas e colocou na quadra um ritmo elevado. Merlim marcou o terceiro golo através da típica diagonal para o centro e recebeu um dos maiores aplausos por parte dos 1314 adeptos presentes. Ainda no primeiro tempo, Cavinato e Dieguinho juntaram o seu nome à lista de marcadores – o pivô finalizou uma jogada fantástica de Erick no lado direito -, dando uma vantagem mais confortável. Do outro lado, Yulian bisou e reduziu para 5-2 perto do intervalo.


Na segunda parte, a diferença no resultado ditou que a intensidade fosse menor. Os tricampeões nacionais foram gerindo com bola, embora tivessem sempre os olhos postos na baliza de Paulo Pimenta. Gonçalo Portugal foi praticamente um espectador das ocasiões que os companheiros iam criando no ataque. No melhor lance, Merlim voltou a abrir o livro e rodou sobre um adversário, mas o remate saiu com pouca força. Os golos surgiram na recta final do encontro: Dieguinho bisou, Varela disparou de pé esquerdo para o 7-2 e Léo rematou do próprio meio campo para a baliza deserta do Belenenses, que ia atacando com guarda-redes avançado. Os protagonistas mudaram, mas o Sporting CP continua avassalador. 

Foto César Santos

“Estamos preparados para iniciar esta caminhada”

Por Jornal Sporting
15 Set, 2018

Técnico leonino assegurou muita entrega para a estreia da Liga SportZone

Nuno Dias, treinador de futsal do Sporting CP, fez a antevisão à primeira jornada da Liga SportZone (domingo, 14h20), frente ao Belenenses, em que garantiu que a equipa está ‘nos trincos’ depois de uma pré-época de sucesso.

“A equipa está bem. Terminámos bem o período pré-competitivo, com a vitória em troféus importantes, apesar de serem apenas de preparação. Mas, como toda a gente sabe, queremos sempre ganhar seja que troféu for. Conseguimos conquistar um troféu oficial, que era um objectivo nosso e penso que terminámos essa fase preparados para aquilo que vem a seguir. E, aquilo que vem a seguir, é a primeira jornada da Liga SportZone. Estamos preparados para iniciar esta caminhada da melhor maneira possível”, começou por dizer.

O míster dos leões fez também questão de garantir o favoritismo, ainda que salientando a qualidade aos azuis. “O Belenenses é uma equipa practicamente nova, tal como a equipa técnica, com um treinador muito experiente e conhecedor daquilo que é a nossa Liga. Têm jogadores com qualidade, já tivemos a oportunidade de os observar e de os analisar em conjunto e análise que fizemos foi mesmo essa. Vamos ter um jogo difícil, mas em que somos favoritos e queremos vencer em nossa casa. Queremos começar da melhor maneira possível e isso claro que é feito com boas exibições e bons resultados”, sublinhou.

Por último, Nuno Dias deixou uma promessa, juntamente com um pedido. “Queremos que compareçam no Pavilhão João Rocha, para a primeira jornada após a conquista inédita de um tricampeonato. Penso que a melhor maneira de voltarmos às competições oficiais é com um pavilhão repleto de Sportinguistas. Da nossa parte, o que podem esperar é mais do mesmo: Uma entrega enorme e uma vontade muito grande de fazer bons resultados e boas exibições”, terminou.

Foto José Cruz

“Qualquer equipa quer ganhar ao tricampeão”

Por Jornal Sporting
14 Set, 2018

Edgar Varela foi o porta-voz da equipa leonina para a análise à partida que marca o regresso à Liga SportZone

“Estamos ansiosos. Há muito tempo que esperamos pelo início do campeonato”. Quem o confirmou foi Edgar Varela, jogador de futsal do Sporting CP, em antevisão à primeira jornada da Liga SportZone, marcada para este domingo (14h20), no Pavilhão João Rocha, frente ao Belenenses.

“Sabemos que vai ser um jogo complicado, contra um adversário difícil, mas estamos a trabalhar bem para contornar as dificuldades que nos possam apresentar”, assegurou o ala leonino.

Em análise ao adversário, o jovem leão sublinhou que a equipa estará preparada para tudo. “Esperamos um Belenenses mais forte, pois renovaram quase metade da equipa. Vão tentar um feito histórico, que é vencer-nos, tendo em conta que não perdemos na fase regular desde 2015. Qualquer equipa quer ganhar a um tricampeão, mas nós não vamos deixar que isso aconteça. Vamos fazer o nosso melhor”, lançou.

Para terminar, Edgar Varela deixou uma mensagem aos Sportinguistas: “Pedimos o apoio de todos os adeptos e que venham ver o jogo. As conquistas não são só nossas, também são deles, pois fazem parte da nossa equipa. Sem eles não conseguíamos ser tricampeões”, rematou.

Foto D.R.

Cátia Morgado marcou frente à Finlândia e Portugal está no Europeu

Por Jornal Sporting
13 Set, 2018

Jogadora do Sporting CP apontou o segundo golo da histórica vitória por 3-1

Portugal garantiu, esta quinta-feira, a qualificação para o Campeonato da Europa de futsal feminino. O que acabámos de escrever é histórico, já que se trata do primeiro Europeu da modalidade. 

Cátia Morgado, a única atleta do Sporting CP convocada para representar a equipa das quinas, marcou o segundo golo da vitória por 3-1 diante da Finlândia, em Oliveira de Azeméis.
 
Recorde-se que este apuramento só se confirmou já depois de terem goleado a República Checa (12-0) na ronda inaugural, sendo que perfizeram, contra as nórdicas, os pontos que lhes faltavam para escrever um novo capítulo da história do futsal feminino. 
Foto FPF

“Os nossos jogadores são de um nível superior”

Por Jornal Sporting
08 Set, 2018

Nuno Dias comentou a vitória leonina e a conquista de mais uma Supertaça para a conta pessoal

“Mais importante é continuarmos a engradecer e a enriquecer o nosso Museu com títulos”. Quem o disse foi Nuno Dias, treinador da equipa de futsal do Sporting Clube de Portugal, depois de conquistar a Supertaça da modalidade, goleando o Fabril por 11-0, esta tarde em Loulé. 

35 títulos leoninos, 18 com o dedo do actual treinador. Oito Supertaças, metade também do míster, o que faz com que seja o comandante de mais de metade das conquistas do futsal verde e branco. Satisfeito e consciente, Nuno Dias sublinhou que os números apenas foram conseguidos graças ao trabalho de muita gente que passou pela modalidade. 

“Os títulos são de muita gente que trabalha comigo e que conseguiu este troféu, assim como eu. Vários foram os lotes de jogadores e de pessoas que tornaram possíveis estes registos.. Hoje foi mais um e é sempre importante começar da melhor maneira, sobretudo quando a supertaça é um dos nossos objectivos. É aproveitar e festejar, para depois começarmos com o trabalho para a Liga SportZone”, explicou.

Marcar muitos e não sofrer. Sempre foi este um dos lemas da equipa dos leões e isso ficou bem expresso da partida desta tarde, assim como a qualidade da formação, algo que o técnico teve necessidade de valorizar. “Foi dentro do que perspectivámos. A história das falsas modéstias, do 50/50 e de que tudo pode acontecer, toda a gente sabe que é assim, mas a probabilidade de isso acontecer é pequena. Os nossos jogadores são claramente de um nível e de um patamar superior”, referiu.

Para terminar, o técnico lembrou o respeito constante pelo adversário, além da importância da atitude dos seus jogadores ao longo de todo o duelo. “O nosso papel passa por encarar todos os jogos da mesma forma. O resultado espelha isso e que apesar do aglomerado do resultado, fizemos sempre as coisas certas. Não deixámos o jogo fluir para o contra-ataque nem relaxámos no marcador. Os jogadores estão de parabéns pelo título e pelo profissionalismo que demonstraram”, rematou.

Foto FPF

Liguem para o Museu, vai (mais) uma Supertaça a caminho

Por Jornal Sporting
08 Set, 2018

Equipa leonina goleou o Fabril, por 11-0, conquistando o seu oitavo troféu na competição

Estou sim, fala do Museu Sporting? Arranjem espaço, estamos a sair de Loulé com mais um troféu no bolso! Depois da vitória por 11-0 frente ao Fabril, a oitava Supertaça leonina de futsal está a caminho e fazemos questão de avisar antes da sua chegada a Alvalade. 

Diz-se que devagar se vai ao longe, mas os comandados de Nuno Dias entraram na quadra com vontade de resolver cedo com transições ofensivas rápidas.  O primeiro ataque surgiu logo no minuto inicial por Cavinato, que acabou mesmo por inaugurar o marcador no Pavilhão Desportivo Municipal de Loulé, pelos três minutos, depois de uma assistência de Léo, o número 17 teve apenas de encostar. 

Do segundo golo podemos dizer algo muito simples: Dieguinho entra, Dieguinho marca (5’), com uma bomba que abanou as redes do guardião do Barreiro. Foi festejar, meter a bola em jogo e voltar a aumentar a vantagem. Desta vez por intermédio de Pany Varela (6’), assistido por Varela após recuperação do esférico por Dieguinho. O mesmo trio para o quarto golo, mas com posições trocadas, deram direito ao bis de Dieguinho, servido por Pany (7'). 

Por falar em bisar, a chegada à meia dúzia teve o “mago” Merlim como protagonista (9’ e 10’), depois de dois remates de rajada erfeitamente enquadrados. 

Ao intervalo, os leões já tinham mesmo uma mão a agarrar na Supertaça, enquanto o Fabril pouco tempo tinha para respirar e recuperar de cada golo.

Cavinato voltou a fazer das dele e apontou, novamente, o primeiro tento da etapa complementar (28’). Especial atenção também para o oitavo golo da tarde, que teve como marcador Dani (30’), neste que foi o seu primeiro golo numa competição oficial pela equipa sénior leonina. A chegada ao golo número teve foi carimbada mais uma vez por Merlim, que fechou as contas pessoais ao assinar um total de três tentos. 

Para terminar em beleza, Pany bisou (39’) e Pedro Cary foi último a gritar "golo" com todos os Sportinguistas que se deslocaram até Loulé. Oito Supertaças conquistadas e uma certeza: Este é presságio para uma temporada em que o futsal do Sporting CP irá precisar de (mais) espaço na montra que lhe está destinada no Museu verde e branco.

 

Páginas

Subscreva RSS - Futsal