Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Futsal

Foto César Santos

Triunfo no dérbi vale apuramento para a final da Taça de Portugal

Por Jornal Sporting
12 maio, 2018

Decisão com o Fabril disputa-se amanhã

Tão importantes como os jogos que valem troféus são aqueles que garantem o bilhete para os jogos decisivos. Numa meia-final de alta intensidade, o Sporting CP derrotou o rival Benfica por 4-2 e marcou encontro com o Fabril, que antes tinha vencido o Modicus, na final da Taça de Portugal.

Decididos a chegar rápido à vantagem, os leões conseguiram criar alguns lances de perigo logo no início do encontro e marcaram o golo inaugural por intermédio de Diogo, que enganou Roncaglio na marcação de um livre directo. Depois disso, o Benfica reagiu e ameaçou a baliza de André Sousa, sempre seguro na forma como abordou os lances. Fez várias defesas que impediram o empate. Do outro lado, os campeões nacionais nunca deixaram de tentar ampliar a vantagem, mas faltou pontaria para acertar nas redes encarnadas. Ao intervalo, ia valendo o golo de Diogo.

O dérbi ganhou emoção nos primeiros minutos da segunda parte, com o Benfica a conseguir chegar ao empate - Robinho ganhou espaço e rematou ao ângulo da baliza de André Sousa. Num momento de desconforto, os leões aumentaram a agressividade defensiva e voltaram à liderança no marcador. Em apenas 30 segundos, Dieguinho recuperou a bola, conduziu e assistiu Cavinato para o 2-1; depois, Deo desarmou um adversário e fez o 3-1 na cara de Cristiano (que tinha substituído o lesionado Roncaglio).

A partir daqui, o jogo ficou à medida da equipa de Nuno Dias. Mais serena e confiante, manteve a organização defensiva e teve oportunidades para poder marcar mais golos. Na melhor ocasião, Cardinal perdoou – a centímetros da baliza - após um truque de magia de Merlim. Ficou o aviso para o que viria pouco depois. Canto na direita do ataque verde e branco, tiro de Cary e João Matos a marcar no ressalto.

Com o tempo a esfumar-se, o Benfica apostou no 5x4 e ainda marcou o 4-2, por Tiago Brito. O último esforço do rival foi travado pelas pernas dos jogadores de Alvalade ou pelas mãos de André Sousa, confirmando a presença na quarta final da temporada. Terminado o dérbi lisboeta, ficámos com a certeza de que a Taça de Portugal de futsal será verde e branca – as cores do Sporting CP e do GD Fabril.

Foto José Cruz

"Estes são os jogadores que conheço"

Por Jornal Sporting
17 Out, 2018

Nuno Dias deu os parabéns à equipa pelo resultado expressivo (7-1) e pela excelente exibição frente ao Burinhosa

De regresso ao João Rocha, o Sporting CP ia focado em conquistar os três pontos. A resposta ao empate frente à Quinta dos Lombos não tardou. O demolidor 7-1 levou ao rubro o Pavilhão e mostrou a mais valia do conjunto de Listada. "Era disto que estava à espera. Uma grande exibição e uma atitude extraordinária. Hoje corremos atrás e fomos bem mais eficazes", assumiu Nuno Dias, técnico verde e branco, demonstrando a felicidade depois desta vitória. "Esta é a equipa que conheço. Estes são os jogadores que conheço, os meus jogadores. Se há alturas que critico, esta noite só posso dar os parabéns".

Os comandados de Nuno Dias apresentam um registo impressionante de três anos sem perder na fase regular da Liga SportZone. "Não perdemos há 77 jogos. Tivemos um jogo menos conseguido mas isso não apaga o que temos feito. Mais uma vez, viu-se o apoio que está equipa tem por parte dos Sportinguistas, porque os jogadores também fazem por isso. Eles merecem", afirmou o treinador, frisando o apoio da massa associativa.

Sobre os minutos dados aos jovens da formação leonina - Zicky, autor do último golo, e Dani, que fez uma assistência para o sexto -, o técnico teceu rasgados elogios. "Os nossos miúdos trabalham na equipa sub-20 como nós trabalhamos. Têm muita qualidade e merecem esta oportunidade por tudo o que fazem. Ainda têm muita margem de progressão", finalizou.

Na sexta jornada do campeonato, o Sporting CP defronta o Benfica no pavilhão Fidelidade, domingo às 14h20.

Foto José Cruz

Não se separa o inseparável

Por Jornal Sporting
17 Out, 2018

Vitórias e futsal leonino andam sempre de mãos dadas. Depois da 'zanga' frente à Quinta dos Lombos, o Sporting CP voltou a conciliar-se com os triunfos e declarou supremacia diante do Burinhosa (7-1)

Com mais uma noite de futsal no João Rocha, era altura de apontar 'armas' aos três pontos. A disputar o jogo antecipado da 17.ª jornada, frente ao Burinhosa, o Sporting CP recebeu várias visitas especiais nas bancadas: os escalões de formação masculino e feminino cobriram o topo norte do Pavilhão para ver de perto os tricampeões jogar e vencer por 7-1.

Após o apito inicial, a formação leonina entrou com tudo no jogo, sendo bastante agressiva no ataque. Deo e Cavinato foram os principais destaques de uma primeira parte que contou com Guitta de regresso à baliza verde e branca. Logo ao minuto dois, Deo combinou com Léo, que devolveu e viu um remate fortíssimo do ala sair à figura do guardião do Burinhosa. A partir deste minuto, Cavinato e Deo intensificaram as dores de cabeça da defesa do conjunto de Alcobaça e procuraram encontrar o caminho para o golo. Do outro lado, os leões iam impedindo o Burinhosa de chegar à frente. Ao minuto sete, surgiu o (atabalhoado) tento do Sporting CP: num trabalho pela ala direita, o suspeito Deo cruzou à procura de Dieguinho, que falhou o ataque final... mas Cavinato não! De joelho, o número 17 encostou para o fundo das redes dos azuis, fazendo o 1-0 (resultado que não se alterou até ao final da primeira metade). Cinco minutos antes do apito para o descanso, Guitta fez duas enormes defesas e Rocha ainda fez o Pavilhão gritar golo, mas o remate foi para fora.

Da primeira metade fica ainda o registo de algumas faltas por assinalar e de um lance duvidoso na área, com a equipa verde e branca a reclamar o penálti que daria o 2-0 e uma vantagem mais confortável.

Contudo, o 2-0 não chegou de grande penalidade. Na segunda metade, o início do Sporting CP prometia mais golos e lançou a turma de Nuno Dias para o triunfo. Com duas boas oportunidades e com Guitta intransponível, os rapazes da Listada chegaram ao segundo tento pelo 'arma' (leia-se pé) de Rocha, que respondeu na perfeição ao canto de Deo. Ao minuto cinco, nova oportunidade e novo golo: Rocha fez uma parada de peito fenomenal e cedeu a bola a Edgar Varela, que cruzou para o brasileiro encostar e 'bisar' na partida.

Com o Sporting CP por cima do encontro, o Burinhosa conseguiu marcar o golo de honra por Careca e diminuiu a desvantagem por poucos minutos (3-1). Aos oito, Léo tirou dois adversários do caminho e assinou o quarto leonino no jogo desta terça-feira. Depois, a história foi 'mais do mesmo'. A seis minutos do fim, Edgar Varela marcou e o jovem Dani assistiu Cavinato para este 'bisar'. Zicky, que recebeu o prémio de melhor jogador sub-17 do mês transacto, viu “um sonho tornar-se realidade” no momento em que rematou de longe – quando o Burinhosa já actuava com guarda-redes avançado - e fez o 7-1 final. Uma noite muito feliz para a equipa verde e branca e para os dois jovens Dani e Zicky, que deslumbraram com a assistência e com o golo.

O demolidor resultado foi espelho da hegemonia do conjunto da casa, que consumou o regresso às vitórias. Na sexta jornada, o Sporting CP desloca-se à quadra do Benfica para jogar o primeiro dérbi da época, domingo às 14h20.

 
Foto César Santos

"Sabemos das nossas capacidades"

Por Jornal Sporting
15 Out, 2018

Alex fez a antevisão do jogo frente ao Burinhosa e mostrou confiança no trabalho da equipa

Amanhã, às 20h30, o Pavilhão João Rocha volta a receber uma noite de futsal. A partida diante do Burinhosa, a contar para a quarta jornada (em atraso), será o último teste antes do dérbi lisboeta e uma oportunidade de rectificar os erros do empate frente à Quinta dos Lombos. O jogador Alex demonstrou crença num bom resultado. "Sexta-feira não fizemos um bom jogo, mas sabemos das nossas capacidades. Vamos dar uma boa resposta amanhã, para depois pensarmos já no jogo com o Benfica", sublinhou.

Reforço para a temporada 2018/19, mostrou conhecimento sobre o adversário e assumiu a felicidade de jogar no emblema leonino. "Tem sido muito gratificante estar aqui. Os adeptos, o grupo... são todos fantásticos. Na noite de amanhã, vamos defrontar um clube difícil, mas estamos confiantes na vitória", exaltou.

Na habitual mensagem à massa associativa Sportinguista para que compareça no João Rocha, Alex pediu que continuem no apoio incrível à equipa. "Esperamos que façam o que sempre têm feito. Incentivem-nos, porque vamos dar o nosso máximo na quadra", finalizou.

Foto César Santos

“Não perdemos para a fase regular desde Outubro de 2015”

Por Jornal Sporting
15 Out, 2018

Nuno Dias lançou jogo com o Burinhosa, assumindo os erros da equipa no empate da jornada transacta, frente à Quinta dos Lombos

Na passada sexta-feira, o Pavilhão João Rocha assistiu ao que ainda não tinha visto esta temporada. A equipa de futsal perdeu os primeiros pontos da Liga SportZone frente à Quinta dos Lombos, ao empatar a dois golos. Nuno Dias, treinador leonino, falou dessa partida e assumiu que a formação está pronta para dar resposta já no jogo de amanhã, frente ao Burinhosa. “Sexta-feira não estivemos no nosso melhor. Há alturas que correm menos bem e naquela noite isso aconteceu-nos. Não perdemos para a fase regular desde Outubro de 2015 e tínhamos 'uma vida' para gastar, que gastámos naquele empate”, afirmou, reforçando os pontos a melhorar: “Vamos rectificar aquilo que não correu bem. Esta equipa ganha muitas vezes e precisamos sempre dos adeptos do nosso lado".

Na pré-temporada, o conjunto do Sporting CP deslocou-se a Ansião para vencer o Troféu da cidade frente ao seu adversário da quarta jornada – encontro em atraso por motivo de ausência verde e branca, a disputar a UEFA Futsal Champions League. Considerando esta uma partida com moldes diferentes, Nuno Dias analisou o opositor que visita o João Rocha. “O jogo de pré-época foi diferente. Tínhamos cinco unidades de treino e o adversário estava igual. Estamos focados nas últimas exibições deles, sabendo que não estão a pontuar de acordo com o que valem. Vamos estar precavidos para as possíveis dificuldades”, explicou.

Terça-feira, às 20h30, o Pavilhão João Rocha abre novamente as portas ao tricampeão nacional. Finalizando o discurso, o técnico do Sporting CP dirigiu-se, como é habitual, aos Sportinguistas, pedindo o máximo apoio. “Ganhamos tantas vezes... agora, precisamos mais uma vez que estejam presentes. Sei que amanhã vão estar aqui para nos ajudarem a melhorar o que fizemos no último jogo”, terminou.

 
Foto César Santos

"Resultado justo"

Por Jornal Sporting
13 Out, 2018

Nuno Dias analisou o confronto frente à equipa da Quinta dos Lombos (2-2)

A jogar em casa, frente ao Quinta dos Lombos, o conjunto leonino cedeu o empate nos últimos minutos e saiu sem dois pontos do João Rocha. Nuno Dias, técnico verde e branco, considerou o empate adequado ao que se passou no encontro. "O adversário mereceu este resultado. Com todo o mérito,chegaram ao empate. Foram melhores na parte final e trabalharam muito para isto. Considero que foi um resultado justo", assumiu Nuno Dias.

Relativamente à equipa do leão rampante, o treinador apontou as dificuldades: “Fizemos um jogo inferior ao que estamos habituados. Fomos fracos na finalização, não tivemos uma atitude forte e temos de rectificar rapidamente o jogo que fizemos nesta quinta jornada”.

Na próxima terça-feira, há nova partida no João Rocha. Frente ao Burinhosa, Nuno Dias reforçou a vontade de venceu e voltar a mostrar o que de melhor o Sporting CP tem. "Ainda bem que o próxima jogo já é daqui a poucos dias. Não estivemos ao nosso melhor nível, mas vamos emendar os erros e trabalhar diariamente, como sempre fazemos. No jogo com Burinhosa temos de dar uma resposta diferente", finalizou o técnico.

Foto César Santos

Leões empatam nos minutos finais

Por Jornal Sporting
13 Out, 2018

Tricampeões nacionais perdem os primeiros pontos na quinta jornada da Liga SportZone, no empate por 2-2 frente à Quinta dos Lombos

Foi antes do apito inicial que o Sporting CP teve razões para sorrir. Pany Varela, considerado o melhor jogador, e Zicky, melhor atleta sub-17, juntaram-se a Nuno Dias como os melhores dos melhores no futsal no mês transacto.

Após o pontapé de saída, a partida começou a desenhar-se com tons de verde e branco frente ao quinto classificado da tabela Quinta dos Lombos. Na primeira parte, a equipa da casa foi a primeira a dar 'ares' de querer marcar. Dieguinho consegue arrancar três oportunidades até ao minuto quatro: 1', numa tentativa de remate à baliza adversária sem sucesso, tendo logo depois Deo e Alex cruzado quase à medida do número 89 chutar para o fundo das redes da Quinta dos Lombos.

Com os escalões de formação e o futsal feminino a apoiar, o Sporting CP tinha uma responsabilidade acrescida, a de mostrar 'como se faz'. Depois do adversário ter (poucas) oportunidades de chegar à baliza defendida por Gonçalo Portugal, o emblema de Alvalade ia avançando perante uma defesa móvel dos visitantes. Com um remate fortíssimo ao poste verde e branco, de Alesandro Almeida, os tricampeões nacionais 'abriram os olhos' e perceberam que era a altura de facturar: ao minuto dois, dois golos (quase) seguidos. Dieguinho marca ao minuto dezoito depois de um passe lateral, rematando com força para o fundo das redes dos 'amarelos'. Pany Varela, no mesmo minuto, aumenta a vantagem com um tento à boca da baliza. 2-0 e um resultado feito para o intervalo, registando uma primeira metade dominada pelos leões.

A segunda parte recomeçou com um opositor mais ousado. O Quinta dos Lombos obrigou a duas boas defesas de Gonçalo Portugal, o titular verde e branco na baliza. Depois disso, nada de mais houve a registar, do lado leonino. O Sporting CP tentava aumentar a vantagem, mas sem sucesso, com Leo e Erick quase a 'cheirarem' o golo, aos minutos 5 e 10. O guardião do emblema do leão defendeu uma boa oportunidade por Sobral, aos 14', mas falhou a defesa de um penálti a dois minutos do fim que estabeleceu o 2-1, com Pany Varela a ver logo de seguida o cartão vermelho e a consequente expulsão da quadra. O empate da Quinta dos Lombos chegou a um minuto do final, com um remate indefensível para Portugal, o 2-2 feito e a primeira perda de pontos leonina espreitava o cenário, sem os cerca de 1400 espectadores baixarem os braços no apoio à equipa.

Até ao final do encontro, Cavinato ainda tentou um remate cruzado mas sem sucesso... 2-2 foi o registo final, de um jogo com pouca inspiração, mas que podia (e devia) ter sorrido aos leões.

Na próxima terça-feira, às 20h30, os comandados de Nuno Dias regressam à quadra do João Rocha para frente ao Burinhosa

Foto José Cruz

Benfica, Sibiryak e Makarska na Ronda de Elite

Por Jornal Sporting
12 Out, 2018

Sporting CP ficou a conhecer os adversários do grupo C da UEFA Futsal Champions League, que se irá realizar na casa das modalidades leoninas, entre os dias 13 e 18 de Novembro

O eterno rival lisboeta, os croatas do Novo Vrijeme Makarska e os russos do Futsal Clube Sibiryak são os adversários do Sporting  (grupo C) para a derradeira etapa antes da chegada à cobiçada final four da prova europeia. Miguel Albuquerque, director-geral das modalidades, comentou o resultado do sorteio e apontou 'armas' para o dérbi. “Mais um jogo grande do futsal português, com características diferentes e que acontece pela primeira vez nesta fase. É obviamente um grupo difícil, mas penso que os dois clubes nacionais espreitam os primeiros lugares e vão lutar pela final four”, assumiu.

Depois de ter garantido a passagem em segundo lugar do grupo, com duas vitórias em três jogos, o emblema verde e branco ganhou estatuto de organizador da Ronda de Elite ao ser um dos quatro clubes escolhidos para receber a segunda fase da UEFA Futsal Champions League. “Aqui estão as 16 melhores equipas da Europa. Vão passar quatro à última etapa e uma delas vai ser campeã. Ambicionamos passar à final four pela terceira vez consecutiva, com o desejo num desfecho diferente”, declarou Miguel Albuquerque.

Assim sendo, entre os dias 13 e 18 de Novembro, o Pavilhão João Rocha será o epicentro do grupo C da Ronda de Elite da competição e terá como jogo de cartaz o sempre ansiado dérbi entre Sporting CP e Benfica. O director-geral lançou um pedido aos Sportinguistas: “Esgotem antecipadamente o João Rocha”.

O sorteio dos grupos realizou-se hoje em Nyon, pelas 13h.

Foto César Santos

“Vamos voltar à Liga com o objectivo de somar mais uma vitória”

Por Jornal Sporting
11 Out, 2018

Nuno Dias mostrou a ambição no regresso ao campeonato, frente ao Quinta dos Lombos

Recém-chegados do Kosovo, depois da Main Round da UEFA Futsal Champions League, a equipa leonina regressa à Liga SportZone já esta sexta-feira, pelas 21h30, para defrontar o Quinta dos Lombos, em pleno Pavilhão João Rocha, em partida a contar para a quinta jornada. Nuno Dias, técnico dos tricampeões nacionais, lançou o regresso a casa.

“O espírito é sempre bom. Vamos voltar à nossa Liga com o objectivo de somar mais uma vitória e fazer mais uma boa exibição. Vamos ter um ciclo de três jogos difíceis, num período de tempo curto, mas vamos estar preparados para as dificuldades que os adversários nos vão colocar”, começou por dizer, em exclusivo ao Jornal Sporting.

Um adversário bem estudado, com caras bem conhecidas que já passaram por Alvalade. O míster dos leões fez uma breve análise àquela que considera uma formação “com muita irreverência” e qualidade. “Têm um treinador que esteve muitos anos no Sporting CP e que conhece muito bem aquilo que se faz aqui. Depois têm também um plantel muito jovem, com muita irreverência e com jogadores que, inclusivamente, também já passaram no Sporting CP. Pela sua juventude têm coisas boas e coisas más. Se por um lado têm essa irreverência, a atitude, a agressividade e o facto de serem desinibidos no jogo, pois fazem muitas vezes do ataque e contra-ataque a característica principal”, explicou, prosseguindo com aquela que pode ser a receita para a vitória.

“Têm, também, outros pontos que não são tão bons, como a inexperiência, que nos vai permitir, certamente, criar algumas dificuldades ao nível da concentração no jogo, da maturidade e da gestão dos momentos do jogo. Aí, podemos tirar alguma vantagem. Temos de os analisar para perceber ainda melhor quais são os pontos fracos e fortes que temos de anular e ter mais cuidado”, referiu.

Para terminar, o técnico verde e branco deixou uma mensagem aos Sócios e adeptos Sportinguistas, para que marquem presença em mais uma grande noite de futsal na sua casa das modalidades: “Queremos sempre que compareçam, que nos ajudem e que consigam preencher o Pavilhão João Rocha de uma forma bonita, como tem sido hábito”, concluiu.

Foto César Santos

“Vamos fazer tudo para sairmos vencedores”

Por Jornal Sporting
10 Out, 2018

Pany Varela foi o porta-voz dos leões para o regresso à Liga SportZone, frente ao Quinta dos Lombos

“Vamos fazer tudo para sairmos vencedores deste jogo”. Quem o disse foi Pany Varela, jogador da equipa de futsal do Sporting Clube de Portugal, em antevisão à partida desta sexta-feira (21h30), frente ao Quinta dos Lombos, em partida a contar para a quinta jornada da Liga SportZone, no Pavilhão João Rocha.

Confiante e motivado, o atleta verde e branco fez questão de mostrar que os leões estão prontos para este regresso ao campeonato: “Sabemos que é um adversário que nos vai dificultar ao máximo a vida, mas estamos preparados para isso. Vamos jogar em casa, num ambiente sempre bom para nós”, referiu, lembrando que já estão habituados a estas mudanças de chip.

“Não temos muito tempo para festejar ou para pensar nos alvos que ficam para trás, então estamos a trabalhar desde terça-feira para quando chegar o dia estarmos preparados para o Quinta dos Lombos”, vincou.

Por fim, o ala leonino deixou uma palavra aos adeptos: “Esperamos o habitual. Os adeptos do Sporting CP têm-nos habituado a muito apoio e vamos fazer de tudo para corresponder”, rematou.

 

Páginas

Subscreva RSS - Futsal