Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Club

Rogério Alves: “Os Sócios devem contribuir para a coesão dentro do universo Leonino”

Por Sporting CP
13 Nov, 2019

Presidente da Mesa da Assembleia Geral abordou diversos temas da actualidade Sportinguista

Rogério Alves, presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, falou na tarde desta quarta-feira ao Jornal Sporting acerca das últimas notícias vindas a público que dão conta da intenção de um conjunto de Sócios em destituir os Órgãos Sociais.   

“Quando e se isso acontecer, a Mesa da Assembleia Geral e o seu presidente, no cumprimento daquilo que é um dever e exercendo a autoridade que nasce da legitimidade que tem para o fazer, verificarão se esse requerimento cumpre as condições estatutárias para ser admitido e dar origem a uma Assembleia Geral, mas isso depende de várias componentes. Em primeiro lugar, é necessário que haja um conjunto de assinaturas que totalize mil votos. (…) Se for para destituir os Órgãos Sociais, esse pedido terá de ser acompanhado por uma justa causa que competirá à Mesa da Assembleia Geral analisar. (…) Em segundo lugar, é necessário o depósito das despesas necessárias à realização da Assembleia Geral. Por último, há uma condição mais de fundo que tem que ver com a invocação das justas causas, que têm que ser avaliadas pela Mesa da Assembleia Geral”, começou por dizer.

Assim sendo, não basta apresentar mil votos para que seja realizada a Assembleia Geral de destituição dos Órgãos Sociais do Clube.

“O facto de haver mil votos que pretendem a destituição dos Órgãos Sociais não quer dizer que haja sequer uma Assembleia Geral para discutir e votar o tema. Os Estatutos dizem que a destituição dos Órgãos Sociais só pode acontecer com justa causa. É preciso conferir se essa justa causa é ou não elegível para o efeito. Tudo tem de ser feito, como tem acontecido sempre, no respeito pela Lei e pelos Estatutos e com a legitimidade que foi conferida a estes Órgãos Sociais por eleição”, prosseguiu.

Caso os Sócios estejam descontentes com alguma decisão, podem e devem demonstrar esse desagrado de outras formas.  

“Há uma diferença muito grande entre um pedido de realização de uma Assembleia Geral visando a destituição do Conselho Directivo invocando justa causa e o que seria um abaixo-assinado de reprovação relativamente ao Conselho Directivo, em que as pessoas demonstrariam o seu desacordo e desapontamento. Para fazer essa manifestação não é preciso justa causa, cada pessoa poderá ter as suas causas e razões para discordar de opções dos Órgãos Sociais”.

Também o i-voting, ou voto remoto, foi um dos temas abordados por Rogério Alves.

“Permitir a todos os Sócios que, a partir do seu computador ou dispositivo móvel e com um sistema fidedigno e verificado por entidades idóneas, se pronunciem sobre os factos relevantes para o Clube, significaria a revolução que o Sporting CP precisa para ser um Clube dos Associados. É fundamental que mais pessoas participem nas decisões para que estas tenham uma legitimidade reforçada e acrescida e para que se possa consultar os Associados sem obrigá-los a deslocações, perdas de tempo ou grandes despesas que correspondem à realização de cada uma das Assembleias Gerais”, referiu.

Mas há mais razões pelas quais o presidente da Mesa da Assembleia Geral acredita que esta é a opção mais acertada.

“Cada vez mais, o Sporting CP é um Clube dos seus Sócios porque todos aqueles que têm a capacidade e reúnem as condições estatutárias para exercerem o seu voto poderiam de facto fazê-lo de forma cómoda, simples, rápida e segura. Esta seria uma revolução que colocaria o Sporting CP num patamar de excelência. Se queremos uma participação ampliada na vida associativa do nosso Clube, a meta tem de ser implementar, sem medo de que haja muito mais gente a votar, esta verdadeira revolução e tornar o Sporting CP num clube pioneiro no reforço da legitimidade e de uma verdadeira vivência democrática”, assegurou.

Rogério Alves reforçou ainda a posição da Mesa da Assembleia Geral ao recordar que há deveres a cumprir por parte dos Órgãos Sociais e dos Sócios.

“Não podemos contestar diariamente notícias e comentários vindos de fontes não identificadas que falam de estados de alma e de expectativas. O que aconselho, para que toda a família Sportinguista possa estar mais tranquila, é que ouçam as fontes do Sporting CP. Sempre que quiserem saber algo relativamente ao Clube, aguardem que alguém do Sporting CP se pronuncie. (…) O que os Estatutos dizem é muito claro: quem é eleito para os Órgãos Sociais do Clube tem o dever de cumprir a sua missão e os mandatos até final. Além disso, referem também que os Sócios devem contribuir para a coesão dentro do universo Leonino e respeitar os Órgãos Sociais e as suas deliberações”, finalizou.

Foto Mário Vasa

39.ª edição dos Rugidos de Leão

Por Sporting CP
09 Nov, 2019

Atletas e treinadores homenageados numa grande noite de Sportinguismo

Realizou-se na sexta-feira, na Quinta do Paul, em Leiria, a 39.ª edição dos Rugidos de Leão, evento que juntou 1500 Sportinguistas para um jantar de convívio, a distinção de doze figuras do Clube e, ainda, uma homenagem aos responsáveis pelas conquistas europeias em 2018/2019 no atletismo (corta-mato feminino), goalball (feminino e masculino), judo, hóquei em patins e futsal do Sporting Clube de Portugal.

Entre os presentes estiveram o Presidente do Clube, Frederico Varandas, o Vice-presidente, Francisco Salgado Zenha, o Director para as Modalidades, Miguel Albuquerque, e ainda os jogadores da equipa principal de futebol Stefan Ristovski, Rodrigo Battaglia, Jovane Cabral e Rodrigo Fernandes.   

“Esta estrutura é a mesma que fez com que o futebol do Sporting CP tivesse a melhor época dos últimos 17 anos. A estrutura de futebol teve que fazer um plantel com menos dez milhões de euros face ao que custava o plantel da época passada. (…) O mercado não funcionou como esperávamos e tivemos de nos adaptar. Tivemos de fazer outras vendas no valor necessário para cumprir as nossas obrigações financeiras, mas não conseguimos dispor dos recursos suficientes para reforçar o plantel como tínhamos planeado inicialmente”, começou por dizer o Presidente do Sporting CP.  

Enquanto discursava no evento organizado pelo Museu do Clube de Leiria e, mais precisamente, pelo seu mentor, Bernardes Dinis, Frederico Varandas assegurou ainda que nada nem ninguém o vai demover de dar continuidade ao trabalho desenvolvido até à data.

“A pergunta que importa é se vamos recuar, ceder ou deixar de fazer o que temos de fazer. E a resposta é não. Não vamos ceder, não vamos recuar, não nos faltará coragem e força para continuarmos o rumo que o Sporting CP tem de percorrer”, sublinhou.

Destaque ainda para a o campeão do mundo de judo, Jorge Fonseca, que teve direito a uma merecida homenagem pelo título conquistado este ano no Japão.

Também Marcel Keizer, antigo treinador da equipa de futebol que conquistou uma Taça de Portugal e uma Taça da Liga, foi premiado com um Rugido e acabou por ser muito aplaudido pelos presentes.

Galardoados:

Ivan Nikčević (andebol)
Madjer (futebol de praia)
Marcel Keizer (futebol)
Paulo Luís (futsal)
Cátia Azevedo (atletismo)
João Fernandes (judo)
Paulo Freitas (hóquei em patins)
Hadiley Sacramento (goalball)
Maria Branca (râguebi)
André Santos (kickboxing)
Marco Rodrigues (ténis de mesa)
Luís Duarte (ginástica)

Homenageados: Jorge Fonseca e as modalidades campeãs da Europa

Foto Mário Vasa

Placard.pt animou jogo com o Vitória SC

Por Sporting CP
28 Out, 2019

Parceiro do Sporting CP esteve presente em vários momentos

A recente parceria entre o Sporting Clube de Portugal e o Placard.pt deu a possibilidade a 50 voluntários da Liga Portuguesa Contra o Cancro de assistirem ao encontro entre o Sporting CP e o Vitória SC, no domingo.

Além disso, aliou-se ao movimento Outubro Rosa – da luta contra o cancro da mama – ao dar um cachecol às mulheres que subiram ao relvado com os jogadores de ambas as equipas, estando ainda presente na fotografia do onze.

O Placard.pt também animou o intervalo do jogo que os Leões venceram por 3-1, com actividades para os Sportinguistas no centro do relvado, nas quais participaram o actor Miguel Costa e o youtuber Bernardo Almeida.

 

Promoção “Outubro Rosa”

Por Sporting CP
25 Out, 2019

Bilhetes esgotados

O Sporting Clube de Portugal informa que os bilhetes destinados à promoção “Outubro Rosa” esgotaram.

Esta acção permitia às Sócias e adeptas do nosso Clube adquirirem bilhetes a um preço especial para o próximo jogo da equipa principal no Estádio José Alvalade – Sporting CP vs. Vitória SC, 27/10/2019, 20h00.

Obrigado a todas as Leoas que vão estar no estádio a apoiar a nossa equipa.

Se ainda não tem bilhete, compre aqui.

Sporting CP e OZ Energia continuam ligados

Por Sporting CP
24 Out, 2019

Empresa energética apoia hóquei em patins

A OZ Energia vai continuar a apoiar o hóquei em patins do Sporting Clube de Portugal. Depois de já o ter feito em 2018/2019, a empresa portuguesa volta a patrocinar a modalidade, estando presente na camisola dos patinadores Leoninos.

"A parceria entre a OZ Energia e o Sporting CP conta já com alguns anos e temos sabido gerir a relação de forma muito construtiva. Começámos pelo apoio à Corrida Sporting, com o firme propósito de apoiar iniciativas desportivas que possam ter a adesão do público em geral e em que o espírito é participar em grupo ou individualmente com o desejo de terminar com sucesso. Mais tarde, quando nos apresentaram a proposta de apoio às modalidades adaptadas, abraçámos esta iniciativa por entendermos que se enquadrava dentro da nossa política de sustentabilidade e participação activa numa sociedade que deverá ser, cada vez mais, uma sociedade inclusiva", começou por dizer Graça Leite, directora de marketing da OZ Energia.

"No ano passado, aceitámos o repto para sermos main sponsors da equipa de hóquei em patins e a OZ Energia foi o ‘trevo de quatro folhas’ que faltava à equipa do Sporting CP. O Sporting CP acabou por fazer uma época memorável", lembrou.

Questionada sobre as vantagens desta parceria, Graça Leite destacou a "estabilidade", a "visibilidade" e "um retorno do investimento muito favorável". "Posso dizer com segurança que nos apoiamos mutuamente", atirou.

Sobre a conquista da Liga Europeia de hóquei em patins em 2018/2019, Graça Leite não escondeu que foi "um momento de grande entusiasmo". "Pelo Sporting Clube de Portugal, pela modalidade e também pela visibilidade que a marca OZ Energia obteve além-fronteiras", frisou.

Saiba mais sobre a OZ Energia aqui.

Lista de convocados para a recepção ao Rosenborg BK

Por Sporting CP
23 Out, 2019

18 jogadores nas opções

Silas convocou 18 jogadores para a recepção ao Rosenborg BK, marcada para esta quinta-feira (20h00), no Estádio José Alvalade, em jogo da terceira jornada da Liga Europa.

 

1 – Renan Ribeiro

3 – Tiago Ilori

4 – Sebastián Coates

5 – Eduardo Henrique

8 – Bruno Fernandes

9 – Marcos Acuña

10 – Luciano Vietto

19 – Valentin Rosier

21 – Jesé Rodríguez

22 – Jérémy Mathieu

26 – Cristian Borja

27 – Miguel Luís

29 – Luiz Phellype

37 – Marcus Wendel

55 – Pedro Mendes

81 – Luís Maximiano

89 – Yannick Bolasie

98 – Idrissa Doumbia

Foto Arquivo Sporting CP

COMUNICADO DA FAMÍLIA DO DR. RUI MANUEL TRINDADE JORDÃO

Por Sporting CP
19 Out, 2019

Monte Estoril, 18 de Outubro de 2019


COMUNICADO DA FAMÍLIA DO DR. RUI MANUEL TRINDADE JORDÃO

Artista Plástico

As lágrimas do mundo são uma constante quantitativa: para cada um que começa a chorar, há um que pára de o fazer.

Samuel Beckett, À espera de Godot

Não vimos aqui, na verdade, comunicar nada. Não há nada de novo a comunicar. Quase antes de sermos informados, já a notícia corria na imprensa, nas redes sociais, no boca-a-boca... Rui Jordão faleceu esta manhã.

O que a imprensa, as redes sociais e o boca-a-boca não sabem é quem, de facto, era o Rui Jordão. Mas isso, se não se importam, fica para quem teve o privilégio incrível de privar com ele, de o conhecer para além da figura pública.

Num momento em que a perda de um ente querido nos fragiliza, comove-nos, acima de tudo, o facto de percebermos que mais pessoas do que pensávamos sabem, na alma, que o Rui Jordão era – e sempre foi – muito mais que um dos melhores jogadores de futebol portugueses do século XX.

Neste momento em que nos confrontamos com a brutalidade irónica da existência, vimos, aqui, agradecer a todos os que, directa ou indirectamente, o acompanharam, o apoiaram e, acima de tudo, o compreenderam.

A narrativa da vida do nosso Rui não terminou. Tal como nunca terminam as narrativas daqueles que transcenderam as glórias mundanas, a favor da contemplação humanista – figura pública, ou não.

Respeitando profundamente as suas intenções – sempre coerentes –, não haverá lugar a exéquias. A cada um a sua homenagem pessoal, profissional, ou pública. Não esqueçamos, no entanto, que, lá por não acabar a Primavera por morrer uma andorinha, certamente a Primavera ficará mais pobre...

O PINTOR: O escadote fica bem neste lugar?
FILIPE R T: Resulta melhor sem ele.
O PINTOR: O escadote fica bem neste lugar!

Dr. Rui Manuel Jordão

Sporting CP organiza formação sobre guarda-redes

Por Sporting CP
17 Out, 2019

Acção para promover livro "1001 Decisões do Guarda-Redes de Futebol"

No próximo dia 16 de Novembro, o departamento de guarda-redes do Sporting Clube de Portugal vai promover o lançamento do livro "1001 Decisões do Guarda-Redes de Futebol" através de uma acção de formação sobre o mesmo tema.

A formação, certificada pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude, concede 1,4 unidades de crédito e decorrerá das 10h às 18h, no Auditório Artur Agostinho do Estádio José Alvalade.

Guarda-redes, treinadores de guarda-redes, agentes desportivos e demais interessados têm, com esta iniciativa, uma oportunidade ímpar para debater temas como os desafios colocados à profissão, a teoria do modelo de decisão ou, ainda, a liderança e comunicação no treino de guarda-redes.

Poderá ainda homenagear ex-guarda redes que marcaram o panorama desportivo e adquirir um livro único espelhando o know-how do Sporting Clube de Portugal nestas matérias.

A inscrição tem um custo de 45 euros, com oferta do livro, e deve ser submetida através de: https://www.sporting.pt/formacao-inscricao

Vote na decoração do novo autocarro do Sporting CP

Por Sporting CP
16 Out, 2019

Escolha uma das três propostas disponíveis

O Sporting Clube de Portugal acaba de lançar uma votação on-line, exclusiva para Sócios, que lhe dá a possibilidade de votar na nova decoração do autocarro dos Leões.

Para votarem, os Sócios têm de ter, pelo menos, a quota de Setembro de 2019 regularizada e estar registados no site oficial do Sporting CP. Existem três propostas disponíveis e cada Associado pode votar apenas uma vez na sua opção preferida.

A votação, que decorre até às 23h59 de dia 27 de Outubro, pode ser submetida através de: www.sporting.pt/scp_autocarro

João Sampaio: "O que se passou ontem não se pode repetir"

Por Sporting CP
11 Out, 2019

Vice-presidente e responsável pela área jurídica falou sobre a actualidade Leonina

O vice-presidente e responsável pela área jurídica do Sporting Clube de Portugal, João Sampaio, falou na tarde de sexta-feira ao Jornal Sporting sobre a AG, as contas do Clube e a relação com os grupos organizados de adeptos.

Contas aprovadas

"O Conselho Directivo congratula-se pelo facto das contas terem sido aprovadas. Isso é o mais importante porque é sinal da responsabilidade que os Sócios colocaram no seu sentido de voto. Para o Clube, enquanto instituição, é muito importante ter as contas aprovadas na sua relação com todas as entidades externas como os bancos e o Estado. Seria muito negativo que as contas não tivessem sido aprovadas. Os Sócios deram, uma vez mais, um sinal de responsabilidade aprovando umas contas que estão completamente em linha com orçamento que eles mesmos tinham aprovado. Portanto, a primeira nota é de saudação pela responsabilidade manifestada pelos Sócios", começou por dizer.

Mais votos com menos votantes

"A diferença entre as maiorias no número de votos e nos votantes reflecte uma diferença estatutária em que eu, pessoalmente, me revejo. Admito que seja discutível, mas a minha posição pessoal, e penso que falo pelo Conselho Directivo, é que isso faz sentido porque, numa associação centenária, a antiguidade deve ser premiada com mais direitos. Felizmente, estas matérias estão sempre em discussão porque os nossos Associados são muito participativos. Ainda assim, convivo muito bem com esta regra porque premeia a antiguidade e a fidelidade à Associação", referiu.

Comportamento menos correcto na AG

"Acho que todos nós, Sportinguistas, devemos fazer um balanço crítico do que se passou. Não podemos admitir que, numa Associação que tem a democracia tão instituída nos estatutos, haja uma pessoa que não consegue falar na AG. No Conselho Directivo, temos gerido as críticas com alguma sageza e algumas delas são violentas e fora de tom. O que se passou demonstra uma situação muito grave e os Sportinguistas devem mobilizar-se para que isto não se repita. Ontem, um ex-presidente do Sporting CP, José de Sousa Cintra, não conseguiu falar na AG do Clube de que é Sócio. (...) Isso é gravíssimo e os Sócios do Sporting CP têm de se mobilizar para que isto acabe. E os Sócios que fazem mais ruído em função das críticas que fazem a esta Direcção têm de perceber que nas AG todos podem falar. Todos podem criticar a Direcção e nós respondemos ao que podemos e ontem fizemos um esforço para esclarecer tudo, tal como tínhamos feito na AG da SAD. Mas há uma coisa que quero deixar clara: o que se passou ontem não se pode repetir. Se for feita uma análise, ontem subimos um grau na escala de violência verbal. Isto porque associou-se a este descontentamento, que tem em parte que ver com as feridas do passado e os maus resultados desportivos, o descontentamento que vem de um grupo organizado de adeptos. (...) Os Sportinguistas já se aperceberam, têm dado sinais no Estádio, e nós apelamos a que critiquem quando têm de o fazer, mas sempre de forma pacífica, respeitando os direitos de todos e deixando que a democracia flua no Clube. O que não podemos tolerar é que as pessoas nos digam que não estão para se sujeitar aquela violência verbal que pode tornar-se física nas AG. Pedimos que os Sportinguistas se mobilizem para que isto não seja possível novamente. Queremos restaurar novamente a confiança na AG e que as pessoas possam falar tranquilamente e dizer o que pensam, mesmo que seja para criticar a Direcção", reforçou.

Protocolo e relação com os GOA

"O Conselho Directivo identificou que a relação que estava a ser instituída com os GOA (grupos organizados de adeptos) não era saudável porque introduzia uma enorme injustiça na relação do Clube com os outros Sócios e na relação com os GOA. Os GOA eram claramente beneficiados relativamente aos outros Sócios, o que nos pareceu uma injustiça atroz e que era preciso colmatar. O que fizemos, já este ano, foi propor aos GOA a celebração do novo protocolo que passava por comprarem bilhetes a um preço reduzido e terem outro tipo de regalias como apoio em viagens e a coreografias comuns quando decidissem fazê-las no Estádio. Três dos GOA aceitaram muito bem este protocolo e têm-no cumprido sem dificuldade. O outro GOA não está muito satisfeito, mas é preciso que tudo isto seja entendido no contexto de mudança de relação com os GOA. Não porque achemos que eles não são importantes ou porque não os queiramos ajudar a apoiar os atletas do Sporting CP, mas devem apoiar no verdadeiro sentido do termo. Não devem confundir as dificuldades de relação que tenham com a Direcção com o seu papel de adeptos que é apoiar os atletas que, todos os dias, suam a camisola nos treinos e respeitam o emblema no campo. O descontentamento com a Direcção, seja ele dos GOA ou dos outros Sócios, deve ser dirigido à Direcção. Os Sócios e os GOA estão cá, em primeiro lugar, para apoiar os atletas", concluiu.

Páginas

Subscreva RSS - Clube