Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Taxonomy term

Foto César Santos

Coates: "Quero dar tudo por quem confiou em mim"

Por Jornal Sporting
12 maio, 2016

Qualidade do central uruguaio fez com que o Sporting CP prolongasse por mais um ano o empréstimo do Sunderland

Sebastián Coates assinou pelos ‘leões’ em Janeiro e, para muitos dos adeptos do Clube de Alvalade, o central uruguaio era desconhecido. No entanto, depressa apareceu a opinião do seu companheiro de selecção e ex-colega em Liverpool, Luís Suárez: “Um jogador como o Sebastián acrescenta muita qualidade a uma equipa. Tenho a certeza de que será um excelente reforço”. Na verdade, à medida que Coates ia envergando a listada ‘verde e branca’, as declarações de Suárez foram-se revelando verdadeiras. A forma como Sebastián se impôs na defesa ‘leonina’, formando uma dupla extraordinária com Rúben Semedo, justifica na totalidade o prolongamento por mais um ano do empréstimo do Sunderland ao Sporting CP. O jogador não esconde as razões que o fizeram tomar esta decisão.

“Todos os jogadores sonham jogar num Clube onde se lute por títulos, com objectivos ambiciosos, e isso fez a diferença na minha vinda e na minha continuação”, referiu, para depois explicar o porquê de já se ter aventurado no ataque: “Pessoalmente, a minha primeira função é a de defender, mas se posso ajudar e chegar mais longe no ataque, fá-lo-ei”.

A preocupação de Jorge Jesus com o sector recuado foi algo que surpreendeu o internacional uruguaio de forma positiva, isto porque apesar de ter consciência de que os golos são necessários para conquistar vitórias, o trabalho na defesa é um pormenor que pode definir a vitória ou a derrota ao longo do encontro.

“O treinador preocupa-se muito com o que é defensivamente a equipa. Logicamente que os jogos se ganham com golos, mas ele preocupa-se muito em trabalhar a defesa e toda a equipa a defender. Isso não só nem todos os treinadores o fazem, como poucos o fazem. É isso que faz a diferença”, vincou Sebastián, que com os seus 1,96m tem sido uma autêntica parede nos duelos aéreos. No entanto, o central não esqueceu e reforçou a importância dos adeptos, a força que transmitem durante os noventa minutos de qualquer partida: “Encontrei um excelente Clube, com adeptos que estão sempre a puxar pelos jogadores e isso também faz com que o Sporting seja muito importante. Quero dar tudo por esta camisola, pelo Clube, por quem confiou em mim e oxalá que, colectivamente, tenhamos os resultados que todos queremos”.

Nos dias que correm, já não há nenhum adepto ‘sportinguista’ que não saiba que Coates é sinónimo de segurança defensiva e aplauda a alcunha que o atleta trouxe do Uruguai: ‘o chefe’.

Leia a entrevista na íntegra na edição do Jornal Sporting desta semana. 

Foto César Santos

Bruno de Carvalho: “Não há campeões antecipados”

Por Jornal Sporting
12 maio, 2016

O Presidente do Sporting deu uma entrevista exclusiva ao jornal do Clube antes da jornada decisiva

Temos de recuar 42 anos para podermos passar os olhos pela última vez em que Sporting CP e Benfica levaram a decisão do título português para a última jornada. Foi em 1974 que o ‘suspense’ ficou preso em milhões de gargantas até ao último apito do último jogo do Campeonato Nacional. A história não favorece o Clube de Alvalade, isto porque das 25 vezes em que esta situação aconteceu, no século XXI, quem entrou na frente acabou por festejar. O Presidente ‘leonino’ não se rende perante as estatísticas e ainda acredita numa reviravolta épica.

“À entrada para a última jornada, estamos a dois pontos do primeiro lugar. Não é, com certeza, o lugar onde gostaríamos de estar; gostávamos de estar em primeiro e não estamos. Ma estamos absolutamente focados neste jogo que falta e sabemos que, até ao último segundo, tudo pode acontecer – é essa a beleza do futebol. Enquanto matematicamente for possível e enquanto a vontade for grande tudo pode acontecer”, afirmou em entrevista exclusiva ao Jornal Sporting, referindo também o ambiente que se vive em torno deste último embate contra o Sp. Braga: “Vejo a equipa do Sporting CP completamente focada neste encontro e a acreditar que até ao fim pode ter a felicidade de comemorar um título que nos foge há muitos anos. Vamos, pelo menos, fazer o que está ao nosso alcance para alcançar o objectivo e isso passa por vencer este último jogo e acreditar até ao último segundo”.

É verdade que o sucesso ‘verde e branco’ não depende somente do que se passar no Estádio Municipal de Braga. Na Luz, à mesma hora do Sp. Braga-Sporting CP, estará a disputar-se o Benfica-Nacional, e Bruno de Carvalho não acredita que os jogadores do conjunto ‘madeirense’ queiram ser os “bobos da festa”.

“Quanto ao Benfica-Nacional, tenho andado a observar e ouvir o que se diz e parece que o Nacional não conta, que o adversário não tem mínimo interessa e que o jogo está ganho. Tenho sentido isso nas palavras dos comentadores afectos ao Benfica, mas não acredito nisso” vincou, antes de deixar rasgados elogios ao trabalho que tem sido feito por Rui Alves, o presidente ‘nacionalista’: “Sei que o Nacional é uma grande equipa, não acredito que queiram ser os bobos da festa do Campeonato. Sei o trabalho que o presidente Rui Alves faz ao colocar o Nacional no mapa e a verdade é que o Nacional começou a surgir e a lutar por lugares cimeiros, sendo uma presença assídua e natural na I Liga. O Benfica estará motivado porque a vitória lhe garantirá o Campeonato, acho que o Nacional vai estar motivadíssimo porque tem sido desdenhado nestes últimos tempos e isso não é merecido para uma equipa que tem feito as épocas que tem feito e que ganhou por mérito próprio o seu lugar neste Campeonato”.

Bruno de Carvalho rejeita balanços da temporada antes do soar dos apitos, embora o que se tem passado ao longo da mesma venha dar razão à competitividade que o líder ‘verde e branco’ sempre defendeu que iria existir. 

“O nosso objectivo sempre foi lutarmos e sermos campeões nacionais. Estamos a lutar e só no final veremos se somos ou não campeões. Só a partir daí dará para fazer o balanço desta época. Agora, mantendo o que disse o início desta temporada em relação a termos três grandes equipas que se reforçaram muito bem que seria um Campeonato muito bem disputados, com grandes jogadores, e que tinha a certeza de que seria um Campeonato que iria agradar aos amantes do futebol”, comentou, para depois finalizar com o desejo de que o lado bonito desta modalidade tem de continuar a passar dentro e não fora das quatro linhas, porque só assim haverá margem de progressão: “O jogo fora das quatro linhas está a emperrar o futebol português e não o deixa progredir. As pessoas lá fora também já o perceberam e é muito importante que as coisas se alterem e que consigamos ter estes Campeonatos bem disputados até ao fim, com boas equipas mas que consigamos acompanhar com outro tipo d dirigismo e regulamentação para que possamos crescer todos porque, no fundo, somos todos rivais mas vivemos todos do mesmo negócio, o futebol”.

Poderá ler a entrevista na íntegra na edição desta semana do Jornal Sporting. 

Foto José Cruz

Qarabag à vista

Por Jornal Sporting
18 Set, 2018

Sporting CP continua a preparar estreia no grupo E da Liga Europa

O foco da equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal é agora o Qarabag, adversário que viaja do Azerbaijão até ao Estádio José Alvalade para a jornada inaugural do grupo E da Liga Europa, agendada para as 20h de quinta-feira.

Esta manhã (18 de Setembro), José Peseiro orientou mais uma sessão de trabalhos na Academia, sendo que a única baixa continua a ser Bas Dost, ainda entregue ao Departamento Clínico, liderado pelo Dr. Virgílio Abreu.
 
Recorde-se que, esta tarde (18h), Bruno Fernandes e Miguel Luís, acompanhados pelo Presidente Frederico Varandas, vão estar no Pólo EUL, junto dos jogadores e equipas técnicas da formação. 
 
Os leões voltam a treinar amanhã, pelas 10h, naquele que será o treino oficial da UEFA, aberto, durante 15 minutos, à imprensa. Às 13h30, no auditório Artur Agostinho do Estádio José Alvalade, José Peseiro e um jogador realizam a antevisão ao jogo frente ao Qarabag. 
 
Foto José Cruz

Nani de regresso aos treinos

Por Jornal Sporting
17 Set, 2018

Capitão cumpriu a sessão de trabalhos desta segunda-feira após recuperar das mialgias de esforço

Nani foi o (bom) destaque do treino da tarde desta segunda-feira, o primeiro após a vitória na jornada inaugural da fase de grupos da Allianz Cup, frente ao Marítimo (3-1), e que contou com a presença do Presidente Frederico Varandas e de Roberto Servero, team manager. O capitão do Sporting CP integrou o lote de jogadores que subiram ao relvado da Academia - aqueles que alinharam de início contra os insulares realizaram o habitual trabalho de recuperação. 

Bas Dost continua entregue aos cuidados do departamento clínico. 

Recorde-se que os leões preparam já a estreia no grupo E da Liga Europa, agendada para as 20h desta quinta-feira, diante do Qarabag (Ucrânia), no Estádio José Alvalade. 

O dia de amanhã conta com novo treino à porta fechada (10h), sendo que Bruno Fernandes e Miguel Luís, na companhia do Presidente Frederico Varandas, vão marcar presença no Pólo EUL (18h) do Clube (Estádio Universitário de Lisboa), de forma a confraternizarem com os jovens jogadores da formação. 
 

Foto César Santos

“Estamos cada vez melhores”

Por Jornal Sporting
17 Set, 2018

José Peseiro faz um balanço positivo do desempenho dos seus atletas na vitória, por 3-1, frente ao Marítimo

Detentores da Taça da Liga, os leões arrancaram, este domingo, da melhor forma possível na competição, frente ao Marítimo: com uma vitória, por 3-1. José Peseiro, técnico leonino, mostrou-se satisfeito com o rendimento de toda a equipa. “Estou satisfeito com duas coisas: vitória justíssima e exibição muito boa. Defrontámos uma boa equipa, o Marítimo está a fazer um bom campeonato. Controlámos os 90 minutos. Vencemos por 3-1, mas podíamos ter marcado mais um ou dois golos. Mas deixo os parabéns ao Marítimo pelo que fez aqui e também aos meus jogadores”, afirmou.

Com golos apontados por Raphinha (26’) e Bruno Fernandes (54’ e 63’), o treinador verde e branco garantiu ter sido uma mais-valia para a confiança da equipa entrar a ganhar. “Foi bom fazer logo o golo. Reagimos bem. A equipa tem estado muito concentrada e sabe o que quer. Há, claro, coisas que falta aprimorar, mas passo a passo temos vindo a melhorar. Às vezes há falta de paciência, mas temos feito uma boa gestão dos jogos. Estamos cada vez melhores, mas queremos melhorar mais", revelou.

Quando questionado sobre a importância da normalização da presidência no Sporting CP, José Peseiro foi claro: “É óbvio que é importante a estabilidade de um clube. É um Presidente que vai ter tempo. Deu-nos muita confiança. Acredita em nós, no nosso trabalho e entrega. Uma palavra importante que nos dirigiu foi a importância de respirar prazer e alegria no balneário. É importante unir o Clube e, neste momento, não faz sentido não estarmos unidos. Era importante conquistar a vitória no primeiro jogo da estreia do nosso Presidente. Não nos pediu o título de campeões, mas quem está no Sporting CP quer ganhar os jogos todos”, finalizou.

Foto César Santos

Crescer dá pontos e já não dói tanto

Por Jornal Sporting
16 Set, 2018

Detentores da Taça da Liga estrearam-se na prova com um triunfo seguro

Em fase de crescimento, todas as vitórias valem ouro. No regresso após a paragem de selecções, o Sporting CP bateu o Marítimo na primeira jornada da Taça da Liga (3-1) e iniciou a defesa do troféu de forma convincente. Os golos de Raphinha e Bruno Fernandes (a dobrar) valeram três pontos, mas não só. Depois de um início de época com triunfos sofridos, ganhar com tranquilidade é dar um passo sólido para reforçar o novo modelo de jogo.



Com poucas mudanças na equipa e uma atitude competitiva forte desde o início, percebeu-se que os leões encararam esta partida como se fosse de campeonato. De resto, José Peseiro não fugiu muito às escolhas habituais. Bruno Gaspar mereceu a primeira oportunidade como titular, bem como Jovane, que tem tido impacto directo nos resultados da equipa. Ainda assim, foi Raphinha a afirmar-se novamente como o principal desequilibrador durante a primeira parte. Logo aos dois minutos, quase inaugurou o marcador após um cruzamento de Jefferson, naquele que foi o anúncio de uma exibição repleta de acções positivas. O Sporting CP ia tendo facilidades para encontrar espaços entre as linhas do Marítimo (Jovane e Raphinha procuraram zonas interiores com frequência), mas desperdiçava muitos lances de ataque com cruzamentos a que ninguém chegava. O Marítimo, com um posicionamento defensivo que não transmitia segurança, ganhava outra vida quando a bola chegava aos homens da frente. Barrera e Correa, nos flancos, e Danny, sobretudo, tentavam incomodar a defesa verde e branca, mas sem grande sucesso. Com Battaglia mais posicional à frente da defesa, Acuña adiantava-se no terreno e o primeiro golo resultou de uma recuperação do argentino no meio campo ofensivo - Montero, com a calma habitual, isolou Raphinha para o 1-0. Mais tarde, perto do intervalo, os papéis inverteram-se e foi o brasileiro a descobrir o colombiano nas imediações da área. Má recepção, lance desperdiçado.



Os leões entraram na segunda parte a circular a bola com lentidão, sem se aproximarem da baliza de Charles. Tudo mudou de um momento para o outro: na esquerda, Jefferson encontrou Jovane na área e o menino – mais uma vez – conquistou uma grande penalidade. Bruno Fernandes, tranquilamente, pôs o 2-0 no marcador. A turma de Cláudio Braga, que já tinha ameaçado, estendeu-se no ataque e repôs a diferença mínima logo de seguida. Danny (aos 35 anos, mantém a qualidade técnica e a visão de jogo) lançou Correa e o argentino não perdoou na cara de Salin. Foi uma fase agitada em Alvalade, já que o 3-1 não demoraria a aparecer. Bisou Montero nas assistências – tantas vezes discreto, quase sempre útil no funcionamento colectivo –, oferecendo o bis nos golos a Bruno Fernandes. Na recta final do encontro, José Peseiro quis acrescentar capacidade de pressão na zona central, lançando Wendel (para o lugar de Bruno Fernandes, que descaiu para a esquerda) e Gudelj. Em poucos minutos de leão ao peito, o último reforço verde e branco apresentou-se como um médio criterioso e com facilidade em desdobrar-se para o ataque – de resto, Montero podia ter marcado a passe do sérvio, mas atirou por cima da baliza de Charles. Com o passar do tempo, o Marítimo deixou de atacar e quem esteve perto do golo foi o Sporting CP, nomeadamente por Bruno Fernandes. Já em tempo de compensação, Lucas Áfrico entrou violentamente sobre Wendel e recebeu ordem de expulsão imediata. Um lance evitável, quando todos se preparavam para o final. Se havia dúvidas de que um dos objectivos da época do Sporting CP era defender o título na Taça da Liga, a noite de Alvalade matou-as por completo. 



Foto César Santos

"Preparados para jogar bem e vencer"

Por Jornal Sporting
15 Set, 2018

José Peseiro anteviu, em declarações à Sporting TV, o primeiro confronto com vista a reconquista da Taça da Liga, este domingo, frente ao Marítimo

O treinador da equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal, José Peseiro, em declarações à Sporting TV, lançou o encontro que marca a estreia dos leões numa prova cujo título mora em Alvalade. E será precisamente no palco principal do futebol leonino que, amanhã, o Marítimo medirá forças com a equipa verde e branca.

"Somos os detentores da Taça da Liga e queremos repetir o feito alcançado na época passada. Para já, há que ganhar este primeiro jogo. Queremos estar na fase final em Braga, tal como já tinha acontecido no ano anterior. Temos de estar ao melhor nível para depois podermos chegar à fase final. Mais importante que do que já ter conquistado o troféu, este é um colectivo e é isso que teremos de trabalhar para o vencer mais uma vez. Essa obrigação é não apenas para a Taça da Liga, mas para todos as competições em Portugal. Há mais adversários, há mais concorrência e outros clubes também o vão querer fazer. O Marítimo certamente também quererá marcar presença na fase final. O treinador já avisou que vem com a melhor equipa a Alvalade, embora também não veja o que se possa fazer sem a formação inicial, pois todos são titulares, como se costuma dizer. Estamos a preparar o encontro para jogarmos e, acima de tudo, vencer".

O técnico leonino lembrou ainda que a pausa no campeonato para compromissos com as selecções nacionais retirou a possibilidade, por uma boa razão segundo o próprio, de se treinar com o plantel completo em fase prematura da epoca. "Estas últimas semanas de trabalho foram boas, dentro daquilo que estava projectado, alguns jogos de treino à porta fechada que costumamos repetir para ensaiar e colocar em prática algumas ideias que temos para o jogo. Todas as equipas passam por esta fase, de consolidação de processos, com jogadores novos e de referir algumas ausências, embora por uma boa causa já que ter jogadores de selecção é sinal de qualidade. Estamos cada vez mais prontos e mais próximos daquilo que é o real valor desta equipa".

Um dos jogadores ao serviço da sua equipa nacional foi o argentino Rodrigo Battaglia. José Peseiro explicou que o médio tem feito o seu percurso, mas a chegada a este patamar e com o trabalho feito no Sporting CP na época passada – e este ano também – é que o o levou à selecção. 

A terminar, uma mensagem à família leonina: "Até agora temos sentido o apoio e queremos que o façam mais uma vez. Muitas vezes não damos importância à Taça da Liga, só quando estamos na final e podemos ganhar, mas queria recordar os nossos Sócios e adeptos que para lá chegar é preciso vencer e para estarmos presentes na final é necessário ganhar esta domingo e o apoio das bancadas é importantíssimo, galvanizante, por tudo aquilo que tem dado à equipa. Que estejam presentes!"

Informação importante: Sporting CP-Qarabag FK

Por Sporting CP
15 Set, 2018

Sanção da UEFA determina o encerramento de 3.000 lugares no Estádio José Alvalade para o jogo da próxima 5ª feira

O Sporting Clube de Portugal informa que os bilhetes para a 1ª jornada da Liga Europa irão começar a ser vendidos amanhã – 16 de Setembro - nas bilheteiras do Estádio José Alvalade (em funcionamento, todos os dias, das 10h às 20h), estando a venda no site oficial (comprar aqui) já disponível desde o dia 7 de Setembro. Os preços para a estreia nas competições europeias 2018/2019 são desde €10 para Sócios ou desde €15 para Adeptos, sendo este um jogo incluído na Gamebox.

Por decisão da UEFA - e com base num processo instaurado após o jogo Sporting CP vs Atlético de Madrid realizado no dia 12 de Abril - o Sporting Clube de Portugal foi punido com o encerramento de 3.000 lugares na Central Poente do Estádio José Alvalade devido ao arremesso de um objecto em direcção da equipa de arbitragem. Assim sendo, no jogo da próxima 5ª feira iremos ter bloqueados os seguintes lugares: Sector A1 + A2 + A3 + A4 + A5 (da fila 1 à fila7 inclusive); Sector A6 + A7 (tudo); Sector B1 + B2 + B3 (da fila 1 à fila 3 inclusive). Todos os Sócios com Gamebox nestes lugares irão receber uma comunicação oficial do Sporting Clube de Portugal (SMS e E-mail) a pedir desculpa pelo incómodo e que poderão levantar um convite duplo a partir de amanhã (domingo – 16 de Setembro) nas bilheteiras do Estádio José Alvalade, na medida em que o cartão Gamebox não dará acesso ao Estádio no jogo de 5ª feira. Os restantes Sócios com Gamebox 2018/2019 (e que não estejam nos lugares acima referidos) deverão entrar no Estádio José Alvalade normalmente com o seu cartão de lugar anual.  

 

Mais do que nunca, e tendo em consideração os últimos acontecimentos no desporto nacional, é importante que todos os nossos Sócios e Adeptos tenham perfeita consciência que o mau comportamento do público pode gerar sérios prejuízos ao Clube. Desta forma, apelamos a que todos os Sócios e Adeptos do Sporting Clube de Portugal (tanto nos jogos em nossa casa, como também nos jogos fora de Alvalade) tenham uma conduta correcta e de ‘fair-play’ para com todos os agentes desportivos. 

Foto José Cruz e César Santos

"Não há palavras para agradecer ao Sporting CP"

Por Jornal Sporting
14 Set, 2018

Rodrigo Battaglia estreou-se pela selecção da Argentina no dia 11 de Setembro e não esqueceu o contributo do Clube que representa

O médio leonino de 27 anos não podia estar mais feliz. Rodrigo Battaglia foi chamado a representar as cores do seu país e fez a estreia absoluta pela selecção principal frente à Colômbia na passada terça-feira (0-0). Apesar do entusiasmo do momento, o jogador não esqueceu a ajuda do Sporting CP neste seu feito pessoal.
 
 
"Estou muito contente pela oportunidade que me deram. Jogar aqui ofereceu-me a possibilidade de chegar à selecção e foi incrível. Não há palavras para agradecer ao Sporting CP. É um grande Clube", sublinhou, acrescentando o que sentiu na altura do hino: "Já representei os sub-20 no Mundial, mas ali foi diferente. Foi algo único que nunca vou esquecer. É um privilégio representar o país". 

Na primeira internacionalização, Battaglia recebeu rasgados elogios pelo rendimento em campo. Com a precisão de bola afinada e um olho de lince no momento de intersectar o esférico, o médio foi mesmo comparado a Mascherano. "Defrontámos uma boa selecção e estou satisfeito com o meu trabalho. Posso dizer que estava nervoso na noite anterior, porque isto foi um sonho para mim. O Mascherano é um grande jogador e um exemplo", sublinhou. 
 
 
 
Depois da estreia na selecção, é tempo de voltar a Alvalade. Battaglia confessou que representar novamente a Argentina é um dos focos da época a nível individual , mas agora tem as agulhas apontadas para o emblema do leão rampante. "Um dos meus objectivos é ser regularmente chamado, mas vou continuar motivado a trabalhar no Sporting CP, porque foi aqui que as portas se abriram", finalizou. 

Rodrigo Battaglia chegou a ser pré-convocado para o Mundial 2018, mas não viajou para a Rússia. Agora, e numa fase de reestruturação da formação argentina, o internacional promete lutar pela sua selecção e pelo seu Clube todos os dias. 
 
 
 
Foto José Cruz

Battaglia e Acuña já treinaram no relvado

Por Jornal Sporting
14 Set, 2018

Orientados de José Peseiro ultimam detalhes para a estreia na Allianz Cup, frente ao Marítimo

A equipa principal do Sporting Clube de Portugal tem o foco na estreia na Allianz Cup, troféu que os leões começam a defender já este domingo, frente ao Marítimo (Grupo D), no Estádio José Alvalade (20h). 

José Peseiro tem todo o plantel à disposição, à excepção de Nani, com mialgias de esforço, e Bas Dost, que continua em tratamento, sendo que no treino desta sexta-feira já pôde contar com a presença de Rodrigo Battaglia e Marcos Acuña no relvado da Academia, uma vez que, ontem, realizaram trabalho de recuperação, após uma viagem intercontinental em circunstância dos compromissos internacionais da Argentina. 

Battaglia, que fez a sua estreia absoluta pela selecção albiceleste contra a Colômbia, tendo cumprido os 90 minutos da partida (0-0), falou ao Jornal Sporting e à Sporting TV sobre o primeiro encontro a defender as cores do seu país - conheça as sensação do médio leonino às 19h06. 

Para amanhã, está agendado um treino à porta fechada na Academia (10h) e a antevisão do míster José Peseiro, disponível nos meios oficias do Clube a partir das 15h.  
 

Páginas

Subscreva RSS - Equipa Principal