Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Taxonomy term

Foto César Santos

Coates: "Quero dar tudo por quem confiou em mim"

Por Jornal Sporting
12 maio, 2016

Qualidade do central uruguaio fez com que o Sporting CP prolongasse por mais um ano o empréstimo do Sunderland

Sebastián Coates assinou pelos ‘leões’ em Janeiro e, para muitos dos adeptos do Clube de Alvalade, o central uruguaio era desconhecido. No entanto, depressa apareceu a opinião do seu companheiro de selecção e ex-colega em Liverpool, Luís Suárez: “Um jogador como o Sebastián acrescenta muita qualidade a uma equipa. Tenho a certeza de que será um excelente reforço”. Na verdade, à medida que Coates ia envergando a listada ‘verde e branca’, as declarações de Suárez foram-se revelando verdadeiras. A forma como Sebastián se impôs na defesa ‘leonina’, formando uma dupla extraordinária com Rúben Semedo, justifica na totalidade o prolongamento por mais um ano do empréstimo do Sunderland ao Sporting CP. O jogador não esconde as razões que o fizeram tomar esta decisão.

“Todos os jogadores sonham jogar num Clube onde se lute por títulos, com objectivos ambiciosos, e isso fez a diferença na minha vinda e na minha continuação”, referiu, para depois explicar o porquê de já se ter aventurado no ataque: “Pessoalmente, a minha primeira função é a de defender, mas se posso ajudar e chegar mais longe no ataque, fá-lo-ei”.

A preocupação de Jorge Jesus com o sector recuado foi algo que surpreendeu o internacional uruguaio de forma positiva, isto porque apesar de ter consciência de que os golos são necessários para conquistar vitórias, o trabalho na defesa é um pormenor que pode definir a vitória ou a derrota ao longo do encontro.

“O treinador preocupa-se muito com o que é defensivamente a equipa. Logicamente que os jogos se ganham com golos, mas ele preocupa-se muito em trabalhar a defesa e toda a equipa a defender. Isso não só nem todos os treinadores o fazem, como poucos o fazem. É isso que faz a diferença”, vincou Sebastián, que com os seus 1,96m tem sido uma autêntica parede nos duelos aéreos. No entanto, o central não esqueceu e reforçou a importância dos adeptos, a força que transmitem durante os noventa minutos de qualquer partida: “Encontrei um excelente Clube, com adeptos que estão sempre a puxar pelos jogadores e isso também faz com que o Sporting seja muito importante. Quero dar tudo por esta camisola, pelo Clube, por quem confiou em mim e oxalá que, colectivamente, tenhamos os resultados que todos queremos”.

Nos dias que correm, já não há nenhum adepto ‘sportinguista’ que não saiba que Coates é sinónimo de segurança defensiva e aplauda a alcunha que o atleta trouxe do Uruguai: ‘o chefe’.

Leia a entrevista na íntegra na edição do Jornal Sporting desta semana. 

Foto César Santos

Bruno de Carvalho: “Não há campeões antecipados”

Por Jornal Sporting
12 maio, 2016

O Presidente do Sporting deu uma entrevista exclusiva ao jornal do Clube antes da jornada decisiva

Temos de recuar 42 anos para podermos passar os olhos pela última vez em que Sporting CP e Benfica levaram a decisão do título português para a última jornada. Foi em 1974 que o ‘suspense’ ficou preso em milhões de gargantas até ao último apito do último jogo do Campeonato Nacional. A história não favorece o Clube de Alvalade, isto porque das 25 vezes em que esta situação aconteceu, no século XXI, quem entrou na frente acabou por festejar. O Presidente ‘leonino’ não se rende perante as estatísticas e ainda acredita numa reviravolta épica.

“À entrada para a última jornada, estamos a dois pontos do primeiro lugar. Não é, com certeza, o lugar onde gostaríamos de estar; gostávamos de estar em primeiro e não estamos. Ma estamos absolutamente focados neste jogo que falta e sabemos que, até ao último segundo, tudo pode acontecer – é essa a beleza do futebol. Enquanto matematicamente for possível e enquanto a vontade for grande tudo pode acontecer”, afirmou em entrevista exclusiva ao Jornal Sporting, referindo também o ambiente que se vive em torno deste último embate contra o Sp. Braga: “Vejo a equipa do Sporting CP completamente focada neste encontro e a acreditar que até ao fim pode ter a felicidade de comemorar um título que nos foge há muitos anos. Vamos, pelo menos, fazer o que está ao nosso alcance para alcançar o objectivo e isso passa por vencer este último jogo e acreditar até ao último segundo”.

É verdade que o sucesso ‘verde e branco’ não depende somente do que se passar no Estádio Municipal de Braga. Na Luz, à mesma hora do Sp. Braga-Sporting CP, estará a disputar-se o Benfica-Nacional, e Bruno de Carvalho não acredita que os jogadores do conjunto ‘madeirense’ queiram ser os “bobos da festa”.

“Quanto ao Benfica-Nacional, tenho andado a observar e ouvir o que se diz e parece que o Nacional não conta, que o adversário não tem mínimo interessa e que o jogo está ganho. Tenho sentido isso nas palavras dos comentadores afectos ao Benfica, mas não acredito nisso” vincou, antes de deixar rasgados elogios ao trabalho que tem sido feito por Rui Alves, o presidente ‘nacionalista’: “Sei que o Nacional é uma grande equipa, não acredito que queiram ser os bobos da festa do Campeonato. Sei o trabalho que o presidente Rui Alves faz ao colocar o Nacional no mapa e a verdade é que o Nacional começou a surgir e a lutar por lugares cimeiros, sendo uma presença assídua e natural na I Liga. O Benfica estará motivado porque a vitória lhe garantirá o Campeonato, acho que o Nacional vai estar motivadíssimo porque tem sido desdenhado nestes últimos tempos e isso não é merecido para uma equipa que tem feito as épocas que tem feito e que ganhou por mérito próprio o seu lugar neste Campeonato”.

Bruno de Carvalho rejeita balanços da temporada antes do soar dos apitos, embora o que se tem passado ao longo da mesma venha dar razão à competitividade que o líder ‘verde e branco’ sempre defendeu que iria existir. 

“O nosso objectivo sempre foi lutarmos e sermos campeões nacionais. Estamos a lutar e só no final veremos se somos ou não campeões. Só a partir daí dará para fazer o balanço desta época. Agora, mantendo o que disse o início desta temporada em relação a termos três grandes equipas que se reforçaram muito bem que seria um Campeonato muito bem disputados, com grandes jogadores, e que tinha a certeza de que seria um Campeonato que iria agradar aos amantes do futebol”, comentou, para depois finalizar com o desejo de que o lado bonito desta modalidade tem de continuar a passar dentro e não fora das quatro linhas, porque só assim haverá margem de progressão: “O jogo fora das quatro linhas está a emperrar o futebol português e não o deixa progredir. As pessoas lá fora também já o perceberam e é muito importante que as coisas se alterem e que consigamos ter estes Campeonatos bem disputados até ao fim, com boas equipas mas que consigamos acompanhar com outro tipo d dirigismo e regulamentação para que possamos crescer todos porque, no fundo, somos todos rivais mas vivemos todos do mesmo negócio, o futebol”.

Poderá ler a entrevista na íntegra na edição desta semana do Jornal Sporting. 

Foto José Lorvão

"Ganhar e atingir os nossos objectivos"

Por Sporting CP
14 Jul, 2020

Rúben Amorim confiante na antevisão ao Clássico

A equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal joga diante do FC Porto nesta quarta-feira (21h30), no Estádio do Dragão, em jogo da 32.ª jornada da Liga NOS. Na antevisão ao encontro Rúben Amorim mostrou-se confiante e projectou um Clássico de qualidade.

“O FC Porto é uma equipa muito competitiva, com várias soluções, que tanto pode jogar em 4-4-2 ou 4-3-3 e que está preparada para tudo. De um lado estará uma equipa que quer ser campeã e do outro uma que quer vencer, que está numa boa fase e que precisa destes jogos para crescer. Por isso, prevejo um grande encontro e espero que o Sporting CP faça um grande jogo”, disse.

Nesse sentido, o treinador verde e branco espera que o FC Porto não entre em campo já campeão, uma vez que isso permitirá que o jogo seja mais intenso: “Não me interessa quem vai ser campeão, foco-me apenas na minha equipa, mas, se o FC Porto ainda não for campeão, o jogo terá um factor extra e isso é bom para a nossa equipa”.

“Não estamos aqui para impedir que o FC Porto seja campeão, mas sim para ganhar os nossos jogos e atingir os nossos objectivos. Queremos vencer, como em todos os jogos, e, mais do que vencer, queremos ver o comportamento da equipa e dos nossos jogadores”, acrescentou.

Ainda assim, para Rúben Amorim este não será o maior teste desde que chegou ao Sporting CP: “Todos os jogos são importantes e um teste forte para esta equipa. Os jovens jogadores, como o Eduardo Quaresma ou o Matheus Nunes, vão ter dificuldades que não tiveram até aqui, mas o treinador e os jogadores do Sporting CP estão em teste todos os dias. Para nós, todos os dias são um teste. Espero os jogadores bem e motivados e que se enfrente o FC Porto olhos nos olhos”.

Por isso, o treinador verde e branco deixou claro que o Sporting CP vai jogar como até aqui e que no Clássico manterá a mesma ideia de jogo. “A preparação foi igual, não houve mudança, e a ideia de jogo será sempre a mesma. Temos a nossa ideia e vamos manter-nos fieis a ela”, comentou, revelando que Luciano Vietto ainda não estará nas opções.

De referir ainda que, jogo à parte, Rúben Amorim quis começar a conferência de imprensa com uma mensagem de solidariedade para com a família de Ana Oliveira, basquetebolista do Sporting CP que faleceu no último fim-de-semana na sequência de um atropelamento: “Em nome do Sporting CP, quero enviar um abraço sentido à família da nossa atleta e agradecer também a mensagem do Sérgio Conceição e do FC Porto. É um momento muito difícil. Não há palavras para confortar um pai e uma mãe”.

 

Sporting CP prepara Clássico

Por Sporting CP
13 Jul, 2020

Leões de regresso ao trabalho na Academia

A equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal regressou, na manhã desta segunda-feira, aos treinos na Academia com vista ao encontro frente ao FC Porto, referente à 32.ª jornada da Liga NOS, marcado para quarta-feira (21h30) no Estádio do Dragão, no Porto.

Entregues ao departamento médico continuam Luciano Vietto, que se lesionou há algumas semanas e treina sob vigilância médica, Marcos Acuña, que recupera de um traumatismo na anca sofrido diante do CD Santa Clara, e Luiz Phellype, que está há várias semanas a fazer trabalho de recuperação após a grave lesão no joelho.

A equipa verde e branca, focada em manter o registo vitorioso, volta a treinar na terça-feira, às 10h00, em Alcochete, e à tarde Rúben Amorim fará a habitual antevisão ao encontro. A conferência de imprensa terá lugar no Auditório Artur Agostinho, do Estádio José Alvalade, às 16h00.

Recuperação após a vitória diante do CD Santa Clara

Por Sporting CP
11 Jul, 2020

Regresso aos treinos na Academia

A equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal voltou a trabalhar na Academia de Alcochete, neste sábado de manhã, após a vitória diante do CD Santa Clara (1-0) na última noite em jogo a contar para a 31.ª jornada da Liga NOS.

Os titulares do jogo de sexta-feira fizeram o habitual treino de recuperação, enquanto os restantes fizeram treino normal no relvado.

À imagem do que tem acontecido nas últimas semanas, Rúben Amorim voltou a chamar ao apronto pós-jogo vários jogadores da formação: Chico Lamba, Babacar Fati, Gonçalo Costa, João Ricciulli, João Silva, João Goulart, Diogo Brás, João Oliveira, Hevertton Santos, Daniel Bragança e Leonardo Ruiz.

Entregues ao departamento médico estão Luciano Vietto, que fez treino sob vigilância médica, Luiz Phellype, que continua a fazer trabalho de recuperação, e Marcos Acuña, que sofreu um traumatismo na anca esquerda no jogo de ontem.

Os Leões folgam no domingo, regressando ao trabalho na segunda-feira.

Foto José Lorvão

“Foi mais um passo no crescimento”

Por Sporting CP
10 Jul, 2020

Rúben Amorim analisou a vitória sobre o CD Santa Clara

Terminada a recepção ao CD Santa Clara que significou a vitória do Sporting Clube de Portugal por 1-0 na 31.ª jornada da Liga NOS, Rúben Amorim analisou “um jogo difícil” e explicou que este foi mais um obstáculo ultrapassado no caminho verde e branco.

“As equipas estavam encaixadas no meio-campo. Uma no meio-campo ofensivo e outra a defender. Esse foi o encaixe durante toda a partida. Tivemos bons momentos. Temos de definir melhor no último terço. (...) Foi mais um passo no crescimento. Jogámos muito subidos e cada bola parada foi um problema [para o adversário]”, começou por dizer aos jornalistas no Auditório Artur Agostinho.

O treinador da equipa principal de futebol dos Leões comentou a exibição de Jovane Cabral, autor do único golo da partida, e elogiou os segundos 45 minutos do extremo. “O Jovane Cabral apareceu muito bem fisicamente e enquadrou-se bem com a ideia. Mérito para quem preparou bem o Jovane. Não gostei muito da primeira parte dele, mas melhorou no segundo tempo”, frisou.

Depois de desdramatizar o cartão amarelo mostrado a Marcos Acuña que o coloca de fora da visita ao Estádio do Dragão (“O Acuña levou amarelo, não joga e vai jogar outro. Está tudo bem. Jogou bem”), Rúben Amorim assegurou ainda que não vai mudar o sistema táctico a utilizar em casa do FC Porto apenas porque o argentino não vai estar disponível. “Não vou mudar o meu sistema de jogo. Treinamos sempre assim. Estamos habituados a jogar assim e se mudarmos uma peça passa a ser difícil. Não tivemos o Acuña durante bastante tempo e não mudámos o sistema. Vamos jogar da mesma maneira. O Acuña hoje não foi central. Muitas vezes foi lateral esquerdo, outras médio ofensivo”, lembrou, acrescentando ainda que o Sporting CP vai “jogar para ganhar” frente aos azuis e brancos.

Questionado sobre as lacunas ofensivas que a equipa de Alvalade possa apresentar, Rúben Amorim admitiu que essa é a vertente “que demora mais tempo” a melhorar. “Senti isso nas equipas que treinei até aqui. Faz parte do crescimento, mas sendo eles jogadores talentosos, não sofrendo golos vamos ter oportunidades de fazer um”, considerou.

Por fim, o treinador justificou a aposta em Idrissa Doumbia para o onze inicial pela primeira vez desde que assumiu o comando técnico do Sporting CP. “Vi muitas coisas no Doumbia, mas também nos outros. Ele tem vindo a treinar muito bem. A sua capacidade técnica ajudava para este jogo porque íamos estar quase sempre numa posição ofensiva. Fez um bom jogo e esteve bastante agressivo na pressão”, concluiu.

Foto José Lorvão e Pedro Zenkl

Triunfo curto, mas justo

Por Sporting CP
10 Jul, 2020

Sporting CP bate CD Santa Clara por 1-0

A equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal recebeu e derrotou o CD Santa Clara por 1-0 na 31.ª jornada da Liga NOS. Apesar da vantagem mínima, a turma de Alvalade foi a melhor durante todo o desafio e acabou por conquistar os três pontos com um golo de Jovane Cabral na segunda parte.

Desde o primeiro minuto que apenas uma equipa fez um esforço real para se colocar em vantagem. O Sporting CP, que contou com Eduardo Quaresma, Nuno Mendes, Idrissa Doumbia e Wendel como novidades no onze inicial, teve logo o primeiro momento de perigo aos cinco minutos por intermédio de Stefan Ristovski, mas o lance seria anulado por fora-de-jogo.

Cerca de dez minutos depois, a primeira ocasião de golo para os Leões: livre batido por Jovane Cabral e Andraž Šporar, em excelente posição, atirou por cima. O ponta-de-lança acertou mal na bola e não conseguiu o cabeceamento certeiro. Pouco depois, nova chance para o Sporting CP, desta feita com Jovane Cabral a finalizar após assistência de Nuno Mendes. O remate, contudo, saiu ao lado, ainda que por uma margem curta.

O conjunto de Rúben Amorim estava claramente por cima da partida perante um CD Santa Clara fechado no seu meio-campo e à espera de uma oportunidade para sair em rápido para o contra-ataque, mas a situação estava controlada pelo Sporting CP, que voltou a assustar a formação dos Açores aos 23 minutos, quando Gonzalo Plata rematou ao lado - mas a bola ainda tocou num adversário.

No pontapé de canto que se seguiu, o Sporting CP marcou mesmo golo, com Idrissa Doumbia a finalizar com sucesso na recarga a uma primeira tentativa de Sebastián Coates. Ainda assim, o árbitro António Nobre decidiu invalidar o 1-0 numa decisão bastante duvidosa.

Até ao intervalo, destaque para uma boa oportunidade para cada conjunto. De livre directo, à meia hora de jogo, Jovane Cabral não ficou nada longe de voltar a facturar e em cima do intervalo foi a vez de Thiago Santana, de cabeça, ameaçar Luís Maximiano naquele que foi o único lance validado em que o CD Santa Clara - que chegou a ter um golo bem anulado por fora-de-jogo - criou perigo.

O Sporting CP entrou para a segunda metade a todo o gás e com Jovane Cabral em grande destaque. Nos ataques iniciais, o extremo teve bons momentos que não terminaram em golo, mas essa tendência foi alterada aos 67 minutos. Wendel foi o autor de cruzamento milimétrico e perfeito para o segundo poste, onde Jovane Cabral, com o pé esquerdo, finalizou com enorme qualidade. O remate não deu hipóteses ao guarda-redes e só terminou no fundo da baliza do CD Santa Clara.

O domínio verde e branco continuou bem vincado mesmo depois do 1-0 e Jovane Cabral teve nos pés mais duas ocasiões de golo. Primeiro, aos 71 minutos, o camisola 77 foi servido por Nuno Mendes mas, quando tentou o golo, um defesa cortou para canto. Logo a seguir, nesse mesmo pontapé a partir do quarto de círculo, Acuña colocou a bola em Jovane Cabral, que voltou a ficar a centímetros de bisar.

Rúben Amorim fez três alterações no último quarto de hora e, com tranquilidade, o Sporting CP não teve problemas em manter a vantagem e conseguir a vitória perante um CD Santa Clara que não mais fez do que tentar sair de Alvalade com um ponto. Essa missão, no entanto, não foi conseguida devido à larga superioridade dos Leões que, na próxima jornada, visitam o FC Porto.

Sporting CP: Luís Maximiano (GR), Eduardo Quaresma, Sebastián Coates (C), Marcos Acuña (Cristián Borja, 84’), Stefan Ristovski, Nuno Mendes, Idrissa Doumbia (Matheus Nunes, 77’), Wendel, Gonzalo Plata, Jovane Cabral e Andraž Šporar (Tiago Tomás, 77’).


Foto Mário Vasa

"Vai ser um bom teste"

Por Sporting CP
09 Jul, 2020

Rúben Amorim sobre a recepção ao CD Santa Clara

A equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal recebe esta sexta-feira o CD Santa Clara para a 31.ª jornada da Liga NOS - o jogo está marcado para as 19h15 no Estádio José Alvalade - e Rúben Amorim não espera facilidades. Na conferência de imprensa de antevisão, o treinador Leonino admitiu esperar um duelo "bastante difícil".

"A equipa [do CD Santa Clara] está a fazer uma época bastante interessante. A ideia do seu treinador adapta-se bem aos jogadores e isso é mérito dele. São muito fortes a reagir e muito fortes nas transições e vai ser um bom teste para a nossa equipa. São muito fortes na bola parada e isso revela trabalho da equipa técnica", começou por lembrar aos jornalistas presentes no Auditório Artur Agostinho.

Questionado sobre Filipe Çellikaya, novo treinador da equipa B do Sporting CP, Rúben Amorim não poupou os elogios. "Foi importante criar esta equipa B e trazer um treinador que já esteve na Primeira Liga e na Liga dos Campeões com o Luís Castro. É importante a qualidade e a experiência, assim como uma equipa B forte. Vemos isso com bons olhos e esse é um dos objectivos deste Clube", disse.

O técnico verde e branco respondeu ainda a questões tácticas sobre o empate em casa do Moreirense FC, explicando por que motivo não abdicou dos três defesas durante o encontro. "Já vi muitas equipas jogarem com mais um e não abdicam dos quatro defesas. Acabámos o jogo com um lateral que já foi extremo e acabámos com dois defesas. A melhor coisa do jogo foi o facto de nós, com mais um, não termos abdicado da nossa identidade", garantiu.

Em relação ao rumo da Liga NOS e à forma como o Sporting CP encara cada jornada, Rúben Amorim não teve dúvidas: "um jogo de cada vez" sem experiências que possam prejudicar o objectivo da vitória. "Não vou testar nada contra o CD Santa Clara, que é uma grande equipa. Temos de igualar a intensidade do CD Santa Clara e crescer como equipa. [No último jogo] fizemos a pior primeira parte desde que estamos cá e temos de melhorar muito. Quero muito jogar, quero jogos atrás de jogos para ver o crescimento da equipa", referiu.

Por fim, mais dois temas: os erros de arbitragem no Moreirense FC vs. Sporting CP e o peso de Wendel na equipa Leonina. "Os erros têm influência no resultado, mas não na exibição e esse deve ser o foco. Não jogámos mal por causa do árbitro. Teve influência no resultado, mas não na prestação, que é o que eu posso alterar. (...) O Wendel é um jogador com características diferentes que dá uma dimensão diferente ao nosso jogo. (...) Está a trabalhar bem e tem vindo a ganhar influência na equipa do Sporting CP", concluiu.

Preparação para o CD Santa Clara

Por Sporting CP
08 Jul, 2020

Mais um treino na Academia Sporting

A equipa principal do Sporting Clube de Portugal treinou na manhã desta quarta-feira na Academia tendo em vista a preparação para o jogo frente ao CD Santa Clara, uma partida que está agendada para sexta-feira, 10 de Julho, pelas 19h15 no Estádio José Alvalade.

Francisco Geraldes já treinou completamente integrado, enquanto Luciano Vietto continua a trabalhar sob vigilância médica. Luiz Phellype continua a cumprir o plano de reabilitação.

Para esta quinta-feira está agendado novo treino na Academia Sporting pelas 10h00. Rúben Amorim vai fazer a antevisão do desafio às 18h30 no Auditório Artur Agostinho, no Estádio José Alvalade.

Sporting CP regressa aos treinos na Academia

Por Sporting CP
07 Jul, 2020

Leões já pensam na recepção ao CD Santa Clara

A equipa principal do Sporting CP regressou na manhã desta terça-feira à Academia para o habitual treino de recuperação dos titulares de ontem e trabalho no relvado para os restantes.

Rúben Amorim chamou Gonçalo Costa, Chico Lamba, Babacar Fati, Hevertton Santos, Nuno Moreira, João Silva e Daniel Bragança ao treino da equipa principal.

Tanto Francisco Geraldes como Luciano Vietto já foram integrados sob vigilância médica, enquanto Luiz Phellype continua em recuperação.

Para amanhã, está agendado novo treino, pelas 10h00, na Academia Sporting.

Páginas

Subscreva RSS - Equipa Principal