Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Athletics

Foto António Vale

Evelise Veiga de ouro nas Universíadas

Por Sporting CP
04 Abr, 2020

Justiça feita agora para a Leoa

Evelise Veiga, atleta do Sporting Clube de Portugal, conquistou a medalha de ouro no triplo salto nas Universíadas de 2019 que se realizaram em Nápoles, Itália. A notícia chegou agora que se ficou a saber que a ucraniana Olha Korsun, que havia vencido a prova, acusou positivo no controlo antidoping realizado após a final. Evelise Veiga, que tinha ficado na segunda posição, foi assim declarada vencedora e detentora da medalha de ouro.

Tudo aconteceu em Julho de 2019 e Evelise Veiga conseguiu a marca de 13,81 metros, ficando a nove centímetros de Olha Korsun. Justiça foi agora feita para a Leoa, que não escondeu a satisfação por vencer  a medalha de ouro.

"Foi com enorme satisfação que recebi a notícia. Embora não tenha tido a possibilidade de subir ao lugar mais alto do pódio e saborear esse momento com a minha família, equipa e todas as pessoas que me seguem diariamente, não deixa de ser uma excelente conquista e uma medalha de ouro. Foi, sem dúvida, um dos pontos mais altos da minha carreira até ao momento. Acima de tudo, foi feita justiça e espero que a verdade desportiva prevaleça sempre", disse à Sporting TV.

A saltadora recordou ainda esse dia do verão de 2019. "A final do triplo salto foi uma prova um bocadinho dura porque eu já tinha feito a qualificação e a final do salto em comprimento e a final do triplo salto. Era o meu quarto dia de competição. Estava muito calor e sentia-me um bocadinho cansada. Recordo-me que liderei a prova até ao quinto ensaio e aí fui ultrapassada. Quis responder no sexto ensaio, mas falhei o salto por completo. Foi um desastre. Quando acabei, fiquei sentada na areia a chorar. É uma reacção de qualquer atleta a lutar pelo lugar mais alto do pódio. Por momentos, esqueci-me que tinha conquistado uma medalha de prata, que também era excelente. A minha treinadora deu-me os parabéns, mas eu senti que podia dar mais porque estava um bocadinho longe do meu recorde pessoal. Queria muito aquela medalha de ouro e agora é minha", lembrou.

Para além do ouro no triplo salto, Evelise Veiga saiu de Nápoles com a medalha de prata na prova de salto em comprimento com a marca de 6,61 metros.

Foto Luís Barreto/FPA

Cátia Azevedo: "Ter uma rotina delineada é muito importante"

Por Sporting CP
01 Abr, 2020

Velocista do Sporting CP fala sobre o isolamento social e o novo dia-a-dia

Cátia Azevedo tenta manter a mesma rotina, apesar do isolamento social e de os Jogos Olímpicos terem sido adiados para 2021. A velocista do Sporting Clube de Portugal, especialista nos 400 metros, esteve à conversa com a Sporting TV e deu conta do seu novo dia-a-dia.

“A preparação mantém-se. Em termos de força consigo manter o treino, porque tenho ginásio em casa, mas é um pouco complicado em termos de corrida. Ainda assim, tenho optado por sítios mais abertos e com o menor número de pessoas possível para manter o distanciamento social”, começou por dizer, referindo que “ter uma rotina delineada é muito importante”.

“Tento acordar quase à mesma hora de sempre, treino uma ou duas vezes por dia e, uma vez que estou a fazer a “quarentena” com o meu namorado, tanto eu como ele tiramos uma ou duas horas por dia para ter o nosso próprio momento a sós e fazemos ainda algumas actividades juntos – cozinhar, arrumar…”, contou.

“É uma altura complicada para todos. É momento de nos organizarmos internamente e percebermos que se calhar andamos a correr demais”, referiu, acrescentando a visão que tem também como aluna de enfermagem: “Aquilo que posso dizer, além do que tem sido dito, é que mantenhamos a nossa protecção e dos nossos. A única missão neste momento deve ser ficarmos em casa, deixar os profissionais trabalharem e alertar as pessoas mais próximas, sobretudo os mais velhos, para os perigos que podem existir para eles”.

Quanto à competição, a atleta verde e branca diz-se tranquila. “A nossa temporada está um pouco em stand by e os Jogos Olímpicos foram adiados, resta-nos saber se o Campeonato da Europa também vai ser. Terá tudo a ver com a evolução da pandemia cá e no Mundo”, disse, referindo: “É preciso não estarmos muito ansiosos, mantermos a calma e sermos positivos. Agora é mais importante o nosso bem-estar e termos consciência de que nos temos de manter sãos tanto em termos de saúde física e mental”.

Por esse mesmo motivo, Cátia Azevedo vai estar esta quarta-feira, às 18h30, na conta de Instagram ‘academiaatletismoscp’ para um treino, que pode ser feito por toda a gente, com o professor Gonçalo Uva.

“Assistam e façam o treino connosco”, disse, deixando o apelo: “Ajudem-se entre todos, compreendam-se e sejam fortes. Estamos todos juntos. É um momento mau, mas devemos transformá-lo em menos mau ou bom. Cabe-nos a nós proteger-nos, aos nossos e a toda sociedade. Só assim estaremos juntos rapidamente”.

Foto Luís Barreto/FPA

Auriol Dongmo: "Feliz por representar Portugal"

Por Sporting CP
31 Mar, 2020

Atleta vai passar a competir ao serviço do país lusitano

A atleta Auriol Dongmo, lançadora do peso do Sporting Clube de Portugal, foi autorizada pela World Athletics, federação internacional de atletismo, a competir por Portugal a partir do dia 26 de Julho de 2020.

A Leoa, que nasceu nos Camarões, veste a camisola do Sporting CP desde 2017 e naturalizou-se portuguesa em Outubro de 2019. Agora, cerca de cinco meses depois, recebeu a notícia de que estava autorizada a representar Portugal em provas internacionais. Em declarações após receber a notícia, Auriol Dongmo não escondeu a satisfação.

"Estou feliz por poder representar Portugal, um país que amo muito. (...) Temos de trabalhar para que eu possa defender este país como deve ser, com coração. Quando um guerreiro vai para a guerra e sabe que tem o apoio do seu país, tem força para lutar. Todos os atletas são guerreiros e espero ter este apoio. Neste momento, trabalho em casa e espero que esta pandemia passe para depois voltar ao ginásio", disse a atleta que esteve presente nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, à Sporting TV.

Apesar de ser portuguesa há menos de um ano, Auriol Dongmo, de 29 anos, já bateu o recorde nacional por três ocasiões em 2020: 18,02 metros, 18,31 metros e 18,37 metros. A última marca foi obtida em Pombal, a 29 de Fevereiro, quando se sagrou Campeã de Portugal em pista coberta.

Foto Pedro Zenkl

Sara Catarina Ribeiro: "A prioridade é que fiquemos todos bem"

Por Sporting CP
31 Mar, 2020

Maratonista comentou situação actual

Sara Catarina Ribeiro, maratonista do Sporting Clube de Portugal, revelou em declarações à Sporting TV ter recebido a notícia do adiamento dos Jogos Olímpicos (JO) com “tristeza” mas, ainda assim, reconhece que esta é uma “decisão compreensível tendo em conta que vivemos momentos complicados e a prioridade é que todos estejam em segurança”.

“O planeamento da minha época está em stand by porque não temos qualquer previsão quanto ao regresso das competições. Isso torna bastante difícil planificar o resto da temporada visto não sabermos quando é que isto vai ser ultrapassado, mas espero que seja o mais rápido possível”, começou por dizer a corredora verde e branca, referindo depois que o que mais lhe tem custado neste isolamento social é “não poder estar com a família”.

“O facto de não poder abraçar os meus familiares ou dar-lhes o meu apoio num momento destes não é fácil, mas a prioridade é que fiquemos todos bem. Tenho-me mantido o mais isolada possível, não só para resguardar a minha saúde, mas também para zelar pelo bem dos meus. Deixei de treinar tanto como era habitual e faço-o de forma isolada. Realizo um treino de corrida que tento complementar com exercícios de força em casa. Mantenho o contacto com o meu treinador via telefone e redes sociais, mas não é a mesma coisa. Temos de nos adaptar”, considerou.

Sara Catarina Ribeiro, que já garantiu os mínimos para os JO de Tóquio, os primeiros da sua carreira, revelou ainda que “mais do que nunca, os atletas estão com sede de competição”, esperando poder voltar a competir ainda este ano. Até lá, a Leoa vai continuar a pôr em prática algumas das actividades que tem vindo a adoptar.     

“Tenho aproveitado este tempo livre para colocar a leitura em dia, vejo alguma televisão e faço limpezas. Além disso, tenho tido também algumas experiências na área da pastelaria”, afirmou.

Foto Luís Barreto/FPA

Mais bons resultados

Por Sporting CP
01 Mar, 2020

Segundo dia dos Campeonatos de Portugal em pista coberta

Depois dos nove atletas do Sporting Clube de Portugal que venceram o ouro no primeiro dia, realizou-se este domingo o segundo e último dia dos Campeonatos de Portugal em pista coberta com mais resultados de qualidade.

Paulo Rosário foi o primeiro Leão a sagrar-se campeão de Portugal neste segundo dia de prova ao correr os 3000 metros em 8’09’’56.

No triplo salto, Patrícia Mamona venceu o título e bateu o recorde dos campeonatos com a marca de 14,31 metros e Evelise Veiga ficou na terceira posição com 16,68 metros, enquanto Olímpia Barbosa venceu a medalha de ouro nos 60 metros barreiras, com Catarina Karas a sagrar-se vice-campeã de Portugal. Rasul Dabó ficou com a prata na mesma prova, mas em masculinos.

Nélson Évora, que no sábado conquistou o primeiro lugar no triplo salto, competiu no salto em comprimento e conseguiu a medalha de bronze ao saltar 7,43 metros. A mesma medalha ganhou também Marco Fortes no lançamento do peso com a marca de 17,23 metros.

Terminam assim os Campeonatos de Portugal em pista coberta com mais uma prestação de relevo dos atletas Leoninos.

ATLETAS DO SPORTING CP MEDALHADOS

Femininos

Triplo salto
1.º Patrícia Mamona (14,31m)
3.º Evelise Veiga (16,68m)

60 metros barreiras
1.º Olímpia Barbosa (8’’48)
2.º Catarina Karas (8’’59)

 

Masculinos

Salto em comprimento
3.º Nélson Évora (7,43m)

Lançamento do peso
3.º Marco Fortes (17,23m)

3000 metros
1.º Paulo Rosário (8’09’’56)

60 metros barreiras
2.º Rasul Dabó (7’’88)

Foto Luís Barreto/FPA

Muitas medalhas e recordes

Por Sporting CP
29 Fev, 2020

Resumo do primeiro dia dos Campeonatos de Portugal em pista coberta

Realizou-se este sábado em Pombal o primeiro dia dos Campeonatos de Portugal em pista coberta e vários atletas do Sporting Clube de Portugal conseguiram excelentes resultados, incluindo vários títulos e alguns recordes nacionais e pessoais.

A primeira campeã da tarde foi Anabela Neto, com a marca de 1,86 metros na prova de salto em altura, um recorde pessoal e dos Campeonatos de Portugal e a segunda melhor nacional marca de sempre em pista coberta. Marta Onofre sagrou-se também campeã de Portugal no salto com vara, vencendo com a marca de 4,25 metros.

Auriol Dongmo, atleta do Sporting CP, bateu o recorde de Portugal no lançamento do peso com a marca de 18,37 metros, superando em seis centímetros o recorde que já lhe pertencia. Na mesma prova, Francislaine Serra amealhou o bronze com o recorde pessoal de 17,19 metros.

No salto em comprimento, Evelise Veiga conseguiu o título de campeã nacional e superou o seu recorde pessoal com a marca de 6,48 metros, que é também a melhor marca nacional do ano. João Vieira venceu os 5000 metros marcha, prova que Rúben Santos terminou no quarto lugar.

Com a marca de 7’’35, Lorene Bazolo sagrou-se também campeã de Portugal pela quarta vez consecutiva nos 60 metros. Com um pódio pintado a verde e branco nos 400 metros, foi Vera Barbosa que, oito anos depois, voltou a sagrar-se campeã de Portugal com um novo recorde pessoal (53’’34). Nélson Évora venceu também no triplo salto com a marca de 16,51 metros.

Já no salto com vara, Rubem Miranda reconquistou o título de campeão de Portugal que já tinha ganho em 2018 com a marca de 5,34 metros.

Este domingo, 1 de Março, continua a decorrer a competição no Expocentro de Pombal.

ATLETAS DO SPORTING CP MEDALHADOS

Femininos

Salto em altura
1.º Anabela Neto (1,86m)

Salto com vara
1.º Marta Onofre (4,25m)

Salto em comprimento
1.º Evelise Veiga (6,48m)

Lançamento do peso
1.º Auriol Dongmo (18,37m)
3.º Francislaine Serra (17,19m)

60 metros
1.º Lorene Bazolo (7’’35)
3.º Olímpia Barbosa (7’’49)

400 metros
1.º Vera Barbosa (53’’34)
2.º Cátia Azevedo (53’’43)
3.º Dorothé Evora (54’’16)

 

Masculinos

5000 metros marcha
1.º João Vieira (19’38’’98)

Salto com vara
1.º Rubem Miranda (5,34m)

Triplo salto
1.º Nélson Évora (16,51m)
2.º Tiago Luís Pereira (16,20m)

60 metros
2.º Yazaldes Nascimento (6’’70) e Carlos Nascimento (6’’70)

Sporting CP revalida título feminino

Por Sporting CP
23 Fev, 2020

Campeonato Nacional de Clubes em pista coberta

O Sporting Clube de Portugal conquistou, neste domingo, o Campeonato Nacional de Clubes feminino em pista coberta.

As Leoas ganharam vantagem no sábado, chegando ao segundo dia de provas na primeira posição, e acabaram por revalidar o título no Altice Fórum, em Braga, com uma distância de 16 pontos para o segundo classicado, o SC Braga.

Já a equipa masculina do Sporting CP terminou na segunda posição.

 

Femininos

60 m: 1.º Lorène Bazolo 7''41
60 m extra: 1.º Lorène Bazolo 7''39; 2.º Maria João Barbosa 7''77
60 m barreiras: 1.º Olímpia Barbosa 8’’44
60 m barreiras extra: 1.º Mariana António 8''77
400 m: 1.º Cátia Azevedo 53''11
800 m: 1.º Claudia Bobocea 2’06’’51
1500 m: 2.º Claudia Bobocea 4'17''17
3000 m: 3.º Ana Mafalda Ferreira 9’27’’82
3000 m marcha: 2.º Carolina Costa 13'05''85
Santo em altura: 1.º Anabela Neto 1,75 m
Salto em comprimento: 1.º Evelise Veiga 6,32 m
Triplo salto: 1.º Patrícia Mamona 13,86 m
Salto com vara: 1.º Marta Onofre 4,20 m
Lançamento do peso: 1.º Auriol Dongmo 18,08 m
4x400 m: 1.º Sporting CP (Dorothé Évora; Vera Barbosa; Juliana Guerreiro; Cátia Azevedo) 3’37’’60
Colectivo: 1.º Sporting CP 100 pts

Masculinos

60 m: 1.º Carlos Nascimento 6''73
60 m extra: 3.º Pedro Bernardo 6''94
60 m barreiras: 2.º Rasul Dabó 8’’02
400 m: 4.º Tomás Gonçalves 49''65
800 m: 2.º Paulo Rosário 1’54’’68
1500 m: 2.º Paulo Rosário 4'05''03
3000 m: 2.º Fernando Serrão 8’10’’83
5000 m marcha: 1.º João Vieira 20'40''53
Salto em altura: 1.º Tiago Pereira 2,13 m
Salto em comprimento: 2.º Nelson Évora 7,60 m
Triplo salto: 2.º Nelson Évora 16,27 m
Salto com vara: 2.º Rubem Miranda 5,35 m
Lançamento do peso: 2.º Marco Fortes 17,18 m
4x400 m: 2.º Sporting CP (Miguel Alves; Luís Monteiro; Tomás Gonçalves; Leandro Fevereiro) 3’24’’55
Colectivo: 2.º Sporting CP 90 pts

Foto Luís Barreto/FPA

Campeonato Nacional de Clubes em pista coberta

Por Sporting CP
22 Fev, 2020

Sporting CP com bons resultados no primeiro dia

O Sporting Clube de Portugal alcançou bons resultados, este sábado, no primeiro dia do Campeonato Nacional de Clubes em pista coberta que se realizam este fim-de-semana no Altice Fórum em Braga.

Os bons resultados permitiram à equipa feminina terminar este dia em primeiro lugar, com 46 pontos – mais cinco do que o segundo classificado, o SC Braga –, enquanto a formação masculina é, neste momento, segunda classificada com 50 pontos, a três do primeiro lugar.

As provas prosseguem no domingo, desde as 15h45 até perto das 18h00.

Hegemonia nos Nacionais de pista coberta de juniores

Por Sporting CP
16 Fev, 2020

Leões vencem em masculinos e femininos pelo segundo ano consecutivo

A equipa de atletismo do Sporting Clube de Portugal conquistou, pela segunda temporada consecutiva, a hegemonia nos Campeonatos Nacionais de Pista Coberta de juniores ao vencer os títulos colectivos em masculinos e femininos.  

Nos 800 metros masculinos, David Garcia ficou no primeiro lugar com a marca de 1’54’’11, a mesma posição alcançada por Rita Figueiredo em femininos (2’14’’89).

Também nos 60 metros barreiras, os Leões levaram a melhor sobre a concorrência com Pedro Matos a terminar o percurso em 8’21’’, menos nove segundos do que o segundo classificado.

Já no lançamento do peso (6kg), André Carvalho ficou na primeira posição com a distância de 15,10 metros, sendo que Marcelo Rei, outro dos atletas do Sporting CP em prova, ficou no último lugar do pódio com a marca de 14,22 metros. Em femininos, Débora Quaresma sagrou-se a grande vencedora da prova com 13,78 metros.   

Nos 4x400 metros, o Sporting CP dominou em masculinos ao terminar o trajecto em 3’25’’25, enquanto em femininos não foi além do segundo lugar com a marca de 4’02’’81, mais cinco segundos do que a Juventude Vidigalense, primeira classificada.

Durante o dia de ontem, sábado, a atleta verde e branca Juliana Guerreiro foi um dos destaques depois de bater o recorde nacional de juniores na prova de 400 metros, vencendo a sexta e última série da distância com o tempo de 55’41’’.

Patrícia Mamona triunfa em França

Por Sporting CP
14 Fev, 2020

Leoa vence triplo salto no Meeting de L'Eure

Patrícia Mamona venceu hoje a prova do triplo salto no Meeting de L'Eure de pista coberta, em França, com a marca de 14,33 metros, a segunda melhor marca mundial do ano.

A atleta esteve em grande nível, fazendo cinco saltos acima dos 14 metros.

Páginas

Subscreva RSS - Atletismo