Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Taxonomy term

Foto Pedro Zenkl

Conceituado mestre de karaté dá treino no Sporting CP

Por Sporting CP
14 Nov, 2019

Salah Mesnaoui transmitiu toda a sua experiência aos mais novos

Salah Mesnaoui, ex-treinador da selecção marroquina e vencedor de diversas medalhas internacionais de karaté, esteve esta quinta-feira nas instalações do Sporting Clube de Portugal para dar uma aula aos atletas Leoninos e transmitir-lhes um pouco da experiência como atleta e técnico.   

“Estou aqui para passar toda a minha energia e força porque este é um grande Clube. Conheço cada um dos atletas que aqui estão de outros campeonatos e o Hugo Pedro é um excelente treinador. Convidou-me para estar aqui a transmitir a nossa estratégia porque venho de Marrocos e lá temos outros métodos. Desta forma, os atletas poderão evoluir ainda mais”, começou por dizer.

“Conheço este Clube há muitos anos. Tive a oportunidade de conhecer o treinador do karaté do Sporting CP, o Hugo Pedro, porque ele viaja muito com os seus atletas para disputar competições pela Europa. Sempre que nos encontramos falamos e quando os meus atletas combatiam contra a selecção nacional portuguesa, normalmente os atletas eram do Sporting CP”, revelou.

Salah Mesnaoui demonstrou ainda estar muito bem informado acerca da realidade dos Leões nesta modalidade.

“Conheço um excelente atleta que é o Tiago Duarte. Ficou em quinto lugar no Campeonato do Mundo no Chile e esteve muito bem. Além dele, posso dizer o mesmo da Catarina Rodrigues. Estou a par da energia do Clube mas se falares com o sensei Hugo Pedro percebes o porquê do karaté Leonino ser tão forte. Ele é muito calmo, está sempre disposto a aprender com os outros e esse é o segredo”, garantiu.

Por último, o marroquino revelou que, apesar de toda a experiência acumulada ao longo dos anos, é a partilha de experiências que faz dele um excelente profissional.

“Fui atleta da selecção nacional da Bélgica e ganhei várias medalhas mas isso não é o mais importante. Aquilo que interessa é que me considero um bom treinador porque partilho experiências com muitos atletas por todo o mundo. Estive na Rússia e no Canadá e agora estou em Portugal. Não faço isto para dizer o que os outros devem fazer mas sim para dar-lhes as bases que eles necessitam para evoluir. Fui um atleta de topo porque conheço esta modalidade, sei o que é o stress e o sentimento dos atletas antes de cada combate”, contou.

Foto Mário Vasa

Sporting CP no Campeonato do Mundo de karaté

Por Sporting CP
22 Out, 2019

Dois atletas Leoninos vão lutar por medalhas

A dois dias do início do 11.º Campeonato do Mundo de cadetes, juniores e sub-21 de karaté, que se realiza no Chile entre os dias 23 e 27 de Outubro, os atletas do Sporting Clube de Portugal Tiago Duarte e Catarina Rodrigues falaram ao Jornal Sporting sobre a preparação para a prova e os objectivos a alcançar.

“Quero ficar em primeiro lugar porque já defrontei alguns dos meus adversários e sei que estamos ao mesmo nível. Com concentração e foco posso chegar à medalha de ouro. Sei o que posso esperar e que tipo de preparação tenho de fazer para este tipo de provas. Isso joga a meu favor pois não vão haver surpresas”, começou por dizer Tiago Duarte, que conta já com três Europeus e um Mundial no currículo.

Quanto à preparação para uma prova deste calibre, o atleta dos Leões, que vai participar no escalão de júnior -76 kg, revela quais os pontos essenciais.

“Há dois tipos fundamentais de preparação. Primeiro, a preparação física, que implica que nas últimas semanas antes da prova nos sintamos bem nos treinos e preparados para vencer. Depois, a preparação psicológica, que exige que estejamos confiantes num bom resultado. Quanto à alimentação, faz parte da preparação física e é muito importante porque é essencial sentirmo-nos bem com o nosso corpo para realizar uma boa prova”, referiu.  

Catarina Rodrigues, que vai participar na categoria de sub-21 -50 kg, é mais comedida nas expectativas, mas também perspectiva uma boa prestação.

“Quero dar o meu melhor. Não vou necessariamente em busca de uma medalha porque o nível dos atletas é muito semelhante. O factor diferenciador vai ser o aspecto psicológico, mas vou dar o meu melhor. Treinei para conseguir um bom resultado, mas isso não implica necessariamente conquistar uma medalha. Claro que, se isso acontecer, ainda melhor”, disse.

Presente em três Europeus e um Mundial, a atleta de 18 anos assegurou que a experiência acumulada permite-lhe estar mais tranquila e falou ainda sobre a dificuldade em conciliar a vida académica com o desporto.   

“Já consigo lidar bem com o stress antes de entrar no tapete. Tenho de combater de forma inteligente porque todos os atletas estão ao mesmo nível e vai ser muito competitivo. (…) Não é fácil conciliar o desporto e o estudo. Estou a treinar desde o Verão e tem sido complicado porque temos treinos não só de karaté, mas também de musculação e sessões de ginásio. Quanto à alimentação, não tenho grandes cuidados, mas há um mínimo. Temos de estar concentrados no que vamos fazer”, concluiu.

Foto António Vale

Karaté Leonino no Open do Luxemburgo

Por Sporting CP
20 Set, 2019

Leões vão ter 14 atletas em competição

A equipa de karaté do Sporting Clube de Portugal vai estar representada por 14 atletas no Open do Luxemburgo, prova que junta os melhores praticantes do mundo desta modalidade. O treinador Hugo Pedro acredita que os Leões têm tudo para alcançar bons resultados.   

"Esta é a primeira competição em que o novo projecto do karaté do Sporting Clube de Portugal vai participar. É um torneio internacional que conta com cerca de 1100 atletas de mais de 20 países. (...) As medalhas são um objectivo. Temos quatro atletas que já o conseguiram noutras edições e o objectivo é alcançar, pelo menos, três medalhas este ano. Se isso acontecer, será uma grande felicidade para todos. O objectivo é conseguir mais e melhor"", referiu.

Apesar da importância atribuída aos resultados, o técnico verde e branco acredita que esta é uma experiência que vai muito além do desporto.

"Tenho alguma inveja deles. Quando tinha a idade deles não tive esta oportunidade. Para eles é fantástico, uma experiência que não é acessível a todos. Desta forma, poderão conhecer outras culturas e países, mas também competir com atletas do mundo inteiro. Isso traz uma grande riqueza para o desenvolvimento destes jovens".

Quanto à época que agora se inicia, Hugo Pedro garante que, apesar da tenra idade dos atletas, há grandes objectivos por alcançar: "Temos um calendário repleto de provas, a nível nacional e internacional. Os pontos altos vão ser, sem dúvida, o Campeonato do Mundo, em Outubro, pois vamos ter dois atletas presentes. Depois há o Campeonato da Europa, no próximo mês de Fevereiro, que é um grande objectivo nosso. Por fim, há as provas nacionais, em que esperamos sagrar-nos campeões nacionais", concluiu.

Rafael Duarte, atleta de 18 anos dos Leões que este ano vai entrar em prova no escalão de seniores pela primeira vez, diz que o objectivo, nesta fase, não passa pelas medalhas.

“Não é o primeiro ano em que participo mas é o meu primeiro ano de seniores. Até agora, estive presente em poucas competições neste escalão. O meu objectivo é ganhar experiência, disputar o meu combate e tentar aplicar aquilo que sei. Não tenho expectativas de ganhar uma medalha mas sim de evoluir”, assegurou.

Rafaela Lopes, outra das 14 atletas do Clube que vão disputar a competição, revela que, apesar de já ter participado no Open do Luxemburgo, este ano sente que tem mais responsabilidade por representar o Clube do coração.

“Já participei por mais que uma vez no Open do Luxemburgo e consegui trazer medalhas. Este ano, com o símbolo do Sporting CP ao peito, estou ainda mais motivada. Quanto às principais dificuldades que vou encontrar, diria que o facto de ser uma prova em que vou ter muitas pessoas atentas à minha prestação também me traz outra responsabilidade. É um orgulho imenso representar um grande clube como o Sporting CP”, referiu.

Foto Ramon de Melo

O novo ciclo do karaté Leonino

Por Sporting CP
28 Jun, 2019

Projecto pretende abrir a modalidade a todas as idades

O karaté do Sporting Clube de Portugal vai começar um novo ciclo já a partir do próximo mês de Setembro.

O objectivo é a criação de uma estratégia onde se junta a formação à alta competição oferecendo, desta forma, uma formação completa a todos os que desejarem praticar a modalidade. Para juntar à equipa de competição de karaté, Hugo Pedro, o treinador escolhido para liderar o projecto, desvendou que há duas esperanças Olímpicas para os Jogos de 2024 que se vão juntar ao projecto.

O técnico verde e branco explicou ao Jornal Sporting como irá funcionar o novo modelo: “Este projecto pretende-se que seja global e inclusivo, no qual pretendemos abranger diversos públicos: os mais jovens, onde crianças a partir dos três anos poderão aprender os princípios básicos do karaté, evoluindo depois para escalões de formação mais vocacionados para competição, passando posteriormente para competição de alto rendimento, com o objectivo claro de ter o Sporting CP representado nas selecções nacionais, atingindo resultados não só a nível nacional como também mundial. Pretende-se que essa oferta continue ao longo da vida, permitindo que os públicos mais seniores, que não façam competição, possam também estar envolvidos e fazer karaté diariamente.”

O treinador verde e branco, que estará encarregue principalmente das formações de absolutos, referiu que a meta é “permitir que o karaté do Sporting CP possa alcançar o patamar mais alto possível a nível nacional e, internacionalmente, tão grande ou maior que os outros clubes.”

Já Renata Rodrigues junta-se a Hugo Pedro e vai estar encarregue principalmente dos escalões de formação. “Queremos que o karaté seja uma forma de vida e que depois consigamos chegar ao patamar mais exigente – a competição – que é só para os que querem e têm essa vontade de chegar aos palcos mais altos do karaté mundial”, começou por explicar.

Porém, o facto de ter formação tem desafios acrescidos: “O primeiro desafio com crianças é conseguir motivá-los para a competição. Precisam de saber que vão perder e essa é primeira educação a dar – a competição como forma de entretenimento. As competências que a formação oferece são muito importantes para os jovens e para a sua vida futura. Há alguns que vão seguir pela alta competição e outros não, mas damos-lhe sempre a oportunidade para tal. Tentamos mostrar esse caminho e dar a possibilidade de fazer treinos mais específicos e abrir novos horizontes, se assim o desejarem.”

Outro dos pontos fundamentais são as condições proporcionadas pelo Clube de Alvalade para a prática da modalidade. Para ambos os treinadores, o “Sporting CP ofereceu as melhores condições para a prática da modalidade, não apenas em espaço de treino, mas também no local onde treinar”, como frisou Hugo Pedro: “Para qualquer Sportinguista é um orgulho enorme treinar junto ao estádio José Alvalade e isso é um factor importante, não só na perspectiva técnica, mas também na psicológica e emocional dos nossos competidores.”

Karaté Leonino com dois bronzes

Por Sporting CP
20 Jan, 2019

Resultados do Campeonato Nacional de Seniores

Armando Santos e Ana Sofia Ramos foram os medalhados do Sporting no Campeonato Nacional de Seniores de karaté, prova que se realizou no Pavilhão Municipal de Lordelo, em Paredes.

O primeiro conseguiu a medalha de bronze em kata masculino, enquanto a segunda foi uma das duas terceiras em kumite (-68kg).

Outros Leões conseguiram resultados satisfatórios numa competição de enorme nível técnico e competitivo.

Foto D.R.

Nuno Paiva junta ao título mundial, o Europeu da WUKF

Por Jornal Sporting
26 Out, 2018

Ao serviço do clube e da selecção, o mestre e atleta do Sporting CP alcançou o ouro em Malta

Têm sido meses de altíssimo nível para Nuno Paiva, mestre e atleta de karaté do Sporting Clube de Portugal. Depois de, em Junho, na Escócia, se ter sagrado campeão do mundo, foi a vez de, esta quinta-feira, ter juntado a esse título o do Europeu da WUFK, na mesma categoria (kumite em +35 anos), prova que se realizou no Estádio Nacional de Malta. 

Em representação do Clube e do país, alcançou o ouro após ter vencido, no primeiro combate, o atleta italiano por 4-1, seguindo-se novo triunfo na segunda eliminatória, frente ao atleta alemão (6-0). Nas meias-finais, derrotou o atleta da República Checa por 2-0 e no derradeiro combate, diante do atleta inglês, superiorizou-se por 6-2. 
Foto D.R.

Bruna Henriques conquista ouro na 2.ª jornada da Liga Olímpica

Por Jornal Sporting
20 Out, 2018

Atleta do Sporting CP continua em grande forma na categoria de juniores -53 kg em kumite

Bruna Henriques foi o grande destaque na segunda jornada da Liga Olímpica, que se realizou este sábado na Expocentro de Pombal. Na categoria de juniores -53 kg, a atleta do Sporting CP conquistou a medalha de ouro em kumite, dando continuidade ao excelente momento de forma. 

Nesta que foi uma prova de elevado nível competitivo em todos os escalões, o Clube leonino obteve ainda dois quartos lugares, alcançados por Gonçalo Santos, em kata sénior, e por Catarina Ávila, em kumite -54 kg cadete. 
 
Todos os restantes atletas em competição disputaram diversos combates, ganhando assim rotinas de treino, úteis para o nacional de cadetes, juniores e sub-21, a realizar-se em Braga já em Novembro. 
Foto D.R.

Bruna Henriques campeã regional em juniores -53kg em kumite

Por Jornal Sporting
06 Out, 2018

Atleta do Sporting CP alcançou a medalha de ouro nos regionais da FNKP, que se realizaram em São Domingos de Rana

Bruna Henriques foi o grande destaque leonino nos regionais de cadetes e juniores de karaté da FNKP, que se realizaram em São Domingos de Rana. A atleta do Sporting CP conquistou a medalha de ouro em -53kg, em kumite (combate). 

Já Beatriz Bernardo, em cadetes +54kg, igualmente na disciplina de kumite, alcançou o bronze. 
 
O Clube de Alvalade participou com uma delegação de seis atletas, tendo o objectivo colectivo sido alcançado, uma vez que se classificaram cinco dos seis leões para o nacional dos mesmos escalões, a decorrer em Pombal no próximo mês de Novembro. 
 
Catarina Ávila, vice-campeã nacional de cadetes em -54kg, perdeu o acesso ao Campeonato Nacional, tendo sido afastada nas eliminatórias. 
Foto D.R.

Armando Santos vice-campeão da 1.ª jornada da Liga Olímpica

Por Jornal Sporting
30 Set, 2018

Foram 14 os atletas do Sporting CP a participar na prova de alto nível que se realizou na Parede

Armando Santos foi o grande destaque leonino na primeira jornada da Liga Olímpica, prova que se realizou na Parede este sábado. Depois de ter vencido o seu grupo, efectuando três katas e eliminatórias, passou aos quartos-de-final e à meia-final, tendo apenas cedido na final contra o actual campeão nacional desta disciplina, Jorge Caeiros. 

Quanto aos restantes atletas - Rúben Ferreira, Fábio Santos, Ana Sofia Ramos, Beatriz Bernardo, Catarina Ávila, Diogo Carvalho, Rita Reigadas, Bruna Henriques, Daniela Lourenço, Gonçalo Santos, João Casimiro, Hugo Santos e Pedro Fragoso -, também estiveram num bom plano, dada a ainda fase inicial da época, já que a maioria disputou diversas eliminatórias e ultrapassou a fase de grupos, como foi exemplo de Fábio Santos, Catarina Ávila e Ana Ramos. Diogo Carvalho foi mais longe, 'caindo' apenas na meia-final.
 
No próximo sábado, a secção de karaté volta a acção com os regionais de cadetes e juniores, que vão decorrer em São Domingos de Rana. 
Foto José Cruz

Um ouro e cinco pódios no Mundial de WUKF

Por Jornal Sporting
19 Jun, 2018

Foram 13 os atletas leoninos que competiram na Escócia. No total, uma medalha de ouro, três de prata e duas de bronze

A secção de karaté do Sporting CP esteve em acção nos dias 14, 15, 16 e 17 de Junho no Campeonato Mundial da WUKF, que se realizou em Dundee, na Escócia. O Clube de Alvalade fez-se representar por 13 atletas, tendo no total somado uma medalha de ouro, três de prata e duas de bronze. 

No primeiro dia de prova, a equipa de cadetes/juniores (Francisco Santos, Diogo Carvalho e Bernardo Serafim) eliminou os Estados Unidos, a Roménia e a Escócia nas três rondas inaugurais, conseguindo assim chegar à final. Frente a frente com a Eslováquia, os leões saíram derrotados por 10-5, alcançando a prata mundial. 
 
Já Ana Sofia Ramos, que competiu na categoria -21 anos, perdeu por faltas contra a atleta italiana, sendo que ainda esteve a vencer por 3-2. 
 
Disputaram-se as katas (disciplina técnica - forma) no dia seguinte. Hugo Santos e Pedro Fragoso, ao serviço dos verdes e brancos, saltaram do lote de 44 atletas para a fase seguinte, composta por 18. Porém, ambos caíram nos quartos-de-final. 
 
Nos seniores, Gonçalo Santos, na mesma disciplina técnica, foi mais longe, chegando mesmo à restrita lista dos seis melhores - com a quarta melhor pontuação. Na final, conseguiu o prestigiante quinto lugar, apenas atrás da armada italiana. 
 
As cadetes/juvenis (Daniela Lourenço, Beatriz Bernardo, Bruna Henriques e Catarina Ávila) competiram no sábado. Daniela, nos +60 kg, superou a rival inglesa por 6-5, mas não teve o mesmo sucesso no outro combate. Quanto a Beatriz, venceu a adversária dos Estados Unidos por 6-5 e a inglesa por 4-3, tendo perdido na final com outra atleta americana, dessa vez por 4-3, alcançando a prata. 
 
Também as cadetes/juniores mostraram os seus dotes. Bruna Henriques, em -55 kg, superou os Estados Unidos (4-1), Itália (6-2) e Inglaterra (6-3), defrontando e triunfando, por 4-0, contra a companheira de Clube Catarina Ávila. Nesse sentido, o Sporting CP conquistou a prata e o outro desse escalão. 
 
Em juniores, mas masculinos, Diogo Carvalho ultrapassou a Roménia (3-2), a Inglaterra (3-0) e os Estados Unidos (6-4), tendo sido derrotado, na meia-final, pela Roménia (6-2), arrecadando o bronze. 
 
Por fim, na prova de Open, Bruna não foi além do terceiro combate, perdido por 2-1 contra o País de Gales; contudo, Sofia Ramos obteve o bronze, apesar de não ter conseguido disputar a meia-final por lesão. 

Páginas

Subscreva RSS - Karaté