Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Taxonomy term

Foto Mário Vasa

Voltaremos mais fortes

Por Sporting CP
25 Abr, 2019

Leões venceram apenas um set

O jogo quatro da final do play-off do Campeonato Nacional Honda prometia ser quente. Os Leões procuravam vencer no Pavilhão João Rocha e levar a decisão para a quinta e última partida.

O primeiro set foi muito equilibrado até aos 9-9. A partir daí, o Clube de Alvalade não largou mais a liderança do parcial e foi construindo a sua vantagem, chegando aos 19-15. Assim, naturalmente, os Leões chegaram ao final do set com uma vitória por 25-19.

Na segunda partida reinou novamente o equilíbrio, mas o rival acabou por vencer por 23-25, depois de recuperar de dois pontos de desvantagem.

No terceiro set a equipa verde e branca caiu de rendimento e só conseguiu segurar a vantagem até aos 11-10. A partir do momento em que o adversário chegou ao empate, os Leões não mais conseguiram recuperar, tornando este o set mais desequilibrado da partida: 16-25.

No quarto parcial, a turma de Alvalade tentou novamente equilibrar as contas, mas o estado anímico já não ajudava muito. A formação de Hugo Silva ficou-se pelos 19 pontos, em oposição aos 25 do adversário. O resultado ficou assim em 3-1.

A revalidação do título de campeão não foi assim conseguida, mas o Sporting Clube de Portugal voltará mais forte.

Hugo Silva: "Estamos com o orgulho ferido"

Por Sporting CP
24 Abr, 2019

Treinador Leonino analisa a quarta partida da final do play-off

A equipa de voleibol do Sporting Clube de Portugal recebe, esta quinta-feira, às 18h00, o SL Benfica para o quarto jogo do play-off do Campeonato Honda.

 O treinador Hugo Silva acredita que os seus jogadores estão preparados “o melhor possível para este momento”: “Têm feito um esforço tremendo para cumprir aquilo que são as nossas obrigações e os nossos grandes objectivos, que é ser bicampeões. Estamos conscientes que são jogos sempre duros e estamos com o orgulho ferido.”

O técnico Leonino referiu-se ainda ao comportamento de um atleta do rival: “Não nos respeitaram. Acho que nesse aspecto, a equipa acabou de perceber o porquê dessa revolta, no comportamento de um atleta, que nos prejudicou, e atitudes daquelas não ficam bem no jogo nem na modalidade. Esperamos que essa revolta também se mostre dentro do campo e juntamente com os nossos adeptos, acredito que vamos superar esse obstáculo”. “Estamos feridos, sim. Depois é passar isso aos nossos adeptos, fazê-los perceber que a equipa foi tremendamente prejudicada em função dessa acção menos correcta e juntos vamos mostrar essa força, que somos Sporting CP e que tem de haver respeito por este Clube”, reiterou Hugo Silva.

Um dos pontos fundamentais para vencer é apostar no serviço. O líder verde e branco afirmou que a sua equipa “tem consciência de que o resultado irá passar por um bom serviço”, sendo que, para tal, “é preciso arriscar”. Outro momento fundamental será a recepção, afirmando que “tem bons especialistas” no que respeita a este gesto técnico.

O apoio dos Sportinguistas é, então, fundamental: “O público deu-nos a força que precisávamos para fechar o primeiro set do jogo 1, e depois os outros foram mais fáceis fruto do envolvimento do jogo. O público é fundamental; sem ele, as coisas vão ser mais difíceis. Temos tido bastantes adeptos nestes jogos decisivos e eles não nos vão deixar mal. Estão também feridos porque acompanharam o nosso jogo no Pavilhão da Luz e vão querer mostrar a força deste Clube e querer ajudar a equipa neste momento.”

Miguel Maia é também uma peça-chave nesta equipa do Sporting CP, na opinião de Hugo Silva: “O Miguel distribui a bola de forma exemplar. Quem tiver oportunidade de o acompanhar e de o ver jogar deve aproveitar.”

Sobre o atleta, que fez 48 anos na passada terça-feira, o técnico do Clube de Alvalade não tem muito mais a dizer: “Espero festejar mais um título com ele. É um exemplo ao mais alto nível.”

Foto Mário Vasa

Dennis: “Estamos concentrados e queremos ir até ao último jogo”

Por Sporting CP
24 Abr, 2019

Jogador Leonino anteviu o próximo desafio importante da equipa

São sempre jogos de cariz especial [dérbis] e, principalmente esta partida, que tem a particularidade de o Sporting CP precisar da vitória para continuar a lutar pela revalidação do título: “Sabemos que não vai ser fácil, vai ser muito disputado, tal como no ano passado, e saímos campeões. O jogo de amanhã é muito importante, jogamos em casa, estamos concentrados e queremos ir até ao último jogo, mas temos de pensar que é fundamental vencer amanhã e, para isso, precisamos dos nossos adeptos para nos ajudarem num momento tão importante como este. Temos a ambição de voltar à Luz no sábado para revalidar o nosso título”.

A equipa está com o orgulho um pouco ferido devido ao que sucedeu no jogo 3 em casa do adversário: “Foi uma pena o que aconteceu nesse jogo, estivemos na liderança por 2-1, podíamos ter fechado a eliminatória e amanhã festejar no nosso pavilhão, mas a final é assim, o adversário é complicado e respeitamos isso” acrescentando que essa partida “já faz parte do passado, não podemos voltar atrás, agora o importante é pensar no jogo de amanhã e vencer”.

O atleta verde e branco Dennis deixou uma mensagem aos Sportinguistas: “São jogos muitos duros, o cansaço também começa a aparecer, mas com certeza que com o apoio dos nossos adeptos vamos conseguir triunfar. Cada adepto, cada cântico, é um ‘ponto’ a nosso favor e espero que o pavilhão esteja esgotado e que possamos celebrar a vitória juntos”.

Por fim, Dennis enalteceu o seu colega de equipa e amigo Miguel Maia, que celebrou 48 anos na passada terça-feira e que é um grande nome do voleibol mundial: “É uma referência para todos os jogadores, seja a nível nacional ou internacional, é um exemplo, com a idade que tem ainda pratica a modalidade e é algo que os atletas que estão a começar agora têm de observar: a vontade e o empenho, porque quando queremos atingir um objectivo, não importa a idade, e estou confiante que amanhã ele também vai dar o seu máximo para ajudar a equipa a vencer”.

A equipa principal de voleibol do Sporting Clube de Portugal recebe amanhã [25 de Abril] o SL Benfica para disputar o jogo quatro da final do Campeonato Honda.

Foto José Lorvão

Hugo Silva: “Sinto orgulho no que a equipa fez”

Por Sporting CP
21 Abr, 2019

Treinador lamentou que a condição física não tivesse permitido ir mais além

Após a partida que opôs o Sporting Clube de Portugal ao SL Benfica, referente ao jogo três da final do Campeonato Honda, Hugo Silva, treinador Leonino, reforçou o orgulho nos seus jogadores e referiu que “os Sportinguistas também se devem sentir orgulhosos”: “Este foi um desafio que provavelmente teria um resultado diferente se não fosse a condição física – normal, em função da idade – dos meus jogadores e de um ou outro [atleta] que fez aqui o primeiro jogo, nomeadamente o Richards, que nunca fez um jogo inteiro… Estes factores levaram a que a equipa cedesse no aspecto físico nos últimos dois sets do encontro.”

“O SL Benfica, que já tinha quase desistido de lutar pelo jogo, devido à forma anímica que tínhamos imposto, tirou inteligentemente partido dessa condição [condição física dos Leões] e deu a volta ao marcador. Mas sinto orgulho no que a equipa fez e não posso pedir muito mais. Colocámos o adversário em sentido, o SL Benfica por momentos sentiu o jogo perdido, mas a nossa condição física não nos ajudou a fazer um bocadinho mais. Temos de sentir orgulho no que temos vindo a fazer”, analisou o técnico Leonino.

Quando questionado sobre a mensagem deixada aos seus jogadores, Hugo Silva afirmou que é “a mensagem normal em finais” e relembrou uma situação da partida: “Jogar ponto a ponto tranquilamente e não andar aqui em polémicas. É lamentável que tenha ocorrido uma atitude de muito pouco fair-play por parte de um jogador do Benfica, que se atirou para o chão e provocou a anulação de um ponto que nos daria o 4-1. Mas as atitudes ficam para cada um. Não acho correcto até porque hoje o voleibol é diferente e temos de nos respeitar uns aos outros. Como disse, as atitudes ficam com cada um, e só nos cabe continuar a fazer o nosso trabalho.”

Relativamente à próxima partida, a quarta da final, o técnico verde e branco afirmou que “não é altura de trabalhar muito mais. O aspecto físico é difícil em função da idade. É normal que jogadores com quase 50 anos, ao fim de duas horas de jogo, quebrem. Temos de tentar gerir bem o esforço e ser inteligentes porque vai ser um jogo longo e, acima de tudo, temos de controlar sempre as emoções, porque estas estão sempre ao rubro – o que é bonito num Sporting CP - SL Benfica. Quando perdemos, perdemos todos e quando ganhamos, ganhamos todos”, terminou o técnico verde e branco.

 

 

Foto José Lorvão

Vitória não sorriu aos Leões

Por Sporting CP
20 Abr, 2019

Sporting CP levou a partida ‘à negra’

A equipa de voleibol do Sporting Clube de Portugal deslocou-se, no final da tarde deste sábado, ao pavilhão n.º 2 da Luz para disputar o jogo três do play-off do Campeonato Honda.

O primeiro set, apesar de sempre bem disputado, não correu de feição à equipa de Alvalade, com a equipa adversária a ganhar vantagem na parte final, vencendo por 25-20.

O segundo parcial trouxe a reacção dos Leões, que chegaram a ter seis pontos de vantagem – aos 14-20 e aos 16-22 – e levaram a sua força avante, vencendo por 22-25 e igualando a partida.

O terceiro set voltou a sorrir à formação verde e branca, que voltou a vencer por 23-25, depois do empate a 23-23.

Nos últimos dois sets, o cansaço apoderou-se dos experientes jogadores Leoninos, que não conseguiram melhor do que 25-15 e 15-10.

Apesar da desvantagem no total de jogos (2-1 para o adversário), os Leões podem agora empatar a final no seu Pavilhão, no próximo dia 25 de Abril. 

Foto Mário Vasa

Rui Pedro Costa: "Conseguimos contornar os problemas e chegar à fase final como desejávamos"

Por Sporting CP
20 Abr, 2019

Treinador Leonino comentou a vitória e conquista do Campeonato

Rui Pedro Costa, treinador da equipa de voleibol feminino do Sporting Clube de Portugal, analisou a partida e a consequente conquista do campeonato e subida de divisão: "Acabou da melhor maneira, foi de facto um ano muito difícil e cansativo devido a tantos contratempos, mas a verdade é que elas [jogadoras] estiveram sempre unidas e foram ultrapassando os obstáculos através do trabalho e do espírito positivo. Só desta forma foi possível chegar à fase final como desejávamos: fortes, bem e unidos".

Comparando a primeira fase do campeonato com a final, o Sporting CP melhorou consideravelmente: "O esforço deve ser sempre em crescendo, especialmente quando não há um play off e sabíamos que tínhamos de estar nas cinco primeiras equipas apuradas. No início aproveitámos para testar, experimentar, dar minutos e pontos a atletas que tinham jogado menos ou com menos experiência e fomos criando mecanismos na equipa ao longo do tempo, até porque a pressa, por vezes, neste tipo de provas faz-nos cometer alguns erros".

A subida à primeira divisão "sabe muito bem, são dois anos seguidos a festejar o Campeonato Nacional e a pôr o Sporting CP no sítio onde tem de estar, esse foi sempre o mote ao longo do ano para a equipa e o que sempre procurámos".

Por fim, o treinador verde e branco deixou uma mensagem às suas jogadoras: "Ainda falta um jogo, mas acima de tudo quero felicitá-las pelo trabalho que fizeram, porque elas foram de facto muito trabalhadoras ao longo do ano. Fazemos cerca de 12 horas de treinos por semana e houve um esforço enorme porque grande parte vem directamente das aulas para o treino", concluiu.

Foto Mário Vasa

ESTAMOS NA PRIMEIRA!!!

Por Sporting CP
20 Abr, 2019

Leoas do voleibol verde e branco são campeãs e sobem à primeira divisão

A equipa sénior de voleibol feminino do Sporting Clube de Portugal recebeu e venceu o CD Aves 3-0 em jogo a contar para a nona jornada do Campeonato Nacional da segunda divisão. Com este resultado, as Leoas são campeãs e garantem a subida à primeira divisão nacional!

O primeiro set, apesar de bem disputado, não começou da melhor forma para as Leoas, que estiveram em desvantagem em várias ocasiões, mas rugiram mais alto e mostraram que em casa manda o Leão, conseguindo vencer por 26-24.

O segundo parcial foi novamente vencido pela equipa da casa (25-21) graças a uma recuperação extraordinária: as atletas do Clube de Alvalade estiveram a perder por quatro pontos (4-8), mas não baixaram os braços e conseguiram uma vantagem de oito pontos.

O terceiro e último set foi o mais bem conseguido: as Leoas do voleibol realizaram uma fantástica exibição, estando sempre na frente do marcador e conseguindo alcançar a incrível diferença de 15 pontos para o adversário. A partida terminou com o resultado de 25-11 e após o apito final as Leoas festejaram com os adeptos presentes a subida de divisão e a conquista do campeonato!

Foto José Lorvão

Rui Pedro Costa: "Estamos bastante focados e com pensamento positivo"

Por Sporting CP
19 Abr, 2019

Técnico verde e branco anteviu o próximo desafio das Leoas

A equipa de voleibol feminino do Sporting Clube de Portugal recebe neste sábado, 20 de Abril, o CD Aves em jogo a contar para a nona jornada do Campeonato Nacional da segunda divisão. Em caso de vitória, as Leoas sobem automaticamente à primeira divisão, objectivo perseguido desde o início da época.

Rui Pedro Costa, treinador Leonino, começou por enaltecer as suas atletas: "O principal tem sido a capacidade de trabalho delas", tendo em conta que "não foi um ano fácil, tivemos demasiadas lesões, a secção tem apenas dois anos no Clube e, portanto, do ponto de vista logístico também estamos em fase de adaptação. É normal todo o processo de crescimento e estabilidade, mas foi por aí que tivemos de começar, e acima de tudo, o que foi notável foi o compromisso das jogadoras e a capacidade de trabalho e, de certa forma, a aceitação do planeamento que fez com que chegássemos a esta fase da época em boa forma e em condições de lutar pelo título".

Relativamente ao adversário, que será a quarta vez que vai defrontar o Sporting CP na presente época, Rui Pedro Costa reconhece que "é uma formação muito difícil e que partilha connosco o objectivo da subida de divisão, o que torna as coisas mais complicadas. É uma equipa bem preparada e que investiu, tem atletas internacionais e uma boa organização de treino e vai-nos causar dificuldades com toda a certeza", acrescentou.

Caso o Sporting CP vença a partida, carimba de imediato a subida à primeira divisão: "Temos trabalhado semana após semana – apesar de ultimamente ter sido difícil devido às lesões –, houve sempre um grande esforço de toda a gente para chegarmos aqui, e agora estamos todos bastante focados e com pensamento positivo".

Por fim, o técnico do Clube de Alvalade deixou uma mensagem aos Sportinguistas: "Venham ao Pavilhão João Rocha no sábado à tarde para nos ajudar a tentar fechar o campeonato já nesta semana". Rui Pedro Costa acrescentou ainda que o apoio dos adeptos "é sempre muito importante e nós temos tido isso, tem sido em crescendo ao longo da época, há uma boa empatia entre o voleibol feminino e os adeptos, e tudo isso ajuda a equipa e condiciona o adversário".

O Sporting CP - CD Aves irá jogar-se no próximo sábado, 20 de Abril, às 17h00, no Pavilhão João Rocha.

Foto José Lorvão

Hugo Silva: "O Sporting CP vai dar uma boa resposta"

Por Sporting CP
19 Abr, 2019

Técnico Leonino anteviu mais um dérbi

A equipa principal de voleibol do Sporting Clube de Portugal vai disputar o jogo três da final do Campeonato Honda com o SL Benfica e, Hugo Silva, treinador verde e branco, sabe que vai ser "um jogo difícil, tanto para nós como para o adversário e ambos estamos preparados para essas dificuldades. Nós, em particular, porque vamos repetir um jogo em casa do oponente, local mais confortável para eles, mas acreditamos que o Sporting CP vai dar uma boa resposta. Se queremos atingir o que tanto ambicionamos temos de fazer melhor e, acima de tudo, corrigir as coisas que correram menos bem no último jogo".
 
"Se queremos alcançar o objectivo temos de melhorar e arriscar, mesmo sabendo que o erro pode acontecer, ou não, tal como no primeiro jogo, onde arriscámos e fomos felizes. Claro que com o apoio do nosso público foi mais fácil, mas agora temos de nos abstrair do local onde estamos a jogar e fazermos o melhor possível sem receios", acrescentou.
 
Hugo Silva terminou com um apelo aos Sportinguistas: "Esta equipa só consegue estes momentos e feitos se tiver o apoio dos adeptos", pedindo ainda "que acreditem no que tem sido feito, que nos transmitam confiança e união. É isto que a família Sportinguista precisa, até porque juntos somos imbatíveis”.

O SL Benfica - Sporting CP realiza-se no sábado, 20 de Abril, às 19h00, no pavilhão n.º2 da Luz.

Foto José Lorvão

Fernanda Silva: "Jogar em casa dá-nos muito conforto"

Por Sporting CP
18 Abr, 2019

Atleta Leonina anteviu a próxima partida

A equipa de voleibol feminino do Sporting Clube de Portugal vai disputar neste sábado, frente ao CD Aves, uma partida decisiva para a definição do campeonato e consequente subida à divisão maior do voleibol nacional.

Para Fernanda Silva, atleta verde e branca, vai ser “um bom jogo, temos estudado a equipa do CD Aves e será a quarta vez que nos encontramos nesta época”, portanto “já nos conhecemos e basta colocar em prática tudo aquilo que temos treinado nas últimas semanas para coroar a nossa subida já neste jogo, por isso é muito importante conseguir os três pontos e, para isso, contamos com o apoio de todos”.

Relativamente ao adversário: “É uma equipa muito forte no ataque e que conta com atletas altas e com talento, mas o Sporting CP está preparado e vamos tentar evitar esses ataques para poder jogar em transição”. Fernanda Silva acrescentou que “quando aceitei vir para o Sporting CP, o único interesse era mesmo este, levar o Clube até à promoção e ao mais alto nível, que é onde merecemos estar”.

Por fim, a atleta Leonina deixou uma mensagem aos Sportinguistas: “Nós, as Leoas do voleibol, precisamos do vosso apoio no sábado à tarde porque vamos ter um jogo importantíssimo e contamos com vocês nos ajudarem a subir de divisão”, acrescentado que “será mais fácil com o apoio e o barulho ‘deles’. Jogar em casa dá-nos muito conforto, principalmente tendo a hipótese de festejar o título e por isso contamos com todos”.

O Sporting CP e o CD Aves têm encontro marcado para sábado, às 17h00, no Pavilhão João Rocha.

Páginas

Subscreva RSS - Voleibol