Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Handball

Foto Dinamo Bucuresti

Fim da caminhada europeia

Por Sporting CP
01 Mar, 2020

Andebol perde em Bucareste

Depois da primeira mão no Pavilhão João Rocha - que terminou com uma vitória romena por um golo -, a equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal foi a casa do CS Dinamo Bucareste perder 26-24 no segundo jogo do play-off de acesso aos oitavos-de-final da EHF Champions League, sendo assim eliminados da competição europeia.

Com uma grande atmosfera no pavilhão, a melhor entrada no jogo pertenceu ao CS Dinamo Bucareste, que inaugurou o marcador e chegou ao 2-0. Do outro lado, o Sporting CP não ia conseguindo bater o guarda-redes Saeid Heidarirad - o iraniano defendeu mesmo dois livres de sete metros seguidos de Valentin Ghionea e Carlos Ruesga. O primeiro golo verde e branco acabou por ser marcado por Luís Frade e as contas começaram a ficar mais equilibradas. À passagem do primeiro quarto de hora, um excelente golo de Marko Vujin empatou o resultado (6-6).

Pouco depois, Ante Kuduz, jogador do CS Dinamo Bucareste, foi expulso com cartão vermelho directo depois de um lance em que derrubou Carlos Carneiro com violência. O central português viu-se mesmo obrigado a sair para dar lugar a Carlos Ruesga. A exclusão do croata motivou os Leões, que conseguiram reduzir a desvantagem para apenas um golo quando Edmilson Araújo foi o autor de uma grande finalização. Por esta altura, e com 11-10 no marcador, Manuel Gaspar já estava na baliza do Sporting CP e ia defendendo vários remates dos romenos.

Contudo, e tal como o CS Dinamo Bucareste, o Sporting CP também viu uma peça importante receber ordem de expulsão. Luís Frade acertou com o cotovelo na cabeça de um adversário e a equipa de arbitragem tirou o pivô do desafio. O conjunto de Thierry Anti não desistiu e marcou dois golos nos últimos instantes da primeira parte, levando o jogo para o intervalo com 14-12 para a equipa da casa.

Ao contrário da metade inicial, no segundo tempo foi o Sporting CP a entrar com tudo. Com golos de Francisco Tavares e de Arnaud Bingo, o empate foi reestabelecido com 14 golos para cada parte, mas três tentos consecutivos do CS Dinamo Bucareste voltaram a cavar um fosso entre as duas equipas.

Manuel Gaspar continuava a ser um dos melhores do Sporting CP e ajudou a que o emblema de Alvalade voltasse a recuperar até chegar a mais um empate a cerca de dez minutos do final. Em mais um livre de sete metros bem convertido, Francisco Tavares fez o 20-20 num período em que a turma verde e branca estava claramente por cima do encontro. No entanto, o CS Dinamo Bucareste voltou a responder em força com vários golos seguidos e com o guardião Saeid Heidarirad a voltar a aparecer com qualidade.

O Sporting CP reforçou a vontade de não desistir quando ficou a um golo de diferença a pouco mais de um minuto do fim (25-24), mas a vitória não foi possível. Assim, o CS Dinamo Bucareste triunfou por 26-24 e seguiu para os oitavos-de-final da EHF Champions League. O Sporting CP terminou a aventura europeia de 2019/2020, mas continua com objectivos internos bem definidos.

Esta quarta-feira, 4 de Março, os Leões recebem o FC Porto no Pavilhão João Rocha para o Campeonato Nacional, prova que lideram.

Foto Mário Vasa

Thierry Anti: “Espero uma vitória e a qualificação”

Por Sporting CP
29 Fev, 2020

Antevisão do decisivo jogo na EHF Champions League

É já este domingo que a equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal disputa a segunda mão do play-off de acesso aos oitavos-de-final da EHF Champions League em casa do CS Dinamo Bucareste. Apesar da desvantagem de um golo depois do jogo no Pavilhão João Rocha, Thierry Anti lembrou que “o objectivo é ganhar” em solo romeno.

“Na EHF Champions League não sabemos qual vai ser o resultado porque todas as equipas são muito boas. Contudo, espero um grande jogo da minha equipa, uma vitória e a qualificação”, disse à Sporting TV.

Para o francês, o ambiente que se vai viver no pavilhão do emblema da capital da Roménia vai tornar a tarefa Leonina mais complicada. Por isso mesmo vai ser necessário um Sporting CP concentrado e competente.

“O CS Dinamo Bucareste, em casa, vai lutar mais porque a atmosfera pode ser muito difícil aqui. Espero que os meus jogadores consigam manter o controlo. É muito importante ter o controlo porque tudo se pode resumir a uma bola na última jogada. Temos de ser inteligentes em algumas situações porque vai ser difícil”, frisou.

Thierry Anti lembrou ainda que o Sporting CP não esteve ao melhor nível “na primeira parte do primeiro jogo” e destacou aquilo que tem de ser melhorado. “Espero que a minha equipa consiga jogar melhor no ataque, com mais movimento para abrir a defesa, para jogar um contra um, para jogar com o pivô, para rematar. Temos de jogar com mais tempo no ataque e de ser mais fortes na defesa. Se possível, temos de utilizar os contra-ataques”, contou.

Marko Vujin também fez a antevisão ao que considera que “vai ser um grande duelo”. “Não podemos resolver o jogo nos primeiros minutos, vamos ter de lutar até ao fim. De certeza que vai estar um grande ambiente, mas já temos essa experiência. Espero que não voltemos a cometer alguns erros que aconteceram na primeira mão para conseguirmos jogar melhor”, disse o lateral-direito sérvio.

O experiente atleta falou ainda sobre os objectivos do Sporting CP para 2019/2020. “Passar a fase de grupos e chegar a este play-off era um objectivo e cá estamos. Mas queremos jogar bem amanhã e passar à próxima fase. Estamos em primeiro no Campeonato Nacional e queremos continuar nessa posição. O objectivo é termos boas prestações nas duas competições”, garantiu.

O CS Dinamo Bucareste vs. Sporting CP está marcado para as 15h30 (hora de Portugal continental) deste domingo, 1 de Março, tendo transmissão em directo na Sporting TV.

Foto Pedro Zenkl

Thierry Anti: “Não estivemos bem no ataque”

Por Sporting CP
22 Fev, 2020

Reacção à partida frente ao CS Dinamo Bucareste

No rescaldo da partida frente ao CS Dinamo Bucareste, o treinador da equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal, Thierry Anti, mostrou-se insatisfeito com a exibição da equipa e com o resultado final.  

“O CS Dinamo Bucareste jogou muito bem na primeira parte. Para eles foi muito importante o resultado antes do interregno em termos anímicos, mas, para nós, não foi bom. Estivemos muito ansiosos e tentei acalmar os jogadores ao intervalo. Tentei explicar-lhes como podíamos melhorar no ataque porque tínhamos marcado apenas nove golos. Foi um jogo difícil porque eles entraram na segunda parte com uma vantagem de quatro golos e tiveram direito à primeira posse de bola. Tentámos lutar mas uma diferença destas no resultado, em jogos da EHF Champions League, é muito complicada. O adversário é uma boa equipa e não era fácil dar a volta ao marcador. Hoje não estivemos bem no ataque, encontrámos alguns problemas com o pivô e nos remates de longe”, começou por dizer, apontando depois o jogo excessivo com o pivô como uma das razões para a derrota dos Leões.  

“Não tínhamos decidido jogar tanto com o pivô na preparação do jogo. Sabemos que por vezes isso pode acontecer, mas devemos fazê-lo apenas quando é uma opção clara porque eles são muito bons na defesa. Se queremos encontrar o pivô temos de abrir mais a defesa adversária e não o fizemos. Disse isto aos jogadores no intervalo e, logo a seguir, perdemos duas bolas nessa situação. A este nível, há muitos bons jogadores e a diferença vê-se nos detalhes. Expliquei mais do que uma vez para pararem de jogar com o pivô e no ataque seguinte perdemos duas bolas. Espero que não tenhamos estes problemas em Bucareste”, finalizou.

Foto José Lorvão/Pedro Zenkl

CS Dinamo Bucareste trava Leões

Por Sporting CP
22 Fev, 2020

Passagem aos oitavos-de-final da EHF Champions League em aberto

A equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal perdeu este sábado diante do CS Dinamo Bucareste por 25-26, em jogo da primeira mão do playoff de acesso aos oitavos-de-final da EHF Champions League.

Com o Pavilhão João Rocha praticamente esgotado, ambas as equipas impuseram um ritmo muito elevado desde o apito inicial com o primeiro golo da partida a ter a assinatura de Marko Vujin. Dado o equilíbrio verificado entre as duas formações, com 15 minutos jogados da primeira parte o resultado encontrava-se empatado a cinco golos.

Numa partida com poucos golos mas com muita emoção, os romenos conseguiram passar pela primeira vez para a frente do marcador ao fazerem o 7-8. A partir daí, a equipa da casa perdeu um pouco o discernimento e permitiu que o adversário se adiantasse ainda mais no placar, terminando a primeira parte a perder por 9-13.

No regresso dos balneários, o Sporting CP entrou bem na partida e, já com o recém-regressado Matevž Skok entre os postes, foi novamente a primeira formação a faturar com Pedro Valdés a assinar um grande golo.

À passagem dos dez minutos do segundo tempo, os Leões já tinham conseguido recuperar para uma desvantagem de apenas um golo (15-16) e exibiam-se em bom plano, mas viram Pedro Valdés abandonar o terreno de jogo devido a lesão, uma baixa de peso para os comandados de Thierry Anti.  

Com Valentin Ghionea em grande forma ao apontar sete golos pelo emblema de Alvalade, a partida entrou nos dez minutos finais com os dois conjuntos muito próximos em termos pontuais (20-21) e com todas as possibilidades ainda em aberto.

Apesar da boa exibição e das tentativas para chegar à liderança no marcador, os Leões acabaram mesmo por sair derrotados por 25-26, resultado que, ainda assim, deixa tudo em aberto para a segunda mão da eliminatória, que terá lugar na Roménia, no dia 10 de Março.

Sporting CP: Aljoša Čudić [GR], Pedro Valdés (2), Edmilson, Gonçalo Vieira, Carlos Ruesga, Frankis Carol [C] (3), Tiago Rocha, Carlos Carneiro (3), Francisco Tavares, Manuel Gaspar [GR], Arnaud Bingo (4), Valentin Ghionea (8), Nemanja Mladenović, Marko Vujin (3), Luís Frade (2) e Matevž Skok [GR]

Foto Mário Vasa

Thierry Anti: "Precisamos da concentração no máximo"

Por Sporting CP
21 Fev, 2020

Sporting CP defronta CS Dinamo Bucareste este sábado

O Sporting Clube de Portugal defronta este sábado o CS Dinamo Bucareste para a primeira mão do play-off de acesso aos oitavos-de-final da EHF Champions League de andebol. Thierry Anti considera que o foco dos jogadores vai ter de estar a um nível alto para cumprir o objectivo da vitória.

"Fizemos um bom jogo contra o FC Gaia e todos os jogadores estiveram felizes. Agora é o nível máximo na EHF Champions League. Não é a mesma coisa. Para nos qualificarmos, temos de jogar em casa e fora e vamos ver o que acontece. Precisamos da concentração no máximo. Temos motivação, mas precisamos de estar concentrados porque qualquer bola é importante. Mais importante do que no Campeonato Nacional, porque estamos a falar da EHF Champions League", contou ao Jornal Sporting.

Para o treinador dos Leões, "o CS Dinamo Bucareste está melhor do que ano passado", mas o Sporting CP "está ao seu nível". "Agora vai depender da qualidade nos dois jogos. Somos capazes de ganhar em casa e fora e o CS Dinamo Bucareste também. Há 50% de probabilidades para cada equipa. Eles são a única equipa que ainda não perdeu nenhum jogo na EHF Champions League e esperamos ser os primeiros a fazê-los perder", disse.

Por fim, Thierry Anti apelou à presença em massa dos Sócios e adeptos do Sporting CP. "Sei que vêm muitos adeptos do CS Dinamo Bucareste ao jogo no Pavilhão João Rocha. Precisamos que os nossos adeptos criem uma grande atmosfera. É um jogo muito importante e precisamos de todos os Sportinguistas para jogar o nosso melhor andebol", atirou.

O Sporting CP vs. CS Dinamo Bucareste está marcado para as 18h30 deste sábado, 22 de Fevereiro, no Pavilhão João Rocha.

Foto Mário Vasa

Frankis Carol: “O CS Dinamo Bucareste é um adversário forte”

Por Sporting CP
20 Fev, 2020

Jogo grande no Pavilhão João Rocha

A equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal recebe este sábado os romenos do CS Dinamo Bucareste para a primeira mão do play-off de acesso aos oitavos-de-final da EHF Champions League, mais importante prova de clubes da Europa.

Frankis Carol, primeira linha do emblema de Alvalade, fez a antevisão da repetição da eliminatória da temporada passada na mesma fase. Para o Leão, o CS Dinamo Bucareste é um oponente de grande valia, mas o objectivo é vencer.

“O CS Dinamo Bucareste é um adversário forte, vai ser um jogo difícil. Na temporada passada conseguimos vencer mas esta época eles têm uma equipa melhor. Ainda assim, nós também temos feito um bom trabalho. Estamos a preparar-nos bem para alcançarmos o objectivo de passar à próxima fase”, disse ao Jornal Sporting, continunando.

“Penso que estamos melhores a cada jogo e a cada treino que realizamos. O facto de termos vindo a vencer nos jogos do campeonato nacional traz-nos mais confiança para conseguirmos a qualificação para os oitavos-de-final. O nosso objectivo é chegar o mais longe possível e a presença dos Sportinguistas é muito importante para nós. São um grande apoio para a equipa, mas sabemos que vão estar presentes porque estão sempre”, afirmou o capitão verde e branco.

O jogo está marcado para as 18h30 deste sábado, 22 de Fevereiro, e os bilhetes estão à venda aqui. O duelo tem lugar no Pavilhão João Rocha.

Foto José Lorvão

Matevž Skok: "Estou feliz e espero continuar a melhorar"

Por Sporting CP
19 Fev, 2020

Guardião voltou a jogar depois da paragem por lesão

Muitos meses após a última vez, Matevž Skok voltou a defender a baliza da equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal na recepção ao FC Gaia que aconteceu no último sábado. O atleta esloveno, de 33 anos, esteve parado por lesão e regressou agora com uma exibição de qualidade nos minutos em que esteve dentro das quatro linhas. Em declarações ao Jornal Sporting, Matevž Skok não escondeu a satisfação por voltar a jogar, mas assegurou que ainda pode chegar a um nível mais elevado.

“É muito bom regressar, mas devo confessar que, na minha opinião, ainda não estou a 100%. Tenho de trabalhar muito para atingir o nível a que estava antes de me lesionar. Espero ajudar a equipa e contribuir para que sejamos campeões nacionais. No último jogo, consegui fazer algumas defesas e foi bom ver a felicidade na cara dos adeptos presentes no Pavilhão João Rocha. O treinador disse que o grupo precisa de mim e isso é óptimo, estou feliz e espero continuar a melhorar”, contou.

Matevž Skok, que vai na terceira temporada no Sporting CP, revelou também que sofreu mais ao ver os jogos quando esteve de fora. “Lembro-me do dia em que me lesionei frente ao FC Porto. O período de recuperação foi muito complicado para mim e para a minha família porque apenas eles sabem quanto o andebol significa para mim. Quando via jogos do Sporting CP e da selecção da Eslovénia, ficava sempre muito nervoso porque sofro mais quando estou de fora. A maioria das pessoas não faz ideia mas treino cinco ou seis horas por dia para além do trabalho com o departamento médico. Quero agradecer aos fisioterapeutas e treinadores que me ajudaram”, acrescentou.

Os Leões de Thierry Anti defrontam este sábado o CS Dinamo Bucareste para a primeira mão do playoff de acesso aos oitavos-de-final da EHF Champions League. Para o guarda-redes, o Sporting CP tem todas as hipóteses de superar os romenos.

“Para mim todos os jogos são importantes, seja para o Campeonato Nacional, para a Taça ou para a EHF CHampions League. Penso que temos melhor equipa que o CS Dinamo Bucareste. Jogámos contra eles no ano passado e vencemos porque jogámos um melhor andebol. Não somos tão agressivos como eles, mas somos mais inteligentes. Temos uma equipa mais nova e muito boa tecnicamente, por isso penso que vamos conseguir vencer estes dois jogos e avançar para a fase seguinte. (...) No ano passado, frente a esta mesma equipa, tivemos o pavilhão cheio e sem dúvida que os Sócios e adeptos nos transmitiram uma energia especial, o que nos fez tornar numa equipa ainda mais forte. Resta-me convidar todos os Sportinguistas a juntarem-se a nós para vencermos juntos”, afirmou o internacional pela Eslovénia.

Matevž Skok falou ainda de Manuel Gaspar, jovem guarda-redes da equipa do Sporting CP. “O Manuel Gaspar está a crescer muito, ouve os meus conselhos e sinto que está mesmo a evoluir e a tornar-se num grande guarda-redes”, considerou.

Foto Mário Vasa

Thierry Anti: “Jogámos muito bem durante os 60 minutos”

Por Sporting CP
15 Fev, 2020

Reacção ao triunfo expressivo sobre o FC Gaia

No rescaldo da partida deste sábado frente ao FC Gaia, que terminou com um triunfo Leonino por 40-24, o treinador do Sporting Clube de Portugal, Thierry Anti, mostrou-se muito satisfeito com a exibição e o resultado.   

“Hoje jogámos muito bem durante os 60 minutos. Estivemos muito concentrados e motivados. Estou muito contente com todos os meus jogadores. Foi bom vencer antes do jogo frente ao CS Dinamo Bucuresti para a EHF Champions League. Mantivemos sempre a mesma intensidade e todos os atletas tiveram tempo de jogo. Foi uma bela vitória mas apenas isso. Agora vamos pensar na Europa”, começou por dizer, abordando depois o regresso de Matevž Skok à competição.

“Ele veio de uma paragem muito longa. Entrou e teve uma percentagem de 90% de sucesso nas suas intervenções. Queria dar-lhe apenas dez minutos para que ele sentisse a atmosfera do jogo e ele esteve a um excelente nível. Estou muito feliz por ele porque é um prazer ver os jogadores quando regressam depois de uma lesão destas”, afirmou.

Também o próprio Matevž Skok aproveitou para comentar o primeiro jogo de Leão ao peito depois de uma longa paragem.

“Estou muito contente por regressar e por poder ajudar a equipa, hoje correu tudo bem. Entrei no final da partida e ainda fiz algumas defesas, foi bom. Espero poder continuar assim mas ainda não estou na minha melhor forma. Tenho de continuar a trabalhar para melhorar, estou a meio caminho. Espero, até ao final da temporada, evoluir até ao meu melhor nível”, referiu.

Por fim, o guardião verde e branco elogiou os incentivos dos adeptos verdes e brancos no momento em que entrou em campo.

“Foi muito bom ouvir os aplausos vindos da bancada. O ambiente que se viveu no Pavilhão João Rocha foi muito bom e é óptimo estar aqui porque os Sportinguistas são excelentes”, concluiu.

Foto Mário Vasa

FC Gaia superado

Por Sporting CP
15 Fev, 2020

Andebol com vitória tranquila no regresso de Matevž Skok à competição

A equipa de andebol do Sporting Clube de Portugal recebeu e venceu o FC Gaia na tarde deste sábado por 40-24, em jogo da 23.ª jornada do Campeonato Placard.

Depois do empate alcançado frente ao SL Benfica na última ronda, os comandados de Ricardo Costa entraram na partida focados em alcançar um bom resultado e a verdade é que até foram os primeiros a marcar no encontro.

Apesar disso, até meio da primeira parte, as duas equipas estiveram sempre muito próximas em termos pontuais, altura em que os Leões conseguiram alcançar uma vantagem de três golos (17-14), entrando nos dez minutos finais a vencer muito por culpa do capitão Frankis Carol que tinha já seis tentos na conta pessoal.

Apesar da boa réplica dada pelo quarto classificado do campeonato, até ao interregno, o emblema de Alvalade superiorizou-se ao adversário e dilatou ainda mais a vantagem, descendo aos balneários a vencer por sete golos de diferença (23-16).

No regresso para a segunda parte, os comandados de Thierry Anti aceleraram ainda mais o ritmo e, a meio do segundo tempo, já venciam por uns expressivos 32-19, deitando por terra as esperanças do FC Gaia.

À entrada para os dez minutos finais, os Leões aumentaram a vantagem para 14 pontos diferença (35-21) também muito por culpa de Aljoša Čudić que vinha assinando uma excelente exibição.

Outra das notas de destaque vai para o regresso de Matevž Skok à competição depois de uma longa paragem por lesão. O guarda-redes esloveno esteve entre os postes nos últimos minutos da partida e, além de um par de defesas de elevada dificuldade, recebeu ainda muitos incentivos vindos das bancadas do Pavilhão João Rocha.

Até ao final, bastou ao Sporting CP controlar a vantagem para terminar a partida com um triunfo por 40-24. No próximo encontro, o emblema de Alvalade recebe o primeiro de dois jogos frente aos romenos do CS DInamo Bucuresti no dia 22 de Fevereiro. 

Foto Mário Vasa

Thierry Anti: "O FC Gaia coloca problemas, mas temos de ganhar"

Por Sporting CP
14 Fev, 2020

Leões jogam este sábado em casa

A equipa principal de andebol do Sporting Clube de Portugal recebe, este sábado, às 18h00, o FC Gaia em jogo da 23.ª jornada do Campeonato Placard Andebol 1.

A formação nortenha tem sido uma das sensações da prova, estando em quarto lugar, e merece os elogios de Thierry Anti: “O FC Gaia é uma equipa com muitos jovens, joga um andebol rápido e tem muitas opções no ataque e na defesa. Vai ser um jogo difícil porque eles estão sempre a tentar colocar problemas aos adversários”.

“Precisamos de estar focados e concentrados”, alertou o treinador francês, acrescentando: “Espero que os meus jogadores façam um bom jogo. Vai ser a última partida antes de voltarmos à Liga dos Campeões, temos de ganhar”.

“Temos de estar muito concentrados e motivados para conquistar os três pontos”, sublinhou o técnico líder do Campeonato Nacional.

Páginas

Subscreva RSS - Andebol