Your browser is out-of-date!

Update your browser to view this website correctly. Update my browser now

×

Taxonomy term

Supporting doam 1.000 euros para Missão Pavilhão

Por Jornal Sporting
16 Out, 2015

Banda ‘leonina’ entregou valor ao Presidente Bruno de Carvalho

Individualmente, cada um dos seus membros já tinha feito o seu donativo; hoje, veio a entrega... colectiva. A banda Supporting, que colocou os adeptos ‘verde e brancos’ no ritmo certo depois de ter lançado o CD ‘Força Brutal’, entregou hoje ao Presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, 1.000 euros para a Missão Pavilhão. André Geraldes, Oficial de Ligação aos Adeptos do Clube, também esteve presente na curta cerimónia.

“Este apoio dos Supporting foi muito importante para a Missão Pavilhão mas também pelo que têm feito pelo Clube ao levarem o Sporting aos quatro cantos de Portugal com a sua música. É bom também relembrar que as obras estão a decorrer a bom ritmo mas os donativos têm de continuar para que, todos juntos acabemos esta Missão para a qual ainda faltam cerca de 315 mil euros”, comentou Bruno de Carvalho.

“As coisas estão a correr bem mas é importante que todos os Sportinguistas continuem a ajudar e a colaborar para que a Missão termine o mais depressa possível e que possam também perpetuar lá o seu nomes, por forma a que, sempre que o Sporting jogue em casa e conquiste títulos em todas as modalidades, saibam que contribuíram para aquela obra”, acrescentou o Presidente ‘leonino’, antes de mostrar toda a abertura e orgulho pela possibilidade de os Supporting poderem actuar nesse dia memorável que será a inauguração do Pavilhão.

“Já tínhamos referido que iríamos fazer este donativo quando foi o lançamento do álbum e estamos aqui a cumprir para que tenhamos a nossa casa para as modalidades ao pé do nosso Estádio, por forma a juntarmos tudo no mesmo dia. A principal finalidade é podermos ajudar neste projecto da Missão Pavilhão”, salientou Pedro Marques, vocalista da banda ‘verde e branca’, completando: “Actuar na inauguração era um grande sonho, mais um que gostaríamos de cumprir. Por isso, apelamos também para que todos façam o seu donativo para que possamos ter de novo as nossas modalidades em casa”.

Saiba mais e conheça outra surpresa preparada na próxima edição do Jornal Sporting, no próximo dia 22 de Outubro.

Visita ao Sporting Clube de Timor

Por Jornal Sporting
13 Out, 2015

‘Leões’ estabelecem bases para criação de escola de futebol em Dili

Luís Bernardo, administrador da empresa que coordena a comunicação e ‘public affairs’ do Clube, esteve no final da passada semana em Dili e teve a oportunidade de oferecer uma camisola autografada pelo Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho, aos principais responsáveis do Sporting Clube de Timor: Jaime Santos, líder da filial número 85 ‘verde e branca’, e Zacarias da Costa, ex-ministro dos Negócios Estrangeiros de Timor e actual presidente da Assembleia Geral do Sporting Clube de Timor.

A ocasião foi aproveitada pela serem estabelecidas as bases de uma parceria para a criação de uma nova escola de futebol do Sporting, que será brevemente inaugurada em Dili, numa altura em que se ficou a saber que as obras de recuperação das infraestruturas do clube na capital timorense, como a nova sede e o espaço multiusos, estarão em breve concluídas, permitindo que, de imediato, arranque a prática de modalidades como o futsal, o basquetebol ou o ténis.

Ficou também a informação que o Sporting de Timor será um dos 18 clubes que no próximo ano participarão na primeira edição da nova Liga de Futebol de Timor, entidade presidida pelo empresário Nilton Gusmão, sobrinho do líder histórico Xanana Gusmão.

“Ainda há tempo para bater o recorde”

Por Jornal Sporting
06 Out, 2015

Apresentação da Corrida Sporting decorreu, hoje, no Auditório Artur Agostinho

A 5.ª edição da Corrida Sporting é já no próximo domingo, dia 11 de Outubro, e o Auditório Artur Agostinho, no Estádio José Alvalade, foi hoje palco da apresentação oficial deste evento que é já um dos mais relevantes do panorama do atletismo nacional.

Com vários atletas de outras modalidades ‘leoninas’ na plateia – Paulo Oliveira (futebol), André Sousa e João Benedito (futsal), Ricardo Correia e Francisco Tavares (andebol) e Inês Faustino (basquetebol) – e símbolos do atletismo ‘verde e branco’ a assistir atentamente, a apresentação ficou a cargo de Carlos Lopes, José Abreu (responsável da Xistarca), Vicente Moura e do Presidente Bruno de Carvalho.

“Esta é uma Corrida que já se começa a habituar a ser uma corrida de eleição, reconhecida pela distância e pelo prazer e alegria que dá aos seus participantes. Entrar no Estádio é uma coisa muito bonita e motivo suficiente para fazer o percurso”, começou por dizer Carlos Lopes, continuando: “Os nossos melhores atletas vão estar presentes, incluindo a Jéssica Augusto, que vem de propósito para participar. Estamos confiantes de que vai ser a edição com maior participação e quem não se inscreveu ainda vai a tempo. Juntos, vamos à luta para ser mais fortes e cada vez mais campeões”.

O percurso da Corrida já é conhecido e mantém-se igual ao das edições anteriores. Entre a Corrida (10 km) e a Caminhada (4 km) já se encontram inscritas cerca de 5.500 pessoas. O objectivo? “Queremos ultrapassar as 6.468 da edição anterior e chegar pelo menos aos 6.500 participantes porque temos vindo a crescer de evento para evento e até sábado ainda há tempo para bater o recorde”, confessou José Abreu, garantindo ainda a participação dos vencedores das últimas edições na Corrida deste ano.

O desejo de que “no domingo, Alvalade seja a pátria de todos os Sportinguistas” foi expressado por Vicente Moura, antes de Bruno de Carvalho concluir a apresentação: “Este é um evento muito importante para o Sporting, onde os Sportinguistas se juntam. O atletismo terá sempre um lugar de grande relevância no Clube e os amantes deste desporto, mesmo sendo alguns de outros clubes, vêm à Corrida porque percebem que é das melhores corridas em Portugal. Isto só demonstra a grandeza do Sporting, do atletismo e do evento em si”.

“Houve muito fervor Sportinguista”

Por Jornal Sporting
27 Set, 2015

Presidente da Mesa comenta resultados da Assembleia Geral

À saída de mais uma assembleia geral do Sporting, Jaime Marta Soares, presidente da mesa, foi direito ao assunto. “Foi uma assembleia extraordinária. Todas as propostas foram aprovadas por unanimidade e aclamação. É importante, não se vê isto em muitas assembleias”, referiu, destacando a importância de ume vento tão bem sucedido. “Houve muito fervor Sportinguista, com todos os Sócios demonstrarem que estão inequivocamente com os órgãos sociais do Sporting. Quiseram testemunhar e reafirmar com aclamação todas as propostas em discussão”, assumiu, dando ainda destaque à novidade introduzida, com o discurso de abertura a ser transmitido pela Sporting TV. “Parece-me importante referir um aspecto muito importante na vida deste novo Sporting, que é o facto de o Presidente abrir a assembleia com uma intervenção sobre o estado da nação Sportinguista. Esta nova forma de interagir com os Sócios é uma novidade e começou aqui. Em todas as assembleias gerais o presidente fará um discurso onde fará um balanço. Os Sócios, com base nesses conhecimentos, podem fazer as perguntas que bem entenderem. É um Sporting novo, com práticas novas”, disse.

Sobre um dos pontos mais quentes em discussão, a auditoria de gestão, Marta Soares explicou aquilo que se passou na assembleia geral. “Foi dado a conhecer os resultados da auditoria quatro e cinco. Agora o gabinete jurídico irá analisar a matéria e terá as suas movimentações normais. O que for algo disciplinar na área do Sporting de acordo com os estatutos, seguir-se-á. O que for do forro jurídico irá por aí, mas tudo o que se disser agora será especular”, comentou, antes de terminar a sua intervenção sobre o empréstimo em discussão nesta AG. “O ponto do empréstimo não foi ampliação. Diria que foi juntar tudo o que estava disperso e fazia já parte da restruturação financeira e agora foram todas integradas no bolo geral”, esclareceu o líder da mesa.

‘Record’ mente!

Por Jornal Sporting
26 Set, 2015

Sporting desmente interesse em Zivkovic

O Sporting Clube de Portugal desmente categoricamente qualquer interesse no jogador Zivkovic, ao contrário do que hoje noticia o ‘Record’ apesar desse mesmo desinteresse ter sido ontem comunicado directamente à direcção desse jornal.

A mesa que já não tem o borrego de sempre

Por Jornal Sporting
25 Set, 2015

Antevisão do Boavista-Sporting da 6.ª jornada da Liga NOS

Setembro de 1990, quarta jornada do Campeonato. O Sporting tinha começado a época da melhor forma com três goleadas convincentes: 3-0 com o V. Guimarães, 5-2 em Penafiel, 5-1 frente ao Salgueiros. Era uma espécie de futebol total que assustava toda a gente menos a ‘besta negra’ dos ‘leões’ – o Boavista. Durante três décadas, o máximo que o conjunto ‘verde e branco’ conseguira tinha sido arrancar alguns empates (e não foram assim tantos). Parecia fatídico: cada jogo no Bessa eram mais dois pontos perdidos (nesta altura a vitória ainda não valia os actuais três pontos). Todavia, essa noite foi diferente. Tudo mudou: Careca, com um fantástico golpe de cabeça, inaugurou o marcador após cruzamento de Litos, antes de Cadete voltar a mostrar o seu oportunismo a desviar da melhor forma um livre lateral de Douglas. Perto do fim, Filipe concluiu uma fantástica jogada colectiva dos comandados de Marinho Peres e fixou o 3-0 que permitiu, como escreveram todos os jornais da altura, ‘matar o borrego’. 25 anos depois, ultrapassar os ‘axadrezados’ continua a não ser tarefa fácil mas, daí para cá, já não é a mesma coisa. Longe disso.

Nas últimas 20 partidas realizadas fora com o Boavista, o Sporting já conseguiu vencer cinco e empatar por sete ocasiões. O que para um Clube desta grandeza é um registo pouco apreciável e desejável, mas ainda assim menos negativo do que o saldo actual em encontros no Campeonato com os ‘leões’ a jogarem fora frente às ‘panteras’: em 52 jogos, a formação ‘verde e branca’ só ganhou 12 vezes e somou 19 empates, além de 22 derrotas. Depois desse quebrar do ‘feitiço amaldiçoado’ em 1990, o Sporting foi conseguindo dar melhor réplica àquele que, durante alguns anos na década de 90 e no início do século, foi denominado de ‘Boavistão’, tendo mesmo quebrado a regra dos ‘três grandes’ a nível de títulos nacionais na temporada de 2000/01, quando eram comandados pelo também antigo jogador ‘leonino’ Jaime Pacheco.

Depois, é a história que se sabe: houve a descida administrativa, um autêntico calvário na luta pela (re)conquista da subida ao escalão principal do futebol português e, por fim, na temporada transacta, o regresso à I Liga. E com os ‘leões’ a não se fazerem rogados num terreno outrora quase impossível de passar: vitória por 3-1 construída na segunda parte, com golos de Carrillo, Mané e João Mário.

O Boavista de hoje é diametralmente oposto ao que causava fortes dores de cabeça a qualquer treinador ‘verde e branco’ na altura de preparar o encontro: o futebol ofensivo e com fortes transições rápidas que estilhaçavam qualquer defensiva deu lugar a um jogo mais musculado, de contenção e com uma forte componente táctica muito à imagem do seu treinador e ex-jogador, o internacional Petit.

Os ‘axadrezados’ não marcam muitos golos (um por jogo) mas também sabem blindar dentro do possível a baliza de Mika (sete tentos sofridos) e vêm de um moralizador triunfo em Coimbra frente à Académica, que valeu a ascensão ao nono lugar da prova. Com um eixo central experiente, um meio-campo de combate e um ataque à base da criatividade de Zé Manuel e do jogo posicional de Uchebo, é sempre um adversário complicado. Mas a história já não é o que foi no passado.

Ganhar. Em tudo e a todos

Por Jornal Sporting
23 Set, 2015

Alguns destaques do Jornal Sporting de 24 de Setembro

Foi um fim-de-semana à Sporting. Ou seja, de vitórias. Do futebol profissional à formação, passando pelo andebol, hóquei em patins e futsal. Dos seniores ou infantis. E cada um com a sua particularidade específica, naquele que é o principal destaque da próxima edição do Jornal Sporting, disponível a partir de amanhã, 24 de Setembro, e que pode ser adquirida em Portugal ou no estrangeiro, em papel ou formato electrónico.

Saiba, por exemplo, que é preciso recuar quase 20 anos para ver um arranque de época tão produtivo como o actual, com 13 em 15 pontos possíveis que valem a liderança. Já a equipa B somou pela primeira vez três vitórias seguidas no Campeonato da II Liga, num triunfo em Freamunde dedicado ao lesionado Mauro Riquicho. Na formação, é simples – todas as equipas estão na liderança dos respectivos Nacionais.

Nas modalidades, além das vitórias do andebol, do futsal e do hóquei em patins, poderá ler a antevisão da Supertaça António Livramento frente ao Benfica, no domingo; um perfil e entrevista a Jéssica Augusto, reforço do atletismo ‘leonino’; uma reportagem com Luís Costa, reforço da recém-criada secção do paracilismo; e um trabalho sobre os 40 anos d’A Mista, a mais antiga classe de ginástica de demonstração do País. Leia também as últimas novidades sobre a versão experimental do novo site do Sporting.

Estes e outros temas sobre o Universo Sporting no Jornal que coloca tudo ‘verde no branco’.

Partida, largada, mais uma fugida

Por Jornal Sporting
22 Set, 2015

Edição de 2015 da Corrida Sporting apresentada hoje

Chega-se a Outubro e todos os Sportinguistas – e em particular os amantes do atletismo – já têm a agenda sob aviso. É que a Corrida Sporting, este ano na sua quinta edição (a terceira organizada pela Xistarca) é já um marco incontornável do Clube e da modalidade. E os números comprovam isso mesmo. Na apresentação do evento, esta tarde, no Auditório Artur Agostinho, foi anunciado em primeira mão por José Abreu, responsável pela Xistarca, que o número de inscrições para esta edição já excedeu o do ano passado, pela mesma altura do ano. “Já ultrapassámos os 3.500 inscritos, cerca de 500 mais que na edição anterior, nesta mesma data, por comparação”, explicou. 

De uma boa notícia para outra, também a edição de 2015 vai terminar dentro do relvado de Alvalade. Aliás, todo o percurso se mantém. No dia 11 de Outubro, data reservada para o evento, após a partida, às 10h30, do Estádio José Alvalade (a Caminhada começa uma hora antes e percorre quatro quilómetros), o pelotão segue em direcção ao Campo Grande e depois à Av.ª da República, com o retorno a acontecer na Av.ª Fontes Pereira de Melo junto ao Palácio Sotto Mayor, até ao relvado do Estádio – “uma inovação de Bruno de Carvalho no ano passado e uma óptima oportunidade para Sócios e simpatizantes pisarem a relva do Estádio”, salientou José Abreu. Apenas os participantes da Caminhada não terão essa honra por “questões de segurança”, adiantou ainda, terminando a prova no exterior do Estádio.

O responsável anunciou ainda os objectivos da organização. “Julgo que vamos ultrapassar os 6.500 participantes, que é a nossa meta”. Para tal, conta com a adesão de todos. “Este evento é uma mescla dos vários amantes de corridas. Sendo ligada aos Sportinguistas, está aberta a todos e serão todos bem-vindos”.

Carlos Lopes, responsável pela secção de atletismo do Clube, corroborou as ideias frizadas pela organização. “É uma corrida para Sportinguistas e não só, que já começa a entrar na história e a fazer parte das melhores corridas feitas em Portugal. Quando tivermos Pavilhão, possivelmente poderemos alargar o evento a mais participantes. É esta a nossa convição e o que pretendemos”, destacou. O campeão olímpico ‘leonino’ aproveitou ainda para anunciar o primeiro treino aberto para a Corrida, que se realiza no próximo sábado, a partir das 10h, no Parque das Conchas (entrada pela Alameda das Linhas de Torres), sob a condução da atleta ‘verde e branca’ Sandra Teixeira. O próprio Carlos Lopes estará presente, ao lado do também olímpico Armando Aldegalega. Ainda assim, deixou o alerta aos futuros participantes. “Não é com dois treinos que se fazem resultados. Demora muito tempo, muito trabalho, muito sacrifício, muitas lágrimas e muito suor”, declarou, antes de expressar as mais elevadas expectativas para a quinta edição do evento. “Entrar naquele Estádio é um cartão de visita, toda a gente gosta de sentir o cheiro do relvado. Espero que este ano traga mais gente para participar e também para receber os atletas”.

Vicente Moura, vice-presidente para as modalidades ‘leoninas’ também marcou presença na apresentação e sublinhou a importância da Corrida Sporting. “É um evento que se repete ao longo dos anos e é fantástico, com uma belíssima organização. Vamos sempre tentar melhorar, mas é difícil porque já é muito boa. Estamos esperançados de bater o recorde de participantes. O do ano passado já foi o maior de sempre e este ano estamos a apontar para os 6.500, que é o número ideal para o espaço circundante do Estádio. Estou certo de que vai ser um êxito!”, rematou o responsável ‘leonino’.

Aniversário Brigada Ultras

Por Jornal Sporting
21 Set, 2015

11 anos de apoio ao Sporting

O Grupo Organizado de Adeptos, de apoio ao Sporting Clube de Portugal, Brigada Ultras, completou, ontem, dia 20 de Setembro o seu 11º aniversário.

A claque tem apoiado o Sporting nas várias modalidades com muita dedicação, fazendo parte integrante do 12.º jogador.

O Sporting Clube de Portugal endereça os parabéns à Brigada Ultras, desejando que continuem a dar o melhor exemplo no que diz respeito ao apoio ao Clube.

Convocatória para Assembleia Geral

Por Jornal Sporting
18 Set, 2015

Sporting realiza reunião ordinária no dia 27 de Setembro

Nos termos do disposto nos artigos 32.º número 1, 43.º, 42.º número 1 alíneas a), j), m) e n), 49.º alínea b) dos Estatutos, convoco a Assembleia Geral Ordinária do Sporting Clube de Portugal para reunir no dia 27 de Setembro de 2015, pelas 15:00 horas, na sede do Clube, no Piso 3 do Estádio José Alvalade (Edifício Multidesportivo).

Nos termos do disposto no artigo 51.º número 2 dos Estatutos, a Assembleia Geral reunirá, em primeira convocação, às referidas 15:00 horas do dia 27 de Setembro de 2015, caso se encontre presente a maioria absoluta dos Sócios com direito de voto. Caso tal presença não se verifique e de harmonia com a disposição estatutária, a Assembleia fica desde já convocada, com a Ordem de Trabalhos abaixo indicada, para as 15:30 horas do referido dia, reunindo nessa altura seja qual for o número de Sócios presentes.

Em conformidade com o disposto no artigo 20.º número 1 alínea d) e do número 3 do artigo 32.º dos Estatutos, os documentos respeitantes ao Ponto Um da Ordem de Trabalhos estarão à disposição dos Sócios, para consulta, no Centro de Atendimento, sito no Estádio José Alvalade, durante as horas de expediente a partir do oitavo dia anterior à data designada para a realização da Assembleia Geral ora convocada.

De harmonia com o estabelecido nos artigos 20.º número 1 alínea a) e números 2, 4 a 10, bem como no artigo 41.º dos Estatutos, bem como de acordo com o estabelecido no artigo 5.º do Regulamento da Assembleia Geral, podem estar presentes todos os Sócios no gozo dos seus direitos, com o pagamento da quota relativa ao mês de Agosto de 2015; poderão, porém, participar nos debates e votar apenas os admitidos como Sócios do Clube há pelo menos 12 meses ininterruptos e que tenham, de acordo com a lei, atingido a maioridade. Para efeitos de credenciação, os Sócios deverão apresentar, juntamente com o cartão de Sócio, um documento de identificação que possua fotografia identificável.

A Assembleia Geral terá a seguinte Ordem de Trabalhos:

Ponto Um: Discutir e deliberar sobre o Relatório de Gestão e as Contas do Sporting Clube de Portugal, respeitantes ao exercício de 1 de Julho de 2014 a 30 de Junho de 2015, elaborado pelo Conselho Directivo e acompanhado do Relatório e Parecer do Conselho Fiscal e Disciplinar, nos termos dos artigos 32.º número 1 e 42.º número alínea j) dos Estatutos;

Ponto Dois: No âmbito da reestruturação financeira aprovada pela Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal de 30 de Junho de 2013, autorizar, nos termos e para os efeitos previstos no artigo 42.º número 1 alíneas l), m) e n) dos Estatutos, a alteração do montante do empréstimo aprovado ao abrigo do Ponto 2, alínea c) da Ordem de Trabalhos da referida Assembleia Geral, de Euros 68.000.000 para Euros 77.100.000, bem como autorizar o consequente aumento do valor do capital garantido para efeitos das garantias prestadas a favor dos Bancos, nos termos da deliberação da Assembleia Geral;

Pontos Três: Apresentação das conclusões das fases 4 e 5 da Auditoria de Gestão ao Grupo Sporting;

Ponto Quatro: Deliberar, nos termos do artigo 42.º, número 1, alínea a) dos Estatutos, sobre proposta de alteração dos Estatutos subscrita pelo Conselho Directivo;

Ponto Cinco: Discutir outros assuntos do interesse dos Sócios.

Lisboa, 17 de Setembro de 2015

O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

Jaime Marta Soares
Comendador

Páginas

Subscreva RSS - Notícias